A Índia está a trabalhar em lasers e num veículo espacial capaz de destruir satélites em órbita.

O veículo está a ser desenvolvida no âmbito do programa indiano de mísseis balísticos da “Defence Research and Development Organisation” do Ministério da Defesa indiano. O veículo utilizará lasers para orientar até ao satélite alvo, destruindo-o pela força do impacto.

Recordemo-nos que em 2007, a China realizou um teste de uma arma semelhante que deixou muitos destroços orbitais numa órbita muito povoada e que se suspeita que pelo menos um satélite de comunicações foi destruído em consequência. Se a Índia começar também a fazer testes com armas anti-satélite, e criar ainda mais destroços orbitais haverá ainda mais satélites destruídos a troco de uma muito duvidosa capacidade para “cegar” eventuais países com os quais a Índia entre em conflito, em que a China surge muito claramente como o principal alvo, já que o Paquistão não tem satélites espiões ativos e a Índia tem um longo conflito pendente com Pequim.

Fonte:
http://www.space.com/news/india-antisatellite-plans-100111.html

Categories: DefenseNewsPt, SpaceNewsPt | Etiquetas: | 11 comentários

Navegação de artigos

11 thoughts on “A Índia está a trabalhar em lasers e num veículo espacial capaz de destruir satélites em órbita.

  1. A China está um pouco a frente, + os indianos correm veloz p recuperarem o atraso.Com a colocação de Uma estação Sino em orbita da terra, a vantagem poderá ficar ainda a favor do Dragão; é isso vai ocorrer.Quem viver verá.

  2. não com aquela coisita que se parece com a Salyut soviética da década de 70, mas… começam a apanhar o ritmo, certamente…

  3. Até o BRASIL tem pesquisas com laser , é se procurar , deve está fazendo pesquisas p ter um misssil antimissil..

  4. Pingback: India está desenvolvendo um sitema de laser orbital para abater satélites « PLANO BRASIL

  5. pegasus

    Bom, vocês, em sua maioria, deve saber que a maior parte dos equipamentos americanos de alta tecnologia, depende de GPS e outras informações de satélites orbitais, e para qualquer país que queira fazer frente a isso, terá que ter um sistema capaz de inutilizar essa vantagem.
    Sem orientação por satélites, UCAVs ficam inutilizados para funções de ataque, misseis Tomahawks perdem uma importante referência, apesar de ter outros tipos de orientação para eles e seus Stealths, sem GPS para seus bombardeiros e caças, terão que depender de dados de terra , que os tornarão visiveis pela interceptação dessas comunicações, vão perder o fator surpresa.
    Por ultimo, a destruição de satélites espiões, podem deixar sem informações de tropas e a organização do inimigo.
    Quem desenvolve essa capacidade de destruir satélites, como Russia, China e agora a India, sabem bem o “calcanhar de Aquiles” dos americanos.

  6. exato!
    quem conseguir cegar no Espaço o adversário, ganhará a próxima guerra!
    De que servem os mísseis de cruzeiro e as bombas guiadas sem GPS?

  7. Andé Castro

    Uma noticia interesante Brasil e Portugal vão criar uma agencia espacial “Agência Espacial Luso-Brasileira (AELB)” >>>

    http://agenciacienciaweb.wordpress.com/2010/02/18/missao-portuguesa-para-projetos-aeroespaciais-chega-hoje-ao-brasil/

  8. ora bem!
    falarei mais sobre isto brevemente…

  9. Renato Rodrigues da Silva

    Esta notícia sobre a cooperação luso-brasileira no plano aeroespacial é muito interessante e alvissareira. Também tem esta aqui, apesar de um pouco velha:

    http://noticias.uol.com.br/ultnot/lusa/2009/09/17/ult611u82595.jhtm

    Há anos atrás, uma vidente não muito respeitada, escreveu que Brasil e Portugal seriam como um só país no futuro…quem sabe ?

  10. sem dúvida!
    Algo a seguir atentamente! Até pelo MIL…

  11. Ela errou, será parte ,sim, da UE, um estado da federaçao europeiía…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: