Daily Archives: 2010/01/24

Israel estaria a preparar um ataque às instalações nucleares do Irão usando bases na Geórgia

Segundo algumas fontes, os Estados Unidos teriam cancelado uma grande remessa de armamento para a Geórgia, quando souberam que este país do Cáucaso estava a colaborar com Israel na preparação de um ataque aéreo ao Irão. A remessa (cancelada pelo próprio Obama) incluiria uma grande quantidade de armamento ligeiro, helicópteros e algum armamento pesado não identificado. Outra possível fonte deste cancelamento pode ter sido uma pressão russa, agora que o clima entre Putin e Obama é de “degelo”.

Mas a tese mais interessante é de facto aquela segundo a qual Israel estaria a preparar o uso de aeródromos junto a Tbilisi como ponto de apoio para um ataque aéreo às instalações nucleares do Irão. Isso explicaria aliás a presença de três “consultores” israelitas na Geórgia…

A ser verdade, isso implicaria a conivência turca, já que para chegar à Geórgia, os aviões israelitas teriam que atravessar a Anatólia e – o mais importante – implicaria igualmente que este plano israelita está em curso e que não será esta revelação que o irá parar… E de facto, posso admitir que prefiro um mundo em que Israel bombardeira as instalações nucleares do Irão, a um mundo em que o Irão dos Ayatollahs está armado com ogivas nucleares.

Fonte:
http://defensetech.org/2010/01/06/intel-us-shuts-down-arms-shipment-to-georgia/

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , , | 3 comentários

Portugal foi o segundo país na percentagem de energia de origem eólica consumida em 2009

Já o escrevi por aqui várias vezes: discordo em muito das políticas dos governos de Sócrates, mas se há área onde considero que está a ser feito um bom trabalho é na área energética. Sinal deste sucesso é um estudo da REN segundo o qual a percentagem de energia de origem eólica consumida em Portugal coloca o país no segundo lugar, em termos mundiais. Atualmente, apenas a Dinamarca está acima de Portugal, nesta escala e Espanha, foi ultrapassada por nós, em 2009.

O ano de 2009 foi aliás um ano notável para Portugal no que respeita ao consumo de eletricidade. Desde logo porque as importações desceram para menos de metade de 2008 e depois porque o total da produção eólica quase se equiparou à das centrais de Sines e de Tapada do Outeiro. Paralelamente, a hidroeletricidade também cresceu significativamente com um aumento de quase 25% e até na fotovoltaica, onde a produção subiu 315%.

Em finais de 2010, Portugal comprometeu-se a ter 45% de energia de fontes renováveis, algo que pode ser alcançado se tivermos em conta os 35,9% de 2009. Assim se mantenha o consumo estável e sejam licenciados todos os projetos eólicos que esperam agora por licenciamento. Uma aposta essencial para libertar Portugal da crónica dependência do petróleo e para cumprir as metas de Quioto.

Fonte:
http://economia.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1416469

Categories: Ciência e Tecnologia, Ecologia, Economia, Política Nacional, Portugal | 7 comentários

Portugal está perto da bancarrota? Não está muito longe, parece… Mas há quem esteja bem pior

Muito se tem falado da dívida pública portuguesa. E com razão, claro. A questão saiu para o foco mediático (nos tempos em que não estão a falar de Ronaldo, claro) especialmente desde que a Grécia entrou em crise e se tornou no primeiro país da União Europeia a ameaçar entrar em Bancarrota.

A situação contudo, não parece ser assim tão grave. Pelo menos é o que pensa uma organização especializada nesta área, a “CMA DataVision” que ao estudar a situação de vários países no mundo identificou riscos sério de bancarrota num prazo de menos de cinco anos: Letónia, Lituânia, Roménia, Hungria, Bulgária, Estónia e dois países do reduto (suposto) da Zona Euro: Irlanda e Grécia. De sublinhar que a União Europeia já veio dizer que estes países é que deviam resolver estes problemas, já que não teria recursos para ajudar em caso de bancarrota. O mesmo discurso que produziu em 2008, no auge da crise financeira, aliás… Bela solidariedade europeia, é caso para dizer, incompreensível numa instituição que se intromete tanto nas nossas vidas, mas que continua paralisada por líderes ineptos (Fujão Barroso e um qualquer fuinha belga) e por uma PAC que devora ainda mais de 60% do seu orçamento.

Nesta lista de 63 países, Portugal está apenas em 41o lugar, muito aquém das perigosas posições ocupadas – por ordem – por Venezuela, Ucrânia, Argentina, Letónia e Islândia, sendo que os primeiros três países, têm um risco superior a 50% de virem a falir em menos de cinco anos!

Fontes:
http://aeiou.expresso.pt/portugal-esta-fora-do-risco-de-falencia=f554613 http://www.cmavision.com/news/view/cma-releases-sovereign-risk-report-for-q4-2009/

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade