Revelações (ou não) made in NASA no “Incidente OVNI de Kecksburg”

Um dos incidentes OVNI mais conhecidos teve lugar na cidade de Kecksburg, na Pensilvânia a 9 de dezembro de 1965. Foi este o dia em que alguns dos residentes desta pequena cidade norte-americana viram uma bola de fogo atravessando os céus noturnos. Os relatos da época descreviam um objeto do tamanho de um janto Jumbo e parecia ter feito uma aterragem controlada num bosque próximo. Falava-se também que militares tinham isolado a região pouco depois e que algo tinha saído dali num camião militar e oculto sob uma lona.

Para procurar esclarecer o que se passou em Kecksburg, a jornalista nova iorquina Leslie Kean encetou um processo judicial para obter do Governo toda a documentação necessária. O processo começou em 2002, com um pedido formal de um “Freedom of Information Act” (FOIA), de forma a obrigar o Governo a entregar toda a informação existente nos arquivos governamentais. O processo haveria de resultar em 2003 num segundo processo contra a NASA, acusada pela jornalista de ter bloqueado a entrega de documentos a propósito deste incidente OVNI. Em outubro de 2007 a NASA acabaria por acordar em entregar centenas de documentos relevantes a este caso, numa busca interna que só terminaria em agosto de 2009.

O documento resultante das fontes da NASA seria intitulado “Conclusão do Processo contra a NASA – Referente ao caso OVNI de Kecksburg de 1965” e detalha todas as peripécias do processo judicial, assim como a conclusão da busca depois do acordo judicial de 2007.

O relatório conclui que muitos ficheiros não foram localizados ou que foram pura e simplesmente destruídos. As conclusões do relatório abordam também o já conhecido “Project Moondust”, uma espécie de agencia governamental que lida com a recuperação de todos os objetos espaciais de origem não norte-americana e vários documentos provam a ligação da NASA à recuperação e exanimação destes objetos.

A jornalista depois de ter estudado a documentação libertada pela NASA concluiu que algo caiu de facto em Kecksburg e continua a acreditar que existe uma considerável probabilidade de se tratar de um objeto de origem extraterrestre. Não exclui contudo, a possibilidade de se tratar de um projeto ultrasecreto dos EUA ou de outra nação, mas não dá a esta tese muita substância, segundo o relatório da NASA sobre a análise o lixo orbital que poderia (ou não) ter caído em Kecksburg. Esta informação é corroborada pelos dados do “U.S. Space Command” e da Agencia Espacial Russa que apontam para que o que caiu em Kecksburg não era nem um satélite soviético. Se não era soviético, só poderia ser “made in usa” ou… Alienígena. Mas se era norte-americano então porque é que essa origem permanece secreta mais de 40 anos depois? Uma pergunta que só reforça a possibilidade extraterrestre. É claro que poderia ser um teste militar ultra-secreto, evolvendo mortos ou motores nucleares (como os NERVA ou Kiwi que estavam então a ser desenvolvidos em segredo), a radioatividade, a morte de militares poderia explicar o secretismo…

A origem natural do objeto está aparentemente excluída, já que logo nos primeiros relatos as diversas testemunhas afirmavam que o objeto atravessara o céu, virando subitamente sobre Kecksburg e abrandando depois a velocidade realizando uma aterragem controlada na floresta. Mais tarde, outras múltiplas testemunhas (diferentes das primeiras) observaram um objeto metálico em forma de bolota semi-enterrado no solo. E a rápida recuperação do mesmo por um grupo de homens uniformizados indica que se tratava de algo muito importante. Cápsula espacial experimental ou… OVNI, fica ao critério do leitor. Eu já fiz a minha escolha.

Fonte:
http://www.space.com/searchforlife/091124-kecksburg-ufo-mystery.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+spaceheadlines+%28SPACE.com+Headline+Feed%29&utm_content=Google+Reader

Categories: OVNIs | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “Revelações (ou não) made in NASA no “Incidente OVNI de Kecksburg”

  1. NILTON VIEIRA LIMA

    Gostaria de saber mais detalhes sobre este e outros assuntos com origens do espaço, pois, creio haver algo de muito escondido e que deveria ser divulgado.

  2. nesta tag
    http://movv.org/category/ovnis/
    encontrará mais artigos sobre o tema, Nilton.

  3. interessante desse caso eu não tinha ouvido falar não tem o documentário em português

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: