A China admite querer militarizar o Espaço

A potencialidade agressiva da presença espacial chinesa ficou bem clara quando no ano passado, o país lançou e testou com sucesso um “destruidor de satélites” que lançou em órbita uma perigosa e irresponsável nuvem de detritos que desde então não cessa de ameaçar todos os satélites que se encontram em órbitas próximas.

Mas a China não tenciona apenas ter uma frota de “destruidores de satélites”. Com efeito, assumiu recentemente o seu desejo de possuir um ramo espacial da sua força aérea, capaz de “assumir missões ofensivas e defensivas”. Estas palavras foram proferidas pelo próprio comandante supremo da força aérea de Pequim, o general Xu Qiliang, em finais de outubro de 2009.

De facto, o cuidadoso, bem executado mas muito ambicioso programa espacial chinês está hoje completamente nas mãos dos militares. Todos os seus astronautas (taikonautas) foram, são e serão militares. A China ainda não colocou um único cientista no Espaço e não há planos a curto prazo para o fazer… Isso tem aliás obstado à sua colaboração em programas internacionais, como o da Estação Espacial Internacional (ISS). Assim, de facto, para a China o Espaço já esta militarizado e nesse concreto é um país excepcional e em contracorrente com todos os outros países do mundo. O governo de Pequim alega que esta militarização do seu programa espacial serve “fins pacíficos”, mas ninguém em boa fé pode acreditar em tal… Se assim é, porque não lançam civis? Porque recusam participar em qualquer programa pacífico internacional, em órbita ou na Lua? Porque testam perigosos “destruidores de satélites” em órbitas muito povoadas de satélites civis e ativos?

Fonte:
http://www.military.com/news/article/china-to-militarize-space-for-peace.html?ESRC=topstories.RSS

Anúncios
Categories: China, Ciência e Tecnologia, DefenseNewsPt, SpaceNewsPt | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: