Vão incluir a vacina da Gripe A na Vacina Sazonal em 2010

Por muito que nós – cidadãos e médicos – nos recusemos a deixar vacinar por essa duvidosa vacina da Gripe A que as multinacionais farmacêuticas e os seus lobbies políticos nos querem impingir, a verdade é que parece a vamos mesmo (?) ter que deixar que a injetem em nós: segundo alguns especialistas do ramo, a vacina deverá ser incluída na vacina contra a gripe sazonal.

A inclusão fará com que – a partir de 2010 – todos os que se vacinarem contra a gripe comum, recebam também a sua dose contra a Gripe A. A inclusão não pertence apenas ao domínio das hipóteses, mas sim ao das certezas já que no Hemisfério Sul, que acabou agora de sair do Inverno Austral, já se determinou a composição da vacina para 2010 e adivinhe-se: a vacina da Gripe A está lá, juntamente com algumas estirpes da Sazonal. Se assim foi no Hemisfério Sul, tenhamos a certeza de que o mesmo acontecerá a norte e que em 2010 ou pela via de vacinações compulsivas (e apoiadas em leis especiais) ou pela via da adição subcapciosa na vacina sazonal, vamos mesmo levar com esta vacina. Ou pelo menos, assim querem “eles” os senhores das multinacionais e os seus serventes nos governos “democráticos” deste mundo.

Fonte:

http://aeiou.expresso.pt/gripe-a-h1n1-virus-podera-ser-incluido-na-vacina-contra-a-gripe-sazonal-do-proximo-ano=f542144

Anúncios
Categories: Saúde | Etiquetas: , | 14 comentários

Navegação de artigos

14 thoughts on “Vão incluir a vacina da Gripe A na Vacina Sazonal em 2010

  1. Fenix

    Eu não a vou tomar a menos que seija obrigado pelo meu patrão estado.

  2. Lusitan

    Ponto 1: Na vacina da gripe sazonal são incluídas as estirpes mais contagiosas da época anterior, todos os anos. Por isso é que todos os anos se toma a vacina da gripe. Porque todos os anos a vacina, tal como a gripe, muda.
    Ponto 2: A gripe A é até agora a estirpe mais contagiosa deste ano.
    Ponto 3: Para o ano vai ser incluída na vacina da gripe sazonal, como acontece todos os anos com milhares de outras estirpes.
    Ponto 4: Por muito que queiram mandar bitaites sobre a vacina da gripe, por favor restrinjam-se ao que sabem para não criar mais pânico do que o que já existe.

  3. Lusitan

    Ponto 5: Isso não quer dizer que leva mais uma vacina para além da da gripe sazonal. Quer dizer que se leva uma vacina na qual são incluídos os antigénios das estirpes mais virulentas como é o caso da gripe A.

  4. Paulo39

    Ponto 6: Só toma a vacina quem quer.

    Nunca tomei nenhuma vacina para a gripe e nunca me chatearam por causa disso.

  5. mas esta é um estirpe nova.. e está ser friamente recebida por muitos (médicos e especialistas incluidos) por isso é que esta adição tem um leve sabor amargo a imposição.

  6. Fenix

    A questão é mesmo essa clavis muito poucos querem a vacina da gripe A e mesmo a sazonal tou falar de ordem 200 não querem para 15 querem e são os tem menos tempo de serviço aderem mais vacinação mas tambem foi nessa faixa que ouve caso de gripe A antes haver vacina pelo menos no meu serviço pessoas com e até 3 anos serviço comprido.Alem disso a maioria deles já tinha levado a vacina sazonal em anos anteriores.Pode ser apenas obra do acaso,não tou falar de população em geral tou falar de funcionarios em geral que todos os dias trabalhão em “meio hospitalar mas não me refiro a todo o meio hospitalar em geral” e em contacto com doentes de todos tipos muitas vezes diagnosticado depois de terem passado por meio mundo e sem proteção alguma foi o caso dos primeiros meses nos casos de gripe A mas também agora pontualmente;Também a tubecolose neste mes já foram 3 funcionarios com diagnostico confirmado e no mesmo serviço.Se a vacinação contra a gripe A e Sazonal ou agora a “hibrida” for obrigatoria é logico que terei de a levar.E não tou a dizer para que a população comum não a tome as vacinas tou a dar exemplos funcionarios “atipico” e que tem ou tiveram nestes ultimo 4 meses uma exposição ao virus da gripe A ou mesma a gripe sazonal muito maior que qualquer cidadão comum mas que muito poucos ficaram doentes e os que ficaram tem com e até 3 anos de serviço. Este tema dava para fazer uma boa tese.

  7. as vacinas têm o seu efeito protetor bem estabelecido. A vacina da gripe é que é de utilidade muito questionável, mesmo cientificamente falando e essa baixa eficácia explica em boa parte as reticências da classe médica quanto a qualquer vacina de influenza… gripe sazonal ou a, indiferentemente.
    falando num registo mais pessoal, tenho que dizer que tenho tomado a sazonal várias vezes ao longo dos anos e nunca notei diferenças entre as gripes que “apanho” entre os anos que me vacino e aqueles em que não o faço!
    notei apenas (e radicalmente) quando durante 3 anos não usei transportes públicos… foram os únicos de toda a minha vida em que não fiquei uma única vez engripado.

  8. Lusitan

    A vacina da gripe é mais uma forma de apresentar os antigénios do vírus da gripe ao nosso sistema imunitário. Provavelmente as estirpes que foram escolhidas para o ano que vem nem sequer vão ser das mais infecciosas nesse mesmo ano. No entanto nada impede que essas estirpes não voltem a reaparecer anos mais tarde. Se o nosso sistema imunitário já tiver sido habituado ao antigénio então terá uma resposta mais adequada ao vírus. Por isso é que se toma todos os anos uma vacina nova, é para que o nosso corpo esteja habituado ao máximo de estirpes locais.

    Quanto ao facto de alguns médicos não quererem tomar a vacina… devo relembrar que os médicos em termos de saúde normalmente não são exemplo para ninguém. “Faz o que te digo não o que eu faço.” – parece ser o lema de muitos médicos pelo país fora.

    Clavis – desde que toma a vacina alguma vez ficou uma semana de cama com dores em todo o corpo e febres altas? Alguma vez a sua gripe evoluiu para uma pneumonia ou para dificuldades respiratórias? E lembra-te que uma constipação não é uma gripe.

    Mais uma coisa… nenhuma vacina é obrigatória, seja onde for e para quem for. Se quiser toma, se não quiser fica por sua própria conta. Agora não se venham queixar das consequências laborais se podiam ter evitado uma doença e não o fizeram por ignorância. É óbvio que se eu tivesse um empregado que podia ter evitado ficar de baixa durante 10 dias ou em casos graves até meses e que preferiu correr o risco de apanhar a doença (e não me refiro apenas à gripe), esse sujeito escusava de voltar a entrar pela minha porta porque eu não ando para andar a pagar a pessoas que se estão a marimbar para o trabalho. É porque sobre essas pessoas também dava para fazer uma óptima tese. Especialmente nos serviços públicos portugueses.

  9. a minha grande questão com esta vacina é a sua apressada entrada em circulação, sem os devidos testes clínicos (sei que aqui discordamos um tanto). Se for introduzida em 2010, na vacinação regular, esse problema será ultrapassado, por todos estes meses de permeio de experimentação real, em milhões de utentes…
    mas mantenho o resto: este pânico é induzido e sem fundamento científico e serve os interesses dos Media e das farmacêuticas (e os da OMS), mas não os dos Estados e dos Cidadãos que pagam com os seus impostos estas campanhas alarmistas.
    E discordo das vacinações compulsivas. Neste caso! Se a gripe aviária mutar (como sucederá, cedo ou tarde) e se houver vacina para um vírus realmente letal, então aí, opinarei de forma diversa.

  10. Fenix

    Vou falar do serviço publico de saude que é aquele que eu melhor conheço:O serviço publico de saude tem graves lacumas tanto organizativas como estrutrais.E o unicos culpados por essas lacunas e seu agravamento foram varios governos que ao longo de anos não soberam organizar um pensamento estrategico para serviço publico de saude.A criação de centros saude A lá minute sem as minimas condições desde os erros grosseiros casos dos Hospitais Gracia da horta,Fernando da fonseca,Abrantes e Torres Novas entre outros…E reablitazação hospitais mais antigos apos anos de completo abandono sem manutenção contantes e que estrutoramente estão obsoletos por mais obras que lhes façam nunca serão hospitais modernos e mais economicos no campo da gestão corrente assim como na sua operacionalidade diaria.Este abandono foi sentido também por todos aqueles que todos os dias trabalhavam sem o minimo de condições e as chefias não podiam impor ordem porque sabiam o esforço(…tinham meter dinheiro do seu ordendado comprar folhas de papel, toner e loiça para os doentes ect..) que este funcionarios faziam no seus dia a dia a anarquia foi instalando em todas as classes.Havia uma liberdade consentida,mas também havia pessoas trabalhavam honestamente no duro e que ainda hoje são melhores trabalhadores naquilo que fazem apesar de hoje não haver liberdade consentida e á ordem e regras para comprir.O maior abandono e aquele que eu acho foi mais negligente foi no campo da medecina do trabalho ouve um completo deixa andar e ainda hoje é assim apesar de ser mais camuflado.Ouve também uma completa falta de visão na gestão e rentablização de espaços por parte de quem gere e algum aproveitamento proprio por parte dos proprios admistradores publicos desde filhas arquitectas a projectarem urgencias a compra carros de golfo ect…Mas isso vai dar ao mesmo os bons exemplos devem sempre vir de cima e esse foi sempre o maior problemas do serviço publico.

  11. Lusitan

    Caro Fenix… concordo com grande parte da sua análise do SNS, no entanto discordo num ponto fundamental, e que é algo que a maioria dos funcionários públicos não quer ver: o melhor exemplo deve partir de nós próprios e não devemos ficar à espera que o exemplo venha de cima, do lado ou de baixo.

  12. Fenix

    Vou por questão de outra maneira se eu tenho uma empresa privada e eu for mau gestor os meus atos reflectem em tudo resto que envolve.Não terei os melhores empregados porque não tenho maneira dos pagar. Isso reflete no produto final que será sempre de baixa qualidade e de baixo preço.O exemplo tem em primeiro lugar vir sempre de cima porque vai iluminando toda a arvore até chegar as suas raizes que a alimenta.Mas para que raizes possam trabalhar ao ritmo certo eu terei de enviar os estimulos certos que pode ser financeiros,estrutorais,morais,humanos e ect…È logico a propria economia tem gerado nivelamento por baixo tudo aquilo que podia de servir como estimulos ao trabalho e aos bons trabalhadores.

  13. hum… tenho uma colega com a gripe A… outro que hoje tresandava a gripe.
    e agora… doi-me o corpo todo e a gargante…

    será que?…

  14. Fenix

    Á pois é…Vai medido a temperatura em caso de febre acima dos 38.5 liga para linha saude 24 para eles te encaminharem para a urgência da gripe A para te fazer o teste usa sempre a mascara.As melhoras pode até nem ser nada…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: