Daily Archives: 2009/10/28

A China tenta vender os seus aviões Chengdu FC-1/JF-17 e J-10 no mercado internacional

Chengdu FC-1 (www.milavia.net)

Chengdu FC-1 (www.milavia.net)

A China está a tentar vender os seus aviões Chengdu FC-1/JF-17 e J-10 no mercado internacional. Os clientes que estão a ser alvo de um marketing mais agressivo são os aliados internacionais da China e outros com menos ligações ao gigante asiático, mas interessados em aviões de combate modernos, mas a preços inferiores aos de um caça ocidental.

A primeira prioridade nas exportações está a ser dada ao JF-17, um avião extensamente usado na China e no Paquistão. O avião é produto de um desenvolvimento comum entre os dois países, e o Paquistão prometeu comprar 150 aparelhos, fabricados localmente, mas há planos para duplicar este número, substituindo a frota paquistanesa de Nanchang A-5s, Chengdu F-7s e até de Dassault Mirage III e Mirage Vs.

O JF-17 pode transportar bombas convencionais ou de precisão e mísseis ar-ar ou ar-mar.

Segundo responsáveis da AVC (Chengdu), o “J-10 ainda não está pronto para a exportação, porque a AVIC ainda está a atualizar o caça”, mas há vários países interessados, entre os quais a Nigéria e o Irão e quando a AVC terminar a versão J-10B. O J-10B vai incluir um novo estabilizador vertical, uma nova entrada de para o reator, um novo radar e um sensor de infravermelhos otimizado.

Embora os rumor sobre o interesse iraniano e nigeriano seja já antigo e remonte praticamente aos primeiros anos de uso do avião a verdade é que pela proximidade e alianças antigas, o Paquistão é que será o primeiro cliente, acreditando-se que está pronto para comprar 36 J-10B, que deverão começar a ser entregues a partir de 2014.

Entre a nova estratégia de marketing que Pequim está agora a seguir para vender estes aparelhos estão métodos usados pelo Ocidente estão empréstimos e construção ou montagem local, desde que exista o número suficiente de encomendas.

Fonte:
http://www.flightglobal.com/articles/2009/09/30/332905/chinas-avic-steps-up-sales-push-for-fc-1-j-10-fighters.html

Anúncios
Categories: China, DefenseNewsPt | 1 Comentário

Quids S16: Que jogo é este?

16

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 30 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S16 | 31 comentários

O UCAV mistério de Kandahar

O UCAV mistério de Kandahar (http://sitelife.aviationweek.com)

O UCAV mistério de Kandahar (http://sitelife.aviationweek.com)

Foi avistado num hangar da empresa norte-americana General Atomics em Kandahar (Afeganistão) um UAV sem cauda, com aspecto furtivo e propulsado a jato. O primeiro avistamento do estranho aparelho ocorreu em 2007 e agora a sua existência foi confirmada por fontes anónimas em Washington.

Parece tratar-se de um UAV com características stealth, herdadas do F-22A Raptor e o facto de ter sido visto neste hangar indica que as experiências que a General Atomic realizou no passado ao colocar num UAV Predator varias características stealth foram continuadas e incorporadas num novo aparelho construído de raiz. Este UAV stealth – segundo os mesmos rumores – seria o produto da famosa Skunk Works da Lockeed Martin, em parceria com a General Atomics.

Fonte:
Air Forces Monthly, outubro de 2009

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , , | 2 comentários

Gripe A: A própria Agência Europeia de Remédios (EMA) considera a vacina contra a Gripe A “experimental”

Existe atualmente uma crescente multiplicação de notícias sobre a duvidosa qualidade das vacinas contra a Gripe A. A própria Agência Europeia de Remédios (EMA) que a União Europeia encarregou de verificar a segurança da nova vacina, em junho, numa sessão de perguntas e respostas, admitiu que a “a segurança da vacina não será conhecida antes de ser usada na população em geral” e que – notável – será exigido aos fabricantes das vacinas que “avaliem a segurança à medida que decorre a campanha de vacinação”. Ou seja: que testem em nós a nova vacina. A agência europeia exige também que esses fabricantes elaborem “planos de administração de riscos especiais”. Um e outro detalhe” refletem uma evidencia: como a vacina não cumpriu o normal processo de testes em seres humanos, as autoridades cientificas estão preocupadas com os seus efeitos… A mesma preocupação explica a resistência de médicos e enfermeiros a deixarem-se vacinas, aliás.

No Hemisfério Sul, onde o Inverno Austral terminou, já se concluiu que o número de mortes pela Gripe A não fora superior ao provocado pela Gripe Sazonal e que, logo, em termos de baixas, nada distingue esta gripe de uma estirpe de gripe comum particularmente ativa. Se assim é, então as leis de vacinação forçada que se estão a forjar em muitos países são – no mínimo – exageradas. Temos uma amostra destas “campanhas de vacinação forçada” numa tentativa de vacinação obrigatória para os trabalhadores de Saúde em Nova Iorque que um juiz do Supremo reverteu recentemente e que poderia ter afetado mais de 500 mil pessoas.

Em França, grupos de médicos já avisaram com ações legais caso se confirmem os rumores de vacinações compulsivas e na Alemanha as reticências de muitos médicos são públicas.

Categories: Ciência e Tecnologia, Saúde | Etiquetas: , | 21 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade