Citius: Birra dos juízes ou problema grave com o novo sistema informático dos Tribunais?

Ao que parece o novo sistema informático dos Tribunais portugueses está seriamente doente… Isso é pelo menos o que diz a “Associação Sindical dos Juízes Portugueses” que afirmou que é preciso realizar uma auditoria externa ao Citius. Os juízes queixam-se em particular do “desaparecimento de processos”, algo que a confirmar-se consubstancia a falha mais grave que se pode imaginar num sistema informático para a área de Justiça.

Logo desde o primeiro dia, o sistema foi muito criticado pelos juízes, mas o ministério sempre negou os mesmos e descartou a existência de qualquer problema grave com o sistema.

O sistema tem problemas. Qualquer sistema informático complexo e extenso como o Citius os tem e terá, faz parte de um natural processo de amadurecimento e construção de conhecimentos sobre a sua natureza e funcionamento. É por isso que nas fases iniciais de um sistema destes se devem manter sempre paralelismos com o sistema anterior (o substituído) e foi precisamente isso que aconteceu no Citius, permitindo inclusivamente detetar estes processos perdidos… Por aqui, tudo bem. Resta agora saber porque terão desaparecido… Será possível que alguém se tenha introduzido na rede do MJ e apagado os processos? Terá alguém com acesso regular ao sistema apagado os mesmos a troco de um pagamento pecuniário? Questões a que só essa justamente pedida auditoria externa poderá responder…

Fica ainda a nota pessoal: será que na base desta contraposição constante dos juízes pelo Citius não estará o temor de verem os seus dados quantitativos serem usados para futuramente aferir a qualidade e quantidade do seu trabalho?… Ou seja, estaremos também aqui perante um arroto corporativo desta privilegiada classe profissional portuguesa?

Fonte:
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=1386655

Categories: Justiça, Portugal, Sociedade Portuguesa | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: