China: Revolta popular contra o laxismo governamental que leva ao envenamento por chumbo de centenas de crianças

A polícia tem-se confrontado com os habitantes de varias cidades no norte da China em que praticamente todas as crianças foram vítimas de envenenamento por chumbo. A revolta é apenas a última e mais conhecida de inúmeras confrontações que ocorrem todos os anos pela China fora em que populações cansadas pelos elevados níveis de poluição permitidos pelo Governo e pelas corruptas autoridades locais, protestam e exigem ação do governo contra a poluição.

Esta crise concreta decorre em torno das instalações industriais da “Dongling Lead and Zinc Smelting Co.” na província de Shaanxi onde pais de crianças envenenadas pela fábrica derrubam cercas e atiram pedras a camiões carregados de carvão enfrentando os bastões da polícia que defende a empresa contra os pais indignados.

O desenvolvimento desregrado e a existência de uma administração local fiel apenas ao partido comunista, isenta de eleições e do devido crivo democrático, além de uma cultura cívica débil e um clima social que favorece o enriquecimento rápido a todo o custo, criaram uma sociedade onde os problemas ecológicos são comuns.

A gravidada da presente crise é tremenda. Nas duas cidades afetadas praticamente todas as crianças apresentam sinais de envenenamento por chumbo. E se os testes fossem alargados a adultos e adolescentes mais casos de envenenamento seriam detetados… E quantos mais casos semelhantes haverá por toda a China, criados pela mesma atitude predatória e por corrupção endémica sistemática? Muitos mais, certamente…

Fonte:
http://berthoalain.wordpress.com/2009/08/18/changqing-emeute-contre-le-saturnisme-aout-2009/

Categories: China, Ecologia, Política Internacional | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “China: Revolta popular contra o laxismo governamental que leva ao envenamento por chumbo de centenas de crianças

  1. Sardinha Sanchez

    http://www.timesonline.co.uk/tol/news/world/africa/article6871943.ece

    There is now barely a country on the continent that does not have a sizeable Chinese presence. Copper-rich Zambia and the Congolese province of Katanga now boast the fastest-growing Chinatowns in the world. Sudan, for years out of bounds to Western companies because of its links to terrorism, now pumps 600,000 barrels of oil a day from its Red Sea port into Chinese ships. In return it received weapons that it used against rebellious black Africans in Darfur.

    In Angola the Chinese have built roads, de-mined rural areas, upgraded ports and rehabilitated railways. In the Ethiopian and Kenyan capitals of Addis Ababa and Nairobi they are heavily involved in new construction projects.

  2. Fenix

    Como é possivel a china estar exportar aos montes para europa e não ter normas em relação ao ambiente.Isto uma completa incorrencia é um abismo etico e moral.

  3. é chegada a hora de + reponsabilidades com o planeta…

Deixe uma Resposta para Fenix Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: