Daily Archives: 2009/10/06

Sobre o maior sucesso do Serviço Nacional de Saúde: taxa de mortalidade infantil

Portugal pertence ao níveis mais baixos de muitas tabelas comparativas europeias… Mas há uma – pelo menos – em que inverso é verdadeiro: a taxa de mortalidade infantil é, entre os países da União Europeia, aquela que mais diminuiu nos últimos 40 anos, passando de 64,9 mortes em cada mil nascimentos para 3,4, em 2007. Este valor é muito melhor do que a média europeia de 4,7. Não é ainda o melhor, mas o “campeão” é o Luxemburgo, país que pela sua reduzida dimensão e relativa riqueza aparece frequentemente no topo destas estatísticas por pura distorção estatística…

Este valor coloca Portugal acima de muitos países europeus mais ricos e consideravelmente acima dos EUA. E é a prova mais acabada que apesar de todas as suas disfunções, ineficiência e laxismos corporativos, o Serviço Nacional de Saúde – Público – conseguiu levar o país a lugares onde este está habitualmente ausente. E este é o sistema que os neoliberais que pululam na nossa Direita querem privatizar… Mudar para melhor, é compreensível e há tanta coisa a melhorar no funcionamento do Estado em Portugal, mas se mexerem no SNS, cuidado para não destruírem uma das melhores realizações da nossa Democracia: a baixa taxa de mortalidade infantil.

Fonte:
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1401282

Categories: Política Nacional, Portugal, Saúde | 7 comentários

Quids S16: Quem era este homem?

aaa1

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 30 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S16 | 9 comentários

Angola torna-se num dos maiores fornecedores de petróleo aos EUA

Atualmente e segundo as últimas estatísticas do governo norte-americano, a Nigéria (com 769 mil barris/dia) e a lusófona Angola (com 400 mil barris/dia) seriam respetivamente o quinto e oitavo maiores exportadores de petróleo para os EUA.

Esta origem africana de uma parcela crescente do petróleo consumido pelos EUA revela uma inclinação para quebrar as dependências tradicionais de países do Médio Oriente – que tanto têm condicionado a política externa dos EUA nos últimos anos – e reforçam a influencia internacional de Angola, estando na base de um novo interesse americano pelo país e inclusivamente a recente visita de Hillary Clinton e o seu discurso de “promoção da democracia”, num país onde esta é ainda severamente condicionada pelo predominância social, política e económica do antigo Partido Único e por níveis de corrupção absolutamente incompatíveis com aqueles que se esperam de um país Desenvolvido… O aumento da exposição internacional angolana pode assim ser positivo, ao expor também as fragilidades do seu regime e ao propiciar à sua superação. Algo que, contudo, caberá inteiramente aos angolanos fazer, sendo para isso inúteis (e provavelmente contraproducentes, por invocando discursos “neocoloniais”) todas as pressões que queiramos lançar sobre os angolanos.

Fonte:
http://africasacountry.wordpress.com/2009/08/31/where-do-american-oil-imports-come-from/

Categories: Economia, Lusofonia | Etiquetas: , , | 4 comentários

O MIL enviou hoje a primeira remessa de livros para Timor-Leste

O MIL enviou hoje a primeira remessa de livros para Timor-Leste. Em breve faremos um apelo público para uma nova recolha de livros. A todos aqueles que colaboraram com esta iniciativa do MIL – como, nomeadamente, a Paula Viotti – os nossos maiores agradecimentos.

Categories: Livros, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono | Etiquetas: | 2 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade