Daily Archives: 2009/09/29

Da disfunção do imobiliário em Portugal

As disfunções do ordenamento do território em Portugal são patentes quando se constata que as áreas de Lisboa e Porto reúnem mais de 70% da oferta imobiliária, a qual era no primeiro trimestre de 2009, superior a 490 mil habitações!

A oferta na região de Lisboa é neste particular extraordinária, já que deste quase meio milhão de casas, quase metade se concentram aqui. A maioria destas casas à venda, são casas usadas o que é natural já que estamos num país demograficamente estagnado e onde a construção civil não tem dado sinais de abrandar nas últimas décadas… Até agora. Sinal desta construção febril, já que em 2008 das 490 mil casas à venda, apenas 181 mil eram novas. O fenómeno da venda de casa usada e compra de nova, com o dinheiro da primeira parece ter parado finalmente… E talvez agora o ramo imobiliário ganhe alguma racionalidade, os preços regressem à normalidade (depois de décadas de subida louca) e se torne novamente possível comprar casa sem contrair empréstimos assassinos a uma Banca que pelos excessos dos seus avaliadores esteve no epicentro desta subida descontrolada de preços.

Fonte:
http://economia.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1398614

Anúncios
Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Quids S16: Que avião seria este?

aaa111103

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 30 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S16 | 12 comentários

O sindicato dos pilotos da TAP paga mais de 500 mil euros a um “consultor”

Tenho que confessar que – pessoalmente – me é difícil exprimir alguma solidariedade pelos pilotos da TAP. Sem dúvida que acho admirável a sua capacidade para salvarem diariamente a vida a centenas de pessoas. Mas temos que admitir que ao contrário da maioria dos trabalhadores portugueses têm uma segurança laboral rara, têm ainda (apesar de reduções recentes) regalias consideráveis e vencimentos muito acima da média. Também não parecem muito preocupados com a instável saúde da empresa em que trabalham e ainda menos com a relação desta com os seus clientes.

Por isso, a notícia (obviamente “soprada” pela administração da TAP) segundo a qual um tal de Paulo Rodrigues teria sido contrato pelo sindicato dos pilotos para os apoiar na negociação com a administração, recebendo em troca desse apoio a astronómica quantia de 525 mil euros (mais IVA). A quantia saiu dos bolsos dos pilotos e entregue à P. Rodrigues Consultores, Lda. Ora esta empresa é de um piloto da TAP (e membro do sindicato)… Onde irá este piloto encontrar o tempo para encaixar este generoso extra? Porque não poderia este sindicalizado participar nas negociações em seu devido (e próprio) nome, sem financiar esta artificiosa “consultora”? Não é a primeira vez que esta “consultora” aparece nas negociações entre o sindicato e a administração, tendo já recebido quantias consideráveis no passado recente por estes “serviços”.

Com esquemas turvos destes é difícil sentir solidariedade pela luta sindical dos pilotos da TAP, tenho que confessar…

Fonte:
http://aeiou.expresso.pt/meio-milhao-para-pagar-a-consultor=f537313

Categories: Portugal, Sociedade Portuguesa | Etiquetas: | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade