O carro elétrico Bluecar: à venda já em 2010

Os primeiros exemplares do Bluecar, um automóvel inteiramente elétrico fabricado em parceria pelo grupo francês Bolloré e pelo italiano Pininfarina acontecerão já em meados do ano que vem.

O veículo será construído em Turim (Itália) e estará à venda – numa primeira fase – em seis países europeus: Itália, França, Alemanha, Reino Unido, Espanha e Suíça. Numa segunda fase a comercialização será estendida aos EUA e aos mercados asiáticos.

As baterias, peça fundamental num veículo deste tipo, serão fabricadas nas instalações que o grupo mantêm na Grã-Bretanha, França e Canadá e oferecerão ao Bluecar uma autonomia de 250 km.

Existem já mais de 6 mil pré-reservas do Bluecar, que será comercializado usando um inédito modelo comercial, alugando cada veículo por 330 euros mensais, durante um período nunca inferior a 3 meses. O modelo é interessante e pode resolver as dúvidas daqueles que questionam se a prazo será uma boa opção escolher um carro elétrico. Contudo, com ou sem boas baterias, o problema dos carros elétricos persiste: se uma extensa e eficiente rede distribuição, de tomadas amplamente dispersas pelas vias públicas, nunca haverá carros elétricos massificados. O problema é que este é um problema em “ciclo eterno”: sem carros não há rede, e vice-versa! O “loop” só poderá provavelmente ser quebrado por uma iniciativa governamental, que financie a construção de uma rede de abastecimento de eletricidade, usada por veículos privados.

Fonte:
http://aeiou.expresso.pt/tecnologia-carro-electrico-bluecar-deve-comecar-a-ser-comercializado-entre-a-primavera-e-o-verao=f533502

Categories: Ciência e Tecnologia, Ecologia | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: