O Reino Unido não vai ter mais do 184 Eurofighter Typhoon: Menos 47 que o inicialmente previsto


(O Eurofighter Typhoon RAF no Leuchars Airshow de 2009)

O governo britânico declarou recentemente que não se sentia obrigado a adquirir mais aviões Eurofighter Typhoon. Esta notícia surge num contexto em que o Reino Unido está muito aquém dos 232 aparelhos que segundo o memorando de entendimento assinado entre o Reino Unido, a Itália, a Espanha e a Alemanha, se comprometeu a comprar.

Com efeito, a recente decisão de adquirir 40 Typhoons de “Tranche 3A” faz com que o Reino Unido ficará apenas com 184 aviões deste tipo, e destes, 24 foram vendidos à Arábia Saudita num polémico contrato de exportação envolto em suspeitas de corrupção.

O problema para o Typhoon é ainda mais grave do que a contenção britânica, já que todos os outros parceiros do programa cortaram as suas encomendas. De facto, todos, junto, ficaram-se apenas por 107 aparelhos de Tranche 3.

As entregas do Typhoon de Tranche 3 irão começar em 2013. Estando atualmente a ser entregues aviões da Tranche 2, entregues à RAF britânica e aos Sauditas.

Fonte:
http://www.flightglobal.com/articles/2009/08/19/331233/uk-has-no-obligation-to-meet-232-aircraft-typhoon.html

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 12 comentários

Navegação de artigos

12 thoughts on “O Reino Unido não vai ter mais do 184 Eurofighter Typhoon: Menos 47 que o inicialmente previsto

  1. Pegasus

    Ué, aproveita que o FX-2 brasileiro ta nesse “chove não molha” e faz um “ofertão” irrecusavel, esta na hora de deixar o orgulho de lado e fazer como a França que quer o Brasil como parceiro, porque aposta no potencial futuro brasileiro, ou transforma essa bela maquina de guerra numa serie limitada com preço exorbitante e peças idem.

  2. Voltámos aos tempos do White Paper de 1966?

  3. sim, há que tirar alguma vantagem deste “vai não vai” interminável…
    e provavelmente, o adiamento para outubro é mesmo para regatear ainda mais, já que todos os 3 finalistas parecem dispostos a alinhar nesse jogo!

  4. Se isso acontecer o Rafale vai morrer como o f 22 dos ianks..falta de folego financeiro p as atualizações…Mt burrice.

  5. os franceses ainda têm muita esperança na renovação das forças aéreas argelina e indiana…

  6. Vão comprar pouco é talvez nenhum, com grande possibilidade de ser nada mesmo. Eles tem + e que fazer o BRASIL de vitrine e mostrar apartir dessa venda o caça , como nos o olhamos…aí sim , antes ; acho q ñ…vamos ver.

  7. bem, se perderem o Brasil ainda podem sonhar com o grande concurso indiano…
    que por esta hora está em ensaios comparativos entre os vários concorrentes.

  8. Eles estiveram na india, ou ainda estão? sabemos q os indianos estão preferindo os Mig 29 e ou os Su 35 , eles tem uma longa tradição de compras de armas junto aos Rússos…acho mt difícil…Eles tem + é que fAzer a Vitrine do rafale no BRASIL , é bem antes da decisão indiana..p confirmar as qualidades dos mesmo…tem de serrápidos. Vamos ver.

  9. acho que o ministro da defesa indiano chegou a dizer que o Rafale tinha sido excluído, mas o caça apareceu depois de novo no concurso.
    a última coisa que li, dizia que sim, que o rafale ainda estava em concurso…

  10. Pegasus

    Bom Clavis, se o Rafale ganhar no Brasil as chances dele na India aumentam exponencialmente
    ja que o preço podera se tornar competitivo e negociavel

  11. exato. economia de escala e credibilidade da oferta.
    por isso é que a Dassault se pode dar ao luxo de fazer ainda mais “dumping”…
    é aproveitar!

  12. É ai é q entra os negociadores BRASILeiros, comprar ,negociar a transferência de tecnológia e colocar preços, pois vão ganhar + adiante , nessa comcorrência na india…é procurar tirar um pouco + de vantagem da situação do momento deles, cuidado p ñ expremer mt, pode desandar…É qu venham os rafales, a FAB merece.

Deixe uma Resposta para Pegasus Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: