Afinal o F-X2 dá Rafale ou… Gripen? Sobre o contra-ataque regateante Viking


(Saab Gripe NG no F-X2: os Viking contra-atacam…)

Como dizia Mark Twain: “as notícias que dão conta do meu falecimento, têm sido largamente exageradas”… E neste caso, diria eu: “As notícias que dão como certa a vitória do Rafale no F-X2 têm sido largamente exageradas”…

Pois é. Afinal de contas, o processo negocial ainda decorre e se assim é, este ainda pode falhar e os franceses perderem este tão ambicionado concurso. Nos dias que correm, toda a gente vai para a Brasília, tentar puxar a brasa para a sua sardinha e agora – depois de Sarkozy – é a vez de Hakan Jevrell, o vice-ministro sueco da Defesa proclamar que a atual proposta Sueca para levar o Saab Gripen NG de vencida é montar totalmente os 36 aviões no Brasil, e incorporando já pelo menos 40% de componentes fabricados localmente, em empresas brasileiras e onde a Embraer seria o fornecedor principal. A oferta tornaria a opção Gripen na financeiramente mais vantajosa para o Brasil, e por uma larga margem… Já que segundo os suecos o preço de aquisição e operação de cada aparelho Gripen NG desceria para quase metade da melhor oferta: Em moeda brasileira, cada Gripen ficaria a 127,5 milhões de Reais, contra o 182 do Super Hornet da Boeing e 254,8 do Rafale.

O tempo para jogadas deste teor está a esgotar-se. Teoricamente, o vencedor do concurso internacional que por aqui já fez correr tanto rio de tinta eletrónica termina já na próxima segunda-feira e os corredores de Brasília estão cheios até mais não… Tendo-se o ministro sueco cruzado várias vezes com os dois vice-presidentes que a Boeing tem na capital brasileira, cumprindo os mesmos objetivos…

Por aqui, a opção sempre foi a do Rafale… Por várias razões, desde a economia de escala que se realizaria se fosse também usado no porta-aviões São Paulo, ao mais prosaico argumento de que seria um caça mais puro de 4,5 geração que o Gripen e… que last but not least incorporava uma total autonomia de tecnologia e know-how, desde a eletrónica, à motorização e ao armamento… Coisa de que não se podem gabar os suecos, já que ainda que operem um avião de custo de construção e manutenção inferior, de facto, está recheado de tecnologia made in USA, e logo, sujeita a eventuais caprichos e embargos… E os argentinos que o digam, e os australianos também que se forçaram a, na década de 80, fazerem engenharia reversa dos códigos dos seus F-18…

Horas depois, o ministro da Defesa brasileira, Nelson Jobim dizia  que o prazo para a entrega das propostas, inicialmente previsto para 21 de setembro, poderia agora ser prorrogado pela FAB… Jobim alegou desconhecer a última cartada sueca:  “Estou sabendo disso por vocês [da imprensa], cada dia com sua agonia“, mas é certo que esta eventual prorrogação serve a quem está a rever a sua proposta…

Fontes:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u625747.shtml

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u625842.shtml

Categories: Brasil, DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 17 comentários

Navegação de artigos

17 thoughts on “Afinal o F-X2 dá Rafale ou… Gripen? Sobre o contra-ataque regateante Viking

  1. “está recheado de tecnologia made in USA, e logo, sujeita a eventuais caprichos e embargos… E os argentinos que o digam”

    Recordo que foram os franceses quem fez “manobras de bastidores” relativamente aos misseis argentinos usados nas Maldivas…

    Para mim, a escolha seria o Gripen. Os custos logisticos são inferiores, melhor capacidade de integrar armamento diverso e ( very important ) capacidade de operar em pistas não preparadas.

    Além disso, nunca aposto o meu dinheiro em aviões franceses…

  2. Guga

    Neste tipo de “concorrência” é preciso ter muito cuidado com as palavras emitidas em comunicados de quaisquer um dos participantes.
    A Boeing fala em transferência de tecnologia necessária, deixando claro que haverá restrições, notadamente nos códigos-fonte da aeronave que, ainda será por pelo menos uma década a ponta-de-lança da marinha norte-americana.
    Já a França fala em transferência de tecnologia irrestrita, mas o que será que as empresas associadas a Dassault, como a Snecma, Thales, etc… Acham disso? Irrestrito quer dizer abertura dos códigos-fonte e integração de sistemas? Por que se for isso prefiro a proposta Sueca, que promete a mesma coisa custando muito menos para operar.
    Agora, se o governo françês se propor a transferir de fato a tecnologia dos radares AESA que ainda serão instalados, do sistema de controle de armas e do restante da aviônica fico com o Rafale sem pestanejar!

  3. sim, com os Exocet, eu sei…
    eu sei que é um fã do Gripen…
    Que agora aparece com renovadas possibilidades!

  4. Pegasus

    Meus amigos, a vergonha no brasil esta por um fio, a falencia total do nosso sistema politico esta sendo testada nos proximos dias, uma decisão que ja deveria ter sido tomada, esta sujeita a manobras politicas sem compromissos com o seu proprio país.
    Minhas esperanças de seriedade no desenvolvimento de um sistema de defesa nacional esta indo por terra, e a certeza que seremos sempre uma coloniazinha sem vergonha.
    Jamais o Brasil tera chance como agora de se desenvolver como nação e se fazer respeitar, provando que podemos participar do desenvolvimento do mundo, mas o que esta acontecendo é justamente o contrario, chefes nacionais exitantes nos assuntos chaves, vis e corruptos estão por afundar o respeito proprio de vez desta nação.
    Nossas instituições escolares foram destruidas com ensino de pessima categoria, professores mau preparados e pagos, fazendo um país de ignorante que não tem a menor idéia do que se esta discutindo agora e suas consequencias pro futuro e ainda um sistema de televisão que só passa novelas e futebol e não coloca pra população a importancia do momento e sua consequencia para os proximos 30 a 40 anos.
    Minhas esperanças são poucas e amargas com que estou acompanhando.

  5. Espero q vc é eu estejamos enganados , quanto ao FX 2 e q do mesmo saia um programa de rearmante p esse BRASIL q está obsoleto em termos de armas p sua autodefesa,; precisamos sim de caças, de sbsnuc(08) e mt SSKs (20 )precisamos com uregência destes programa é q o mesmo seje implementado logo, pois temos problemas a vista..o quando , dia e hora e q ñ sabemos. P ontem.

  6. é verdade… falando há algum atrás com uma professora universitária em Compostela, foi essa a conclusão que tirei: um ensino médio de baixa qualidade – massificado sem critério na década de 80 e 80 – é ainda hoje a raiz para a maioria dos problemas do Brasil.
    Na Irlanda, a Educação foi a verdadeira alavanca para o Desenvolvimento (não as autoestradas, nem os Bancos modernos, como fez crer o Cavaquismo, em Portugal).
    E no Brasil, será agora o mesmo, novamente…

  7. França e seu Rafale é td o mais….p ontem.

  8. não era hoje que se conheceria o resultado do F-X2?

  9. Pegasus

    Foi prorrogado ate Outubro.

  10. Pegasus

    2 de Outubro

  11. de novo!
    mas esta novela não termina!

    obrigado pela informação!

  12. Só ,eu disse “só ” até o dia 02/10/09..eles estão querendo tirar o máximo possivel de vantagens destes lances, de repente ,acham q podem comprar um caça e levar , se ñ dois pelo menos a metade disso.Vamos ver,+ q está demorando está .Vamos aguardar, falta bem menos q antes .Devo reconhecer q eles estão agindo certo, vamos continuar a observa-los em cima ,cada movimento deles.É cobrar pelo errado e parabéniza-los por ter acertado . Pra frente BRASIL.

  13. estão sim.
    o processo está a ser muito bem conduzido, do que posso ver, daqui de longe.

  14. vitor hugo

    36 rafale ou 72 gripen? US$10.000 a hora voada ou US$ 4.500? Não precisa ser nenhum brigadeiro ou eonomista para ver que o gripen é a melhor opção para o país. Por estas e outras já ganhou concorrências internacionais,enquanto o rafale…

  15. Mac

    O objetivo principal é adquirir um caça melhor ou fazer um melhor negócio?

  16. As tres coisas, bom negocio, ter um ótimo caça e a tecnológia p produzir , por conta própria , um caça mde in BRASIL… só espero q seje nesta geração ainda.

  17. Silva

    Dos três concorrentes o Rafale na minha opinião é o melhor caça, o Gripen é um caça para países pequenos como Hungria, África do Sul e a própria Suécia, não é um caça para um país continental como o Brasil. E além do mais temos que supor que Chavez provavelmente comprará Su-35BM num futuro próximo, então temos que ter o caça mais avançado possível para essa ameaça. Podem apostar que o Brasil em relação a Venezuela adota um antigo ditado sicíliano, “mantenha os seus inimigos próximo a você para saber como pensam”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: