Daily Archives: 2009/09/11

A mentira oficial sobre o voo da cadela Laika em 1957

Um dos primeiros viajantes no Espaço foi… A cadela Laika. Laika não era um animal de raça, mas um animal vadio, recolhido das ruas de Moscovo. Os responsáveis pela missão acreditavam que um cão vadio e – muito particularmente – uma cadela poderia resistir muito melhor às difíceis condições do Espaço que animal de raça e habituado às comodidades de um lar.

Mas isto era já mais ou menos conhecido… Mas só em 2002 é que se soube, no Congresso Espacial Mundial desse ano que Laika morreu poucas horas depois do lançamento do seu Sputnik 2, em 3 de novembro de 1957. Aparentemente, e segundo o cientista russo Dimitri Malashenkov, o foguetão Sputnik sofreu um problema que impediu a separação do último andar, o que fez com que a cápsula com Laika sofresse humidades e temperaturas muito altas, superiores a 40 graus Celsius que levariam à morte o animal apenas cinco depois do início do voo. Naturalmente, nada disto foi comunicado pela propaganda soviética da época, que classificou o voo como um “absoluto sucesso”, inventando até que Laika tinha ar e água suficientes a bordo e que aterraria – viva – dentro da sua cápsula… Algo que nunca esteve nos planos dos cientistas, mas que foi inventado à última hora pelos propagandistas do regime.

Fonte:
Más Allá de junho de 2009

Categories: SpaceNewsPt | 11 comentários

Quids S16: Que satélite é este?

aaa1L_f

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 30 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S16 | 6 comentários

Sobre os aviões e lançadores de satélites propulsados a… laser e do papel da Força Aérea Brasileira neste projeto

Na verdade, desde a época de Von Braun, isto é, desde finais da década de trinta do século XX, que não se realizaram avanços significativos na forma de colocar um objeto em órbita. Basicamente, para colocar algo no Espaço, coloca-se combustível líquido ou sólido num cilindro, faz-se este arder e pronto, este é o conceito que propulsou toda a Era Espacial. Basicamente, o modelo está esgotado representando os foguetões Soyuz o seu culminar em termos de custo e fiabilidade.

Labortório de Laser do IEAv-CTA (http://www.ieav.cta.br)

Labortório de Laser do IEAv-CTA (http://www.ieav.cta.br)

Trabalha-se em alguns laboratórios do mundo para mudar este estado de coisas. Das várias abordagens a serem estudadas a propulsão a laser é das mais promissoras. O conceito pode até ser aplicado em voos comerciais – na atmosfera terrestre – prometendo a colocação de passageiros de um extremo para o outro da Terra em menos de uma hora! A mesma tecnologia poderia também ser utilizada para colocar cargas em órbita, a uma fracção dos custos atuais e sem a evidente insegurança de se voar sobre um depósito de combustível altamente explosivo…

Esta é a aposta do professor Leik Myrabo do Rensselaer Polytechnic Institute de Troy, em Nova Iorque, que trabalha nesta área há décadas e que agora assiste com entusiasmo a uma experiência com esta forma de propulsão no “Henry T. Nagamatsu Laboratory of Hypersonics and Aerothermodynamics” do IEAv-CTA em São José dos Campos no lusófono Brasil! O projeto resulta de uma parceria entre o Scientific Research Office da USAF e a Força Aérea Brasileira. As instalações em São José dos Campos estão equipadas para num túnel hipersónico dotado de dois lasers de impulso na banda dos infravermelhos com uma potencia de um gigawatt. O túnel tem como objetivo primário testar o lançamento de nanosatélites (com entre 10 a 100 quilogramas) para órbitas baixas (LEO). Entre 1996 e 1999, Leik Myrabo testou vários pequenos aviões protótipo propulsados por laser infravermelho de 10 quilowatts. Segundo alguns estudos, este tipo de propulsão poderia conseguir custos de lancamento por quilograma tão baixos como os 282 dólares, mas… E há sempre um “mas”, para colocar um quilograma em órbita é preciso um laser de um gigawatt… O que ainda não é fácil de encontrar. Felizmente que a tecnologia dos lasers de altas potencias está a evoluir muito depressa, à razão de uma duplicação de potencia de cinco em cinco anos, logo, esta tecnologia será muito viável dentro de muito pouco tempo…

Se for bem sucedida, a experiência conjunta FAB/USAF poderá servir de alicerce a toda uma nova geração de lançadores de satélites que, a prazo, poderá contribuir para uma nova revolução espacial. E onde… O Brasil estará na linha da frente.

Fonte:
http://www.space.com/businesstechnology/090729-tw-laser-lightcraft.html

Categories: Brasil, Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | 6 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade