Daily Archives: 2009/09/04

O que é o “Elevador Espacial”?

Elevador Espacial (http://webecoist.com)

Elevador Espacial (http://webecoist.com)

Um sistema que promete reduzir radicalmente os custos de lançamento de cargas úteis para o Espaço e que promete passar dos atuais 22 mil dólares por quilograma para uma fração deste valor.

A concepção desta solução é descrita pela expressão “elevador espacial”. Num dos mais recentes modelos propostos, o Elevador poderia transportar até aos limites do Espaço perto de 13 toneladas de carga útil, empurrados por raios laser projetados para espelhos refletores montados numa plataforma ligada a um feixe de cabos de nano-tubos de carbono. A base do Elevador Espacial estaria ancorada a uma plataforma petrolífera desativada, o ponto mais extremo de um feixe de cablagens com mais de 100 mil km de comprimento, ligado no outro extremo a um grande satélite geoestacionário.

O sistema permitia colocar cargas úteis no Espaço a uma fracção do preço atual, entre os 200 e os 800 dólares por kg.

A praticabilidade de todo o conceito depende dos nano-tubos de carbono, os quais com apenas alguns centímetros de largura têm uma força e resistência absolutamente únicas entre todos os materiais conhecidos pelo Homem. Descobertos em 1991, os nano-tubos de carbono podem teoricamente ser cem vezes mais fortes que o aço e são tão flexíveis como o plástico.

Atualmente ainda não é possível construir cabos de nano-tubos com mais de alguns milímetros de extensão. Por outro lado, há problemas como os trovões a altas altitudes, turbulências atmosféricas e até o problema básico de propulsar a plataforma com carga até órbita que impedem que o conceito passe à prática. Apesar destas barreiras, há nos EUA vários grupos de entusiastas muito ativos que organizam uma conferencia anual e varias “start-ups” que estão nesta área. No Japão, o governo acordou recentemente a cedência de verbas para desenvolver um projeto idêntico. Em suma, há neste campo uma grande promessa a realizar… Não se sabe é quando.

Nota:
Os cem mil km de extensão deste cabo são muito acima dos 200 a 600 km a que o Space Shuttle costuma orbitar, correspondendo de facto a um quarto da distância Terra-Lua.

Fonte:
http://ciencia.hsw.uol.com.br/elevadores-espaciais.htm

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: | 2 comentários

Quids S16: O que foi encontrado nos esgotos desta instalação?

sss41

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 30 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S16 | 14 comentários

Se o seu Ubuntu 8.10 LTS (após o upgrade) deixou de ter o Screensaver a funcionar…

Se o seu Ubuntu 8.10 LTS (após o upgrade) deixou de ter o Screensaver a funcionar, pode resolver este problema de duas formas (alternativas). O problema consiste no facto do screensaver arrancar, o monitor ficar cinzento e o screensaver não arrancar logo de seguida, como devia.

A primeira funcionou comigo e tratou-se apenas de mudar a resolução do monitor e de recomeçar a máquina.
A segunda é mais complexa e apesar de amplamente documentada na Internet, não foi necessária comigo:
1. Instalar o compiz: Numa janela de Terminal escrever
sudo aptitude install compizconfig-settings-manager
2. Ir a System:Preferences:Advanced Desktop e em General Setting desmarcar o “Unredirect fullscreen windows”

Fonte:
https://bugs.launchpad.net/ubuntu/+s…er/+bug/278112

http://ubuntuforums.org/showthread.php?t=791845http://www.tech-recipes.com/rx/2756/ubuntu_install_compiz_config_settings_manager_configure_desktop_effects/

Categories: Informática | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy