A Apple irá vender o iPhone na China com… backdoors para o regime de Pequim?

Segundo a revista “Business Week” o governo de Pequim teria recebido um pedido da Apple requerendo o acesso a uma licença de rede de forma a poder comercializar o iPhone na China. Até aqui, nada de extraordinário… Ou não, já que se até agora não havia iPhones sendo comercializados na China isso devia-se à insistência do regime de Pequim em recusar que os telemóveis da Apple fossem vendidos com conetividade Wi-Fi. De facto, não existe até hoje na China nenhum telemóvel capaz de usar o Wi-Fi, na norma universal, porque o Governo permite apenas o uso de uma norma chinesa designada “WAPI”, suportada apenas por alguns fabricantes locais e que – segundo se crê – têm vários “backdoors” para que o Governo chinês possam interceptar comunicações nesses telemóveis e introduzir agentes de escuta nesses aparelhos.

Será que a Apple, como outras multinacionais como a Google e a Yahoo, está também a ceder perante as pressões desse gigantesco mercado que é o chinês e preparar-se para suporta a WAPI em iPhones feitos para a China ou retirará – simplesmente – o chip Wi-Fi do iPhone?

Fonte:
http://apple.slashdot.org/story/09/07/11/0216229/Apple-To-Sell-WiFi-less-iPhone-In-China?from=rss

Categories: China, Ciência e Tecnologia | Etiquetas: , | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “A Apple irá vender o iPhone na China com… backdoors para o regime de Pequim?

  1. pedronunesnomundo

    este post – ou esta notícia – devia mais fazer parte de uma enooooorme antologia

    mais que do rol dos espantos

    😉

  2. oh sim… espanto nenhum…
    as multinacionais sempre vergaram a espinha perante o gigantismo do mercado chinês…
    e as que não vergaram pagaram caro: veja-se o caso da Renault!

  3. pedronunesnomundo

    Renault…não me ocorre nada…

  4. “A China não deixa entrar mais automóveis da Renault no país, por considerar que os mesmos apresentam graves riscos de segurança.

    A suspensão da importação de modelos da marca francesa foi assim justificada pela Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspecção e Quarentena da China, que acusa estes automóveis de não cumprirem alguns requisitos técnicos impostos no país.

    A decisão visa os modelos Laguna, Scénic, Mégane 2 e Mégane 2 coupé cabriolet. «Encontramos reiteradamente lotes de veículos de passageiros fabricados pela empresa francesa Renault que não cumprem os requisitos obrigatórios e regulamentos técnicos relevantes do nosso país, e existem graves riscos para a segurança», refere a Administração num comunicado citado pela Reuters.

    Já uma porta-voz da marca francesa diz que a empresa está surpreendida com a decisão, até porque os modelos em causa foram construídos em fábricas que a Renault detém naquela região, mas seguindo os padrões aplicáveis a outros mercados. A mesma fonte sublinhou, ainda, que a qualidade dos produtos da Renault foi comprovada em diferentes estudos.”
    http://diario.iol.pt/economia/china-asia-franca-renault-europa-carros/1069234-4058.html

    esta palhaçada, que aconteceu – coincidentemente – pouco depois do Dalai Lama ter recebido o título de “cidadão honorário” de paris:
    http://www.france24.com/en/20090606-dalai-lama-paris-honorary-citizen-france-china-tibet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: