Sobre a polémica racial no último “São Paulo Fashion Week”

Gisele Bundchen: um bom pretexto para colocar aqui a sua fotografia, em http://images.askmen.com

Gisele Bundchen: um bom pretexto para colocar aqui a sua fotografia, em http://images.askmen.com

Uma das Top Models mais famosas da atualidade é a brasileira Gisele Bundchen. O seu nome, a sua fisionomia e a cor dos seus olhos indicam que tem antepassados germânicos. Como muitas Top Models brasileiras, aliás… Isso está a criar celeuma no Brasil e pela primeira vez desde sempre o conhecido evento de moda “São Paulo Fashion Week”, um dos eventos de moda mais importantes da América do Sul, impôs uma quota de 10% de modelos africanas ou ameríndias.

Como todos os sistemas de quotas, é imperfeito, especialmente num país onde a miscigenação racial é tão comum e profunda (ver por exemplo os cruzamentos raciais que criaram os “caboclos”), mas é uma forma de tentar resolver a clara ausência desses tipos raciais em eventos do género e é uma resposta a uma série de grupos de pressão que reclamavam algo do género já há muito tempo. A média de modelos “africanas” (isto visualmente africanas) tem sido inferior a 3%, e isto numa população onde a etnia alcançará facilmente os 50%. Aparentemente o “mercado” prefere modelos altas e loiras, e medidas como esta dificilmente alterarão alguma coisa… A verdadeira questão, aqui, é a de saber porque é que “os homens preferem as louras” e porque é que as “mulheres preferem ser louras para serem preferidas pelos homens” e toda a gente parece mais ou menos satisfeita (?) com isso…

Fonte:
http://www.news.com.au/dailytelegraph/story/0,22049,25659404-5013554,00.html

Categories: Brasil, Sociedade | 9 comentários

Navegação de artigos

9 thoughts on “Sobre a polémica racial no último “São Paulo Fashion Week”

  1. Pigy Wii

    =S

  2. Eles estão no estágio crendices dos tempos das navegações…uns coitados, ainda são semi selvagens, Lamentavel. Tem-se q fazer um trabalho de educação pública intensiva.

  3. A miscigenação formou uma àfrica na américa do sul, BRASIL com 53% da população parda, é uma coisa boa essa quota, + q ñ vai pegar…eu espero.Tem de existir outros valores p nos realçar em nossa pátria,é nossas mulheres ~sao sem dúvidas as mais lindas do planeta…até a Giselle.

  4. “até a Giselle”?! 🙂
    Eu diria antes… “sobretudo a Giselle”! 🙂

  5. ..ela é BRASILeira , é vc reconheceu o q nós sempre vemos em nossas mulheres, são ímpares. …

  6. pedronunesnomundo

    isto só vem reforçar a minha OPOSIÇÃO FRONTAL a todos os tipos de “quotas” caridosas

  7. as quotas são um tema muito polémico… atualmente, sigo o pensamento de Peter Singer, que as defende como forma de corrigir disfunções do passado. Mas admito áreas cinzentas, naturalmente, rejeitando qualquer literalismo ou fanatismo.

  8. “A verdadeira questão, aqui, é a de saber porque é que “os homens preferem as louras”…” pelo que sei nao parece ser esse o caso em Portugal…

  9. eu sei lá… mas dizem que sim… e que será uma marca remanescente da época em que os visigodos e suevos (louros) se instalaram no nosso território e senhoreavam os descentes dos romanizados, que eram tendencialmente morenos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: