O misterioso desaparecimento e… aparecimento do cargueiro Arctic Sea

O misterioso cargueiro Arctic Sea

O misterioso cargueiro Arctic Sea

Ninguém esperaria ouvir falar de piratas – em pleno século XXI – ao largo das costas portuguesas… Mas aí estão eles de novo.

Este pode ser o estranho caso do cargueiro “Arctic Sea” de 98 metros de comprimento, registado em Malta e tripulado por uma equipagem russa que largou de um porto finlandês a 23 de julho de 2009 com uma carga de madeira para o porto argelino de Bejaia. Perto da ilha sueca (no Báltico) de Oland, o navio teria sido abordado por um grupo de 10 homens, armados, e vestidos como polícias (segundo a agência noticiosa russa Tass). Os piratas teriam dominado a tripulação, detido a tripulação e levando vários artigos não especificados e um telefone de satélite Iridium. Ao que parece, nesse incidente, três marinheiros teriam ficado ligeiramente feridos, abandonando o navio pouco depois. Surge contudo aqui o primeiro sinal de estranheza… É que este ataque foi comunicado à Interpol apenas 10 dias depois do estranho assalto! Porquê este atraso? Estaria o navio ainda nas mãos dos piratas quando reportaram o ataque?

A última comunicação do navio ocorreu às 15:00 de 29 de julho, quando contactou a Guarda Costeira britânica, informando que estava nos Estreitos de Dover e a caminho da Argélia, o seu destino “oficial”. Esta informação foi confirmada pelo sistema AIS de “automatic identification system”, que corrobou a localização. Foi essa comunicação omitiu completamente o ataque. No dia seguinte, a 30 de julho, o navio saiu do AIS, quando estava a norte do porto francês de Brest. O desaparecimento do sinal pode ser normal, já que se sabe que o sistema por vezes perde o sinal, desligado manualmente (pelos assaltantes?) ou… afundado. Mas mais tarde, um avião P-3P Orion da Força Aérea Portuguesa ainda o haveria de avistar no limite da área marítima sob a responsabilidade portuguesa. Esta foi a última pista sobre a localização do navio.

Uma coisa é certo: o navio não chegou ao seu destino. Devia ter aportado à Argélia a 4 de agosto. E Espanha confirma que o navio nunca atravessou os Estreitos de Gibraltar…

A Marinha Russa enviou cinco navios de guerra e três submarinos para o Atlântico, em busca do Artic Sea, complementando o esforço português que o procura com navios e aviões de patrulha P-3. Meios que não serão insuficientes se o navio continuar com o AIS desligado, num oceano tão extenso como o Atlântico…

O jornal russo Tvoi Den dá como certo que o Artic Sea foi atacado por piratas uma segunda vez, por piratas, já perto de águas portuguesas, pouco depois do seu último contacto rádio, isto é, quando estava ao largo de Brest ou a entrar em águas portuguesas. Pelo menos essa é a informação de “uma fonte da Comissão Europeia”, não confirmada…

O navio é de construção recente (1992) e pertence a um armador finlandês e terá que se abastecer novamente de combustível nos próximos dias ou ser reabastecido no mar, talvez esteja agora a receber esse combusível, por transbordo no mar ou a aproximar-se de um porto africano nos arredores, já que uma fonte militar da Guarda Costeira Caboverdiana afirmou há horas que o Arctic Sea se encontrava a 400 milhas da ilha de Santo Antão. Mas como foi localizado? A marinha de Cabo Verde, não tem meios para detectar o navio. A corveta portuguesa Batista de Andrade esteve em julho em exercícios em Cabo Verde no âmbito do Programa-Quadro 2009/2011 de “Projeto 4 – Apoio à Guarda Costeira “GC)”. O navio pode estar ainda no arquipélago e ter localizado o cargueiro, ou um P-3 português, operando no limite do seu alcance, ter localizado o navio e informando as autoridades responsáveis pela região do avistamento, Cabo Verde.

A marinha russa já fez desviar para Cabo Verde a fragata Ladny da classe Krivak, preparando um cenário de resgate e assalto ao navio.

O que se terá passado com o Arctic Sea?

1. Teria sido atacado pela mafia russa, em busca da madeira que transportava

2. Carga secreta, da mafia, incluindo itens nucleares para a Argélia (Governo) ou para os Islamitas locais, interceptada por:

2.1. Mossad

2.2. FSB russo

2.3. Outro grupo de mafiosos

3. Carga secreta de estupefacientes, furtado por um grupo concorrente

4. Um “golpe na Seguradora”, por parte do Armador, como se suspeitou em tempos para com o Bolama…

5. O navio ter-se-ía afundado… Tese abandonada agora que o navio parece ter sido localizado ao largo de Cabo Verde.

Fontes:

http://aeiou.expresso.pt/cargueiro-desaparecido-foi-atacado-perto-da-costa-portuguesa=f530912

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1396210&idCanal=11

http://www.guardian.co.uk/world/2009/aug/11/arctic-sea-missing-ship-pirates
http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1335139&seccao=Europa
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Internacional/Interior.aspx?content_id=1335128
http://www.portalangop.co.ao/motix/pt_pt/noticias/africa/Corveta-Marinha-portuguesa-exercicios-com-fuzileiros-cabo-verdianos,3030db43-33fd-4190-9791-8e3a79491f92.html

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 18 comentários

Navegação de artigos

18 thoughts on “O misterioso desaparecimento e… aparecimento do cargueiro Arctic Sea

  1. Pode qualquer uma dessa hípoteses, vai do FSB Rússo, a CIA dos ianks…+ será q os mesmos ñ estariam em um porto qualquer da própria Rússia , levando uma carga secreta dos mesmos , já pensaram nisto?

  2. voto na tese da carga de droga…

  3. Pode ser, + eu creio q foi algo mt grande das FAs Rússas, daí o Blefe do “sumiço”; ainda + um local coberto pos “N” satélites…, a dfroga vai sempre nos cascos dos navios é são retiradas por pequenos barcos e homens rãs…logo. ..tipo assim :Missil com pontas nuclear novo…

  4. eles (Rússia) dizem que estão a seguir o navio por satélite… creio também que estejam agora a preparar uma abordagem e que já sabiam há muito da sua localização. Daí a proximidade da
    http://flot.sevastopol.info/eng/ship/frigates/ladny.htm

  5. Não acredito nada disso..
    Referenciado nos comentários acima mencionados.
    No passado domingo, à 8 dias atrás, o Russia Today, canal de noticias russo, fazia referência ao Artic Sea, conhorme referi no Kafe Kultura, só que a carga era composta por misseis de cruzeiro com ogivas nucleares.
    A notícia só veio a lume na comunicação social portuguesa, 5ª e 6ª feiras.
    No encalço do Artic Sea está uma frota composta por 6 navios de guerra russos.
    Porque motivo estaria o presidente russo Medvedev preocupado com um cargueiro de bandeira de conveniência maltesa, com tripulantes russos e registado na Finlândia?
    A carga seria madeira ou misseis com ogivas nucleares?
    O destino seria a Argélia?
    Porque motivo seria assaltado duas vezes em alto mar?
    Segundo informações do mesmo Russia Today, o navio terá sido visto pela última vez ao largo da costa portuguesa.

  6. Bokaido

    Caso muito estranho mesmo, a única certeza é que o navio não transporta apenas madeira da Stora Enso. Pelo esforço do governo russo só podem ser armas, e provavelmente nucleares.. Algum serviço de outro país conseguiu essa informação e resolveu agir. Ou então foi um trabalho interno, podem surgir muitos desacordos neste tipo de negócios sujos.

  7. ah sim, madeira acho que é a carga menos importante do navio, sem dúvida… mísseis?… muito plausível… e muito sofisticados, talvez anti-aereos S300 de última geração para a Argélia… isso explicaria o mistério e os 6 navios de guerra. Armas nucleares, já acho mais difícil…

  8. Não sou anjo…
    E os russos também não…
    Porque motivo mandariam parte da frota do Mar Negro, no encalço do Artic Sea?
    É verdade, 6 navios capitaneados pela fragata Ladny
    Pela madeira?
    Porque motivo os finlandeses apressaram-se a dizer que o cargueiro não transportava armas nucleares?
    Porque razão Medvedev se envolveu na questão?
    E porque motivo a Nato se juntou às buscas?
    Pela madeira?

    Porque razão o canal de televisão russa Russia Today veio dizer que o cargueiro transportava misseis de cruzeiro?

    Felizmente o Artic Sea foi hoje encontrado a 300 milhas de Cabo Verde pelo Ladny, onde estão os seus 15 tripulantes a serem interrogados…

    A verdade anda algures por aí…

    E claro que não sou anjo!

  9. é isso mesmo!
    esta história toda tem muita barba e provavelmente nunca saberemos da missa, nem a metade…

  10. Fenix

    È a maior peta que alguma vez vi. È so tanga atrás de tanga o artic sea.dtrevem ter sido manbras conjusta da nato e federção russa.

  11. É possível.
    Com tantos maçons dos dois lados no poleiro…
    Passam a vida a fazer corninhos uns aos outros e a dizer que está na hora da Nova Ordem Mundial.
    Até Almanidejad faz corninhos.

  12. manobras de treino contra a pirataria?
    mas então porquê tanto foco público?
    não me parece…

  13. Li algures que a carga de madeira se destinava ao Irão e que o cargueiro foi desviado pela Mossad…

  14. oS AGENTE DO MOSSAD podem até invadido o mesmo, + sabem q o FSB ,leia-se KGB, vai “cobrar” essa invasão..é eles sempre foram melhores nesse campo, sem falar dos seus infiltrados …os Rússos e Chineses nunca aceitam “bem” esses enganos, fazem a “Vendtta “.

  15. O Kafe Kultura tinha razão:
    http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1353023&seccao=Europa
    Leia o artigo do DN na íntegra.
    Sabe-se lá que mais transportava o navio.

  16. Tarde D+, esse seriamo segundo ou terceiro carregamento, o mossad sabe disto.

  17. “Navio transportava mísseis terra-ar para o Irão”
    ora bem.
    tinha que ser algo assim…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: