Daily Archives: 2009/08/14

O misterioso desaparecimento e… aparecimento do cargueiro Arctic Sea

O misterioso cargueiro Arctic Sea

O misterioso cargueiro Arctic Sea

Ninguém esperaria ouvir falar de piratas – em pleno século XXI – ao largo das costas portuguesas… Mas aí estão eles de novo.

Este pode ser o estranho caso do cargueiro “Arctic Sea” de 98 metros de comprimento, registado em Malta e tripulado por uma equipagem russa que largou de um porto finlandês a 23 de julho de 2009 com uma carga de madeira para o porto argelino de Bejaia. Perto da ilha sueca (no Báltico) de Oland, o navio teria sido abordado por um grupo de 10 homens, armados, e vestidos como polícias (segundo a agência noticiosa russa Tass). Os piratas teriam dominado a tripulação, detido a tripulação e levando vários artigos não especificados e um telefone de satélite Iridium. Ao que parece, nesse incidente, três marinheiros teriam ficado ligeiramente feridos, abandonando o navio pouco depois. Surge contudo aqui o primeiro sinal de estranheza… É que este ataque foi comunicado à Interpol apenas 10 dias depois do estranho assalto! Porquê este atraso? Estaria o navio ainda nas mãos dos piratas quando reportaram o ataque?

A última comunicação do navio ocorreu às 15:00 de 29 de julho, quando contactou a Guarda Costeira britânica, informando que estava nos Estreitos de Dover e a caminho da Argélia, o seu destino “oficial”. Esta informação foi confirmada pelo sistema AIS de “automatic identification system”, que corrobou a localização. Foi essa comunicação omitiu completamente o ataque. No dia seguinte, a 30 de julho, o navio saiu do AIS, quando estava a norte do porto francês de Brest. O desaparecimento do sinal pode ser normal, já que se sabe que o sistema por vezes perde o sinal, desligado manualmente (pelos assaltantes?) ou… afundado. Mas mais tarde, um avião P-3P Orion da Força Aérea Portuguesa ainda o haveria de avistar no limite da área marítima sob a responsabilidade portuguesa. Esta foi a última pista sobre a localização do navio.

Uma coisa é certo: o navio não chegou ao seu destino. Devia ter aportado à Argélia a 4 de agosto. E Espanha confirma que o navio nunca atravessou os Estreitos de Gibraltar…

A Marinha Russa enviou cinco navios de guerra e três submarinos para o Atlântico, em busca do Artic Sea, complementando o esforço português que o procura com navios e aviões de patrulha P-3. Meios que não serão insuficientes se o navio continuar com o AIS desligado, num oceano tão extenso como o Atlântico…

O jornal russo Tvoi Den dá como certo que o Artic Sea foi atacado por piratas uma segunda vez, por piratas, já perto de águas portuguesas, pouco depois do seu último contacto rádio, isto é, quando estava ao largo de Brest ou a entrar em águas portuguesas. Pelo menos essa é a informação de “uma fonte da Comissão Europeia”, não confirmada…

O navio é de construção recente (1992) e pertence a um armador finlandês e terá que se abastecer novamente de combustível nos próximos dias ou ser reabastecido no mar, talvez esteja agora a receber esse combusível, por transbordo no mar ou a aproximar-se de um porto africano nos arredores, já que uma fonte militar da Guarda Costeira Caboverdiana afirmou há horas que o Arctic Sea se encontrava a 400 milhas da ilha de Santo Antão. Mas como foi localizado? A marinha de Cabo Verde, não tem meios para detectar o navio. A corveta portuguesa Batista de Andrade esteve em julho em exercícios em Cabo Verde no âmbito do Programa-Quadro 2009/2011 de “Projeto 4 – Apoio à Guarda Costeira “GC)”. O navio pode estar ainda no arquipélago e ter localizado o cargueiro, ou um P-3 português, operando no limite do seu alcance, ter localizado o navio e informando as autoridades responsáveis pela região do avistamento, Cabo Verde.

A marinha russa já fez desviar para Cabo Verde a fragata Ladny da classe Krivak, preparando um cenário de resgate e assalto ao navio.

O que se terá passado com o Arctic Sea?

1. Teria sido atacado pela mafia russa, em busca da madeira que transportava

2. Carga secreta, da mafia, incluindo itens nucleares para a Argélia (Governo) ou para os Islamitas locais, interceptada por:

2.1. Mossad

2.2. FSB russo

2.3. Outro grupo de mafiosos

3. Carga secreta de estupefacientes, furtado por um grupo concorrente

4. Um “golpe na Seguradora”, por parte do Armador, como se suspeitou em tempos para com o Bolama…

5. O navio ter-se-ía afundado… Tese abandonada agora que o navio parece ter sido localizado ao largo de Cabo Verde.

Fontes:

http://aeiou.expresso.pt/cargueiro-desaparecido-foi-atacado-perto-da-costa-portuguesa=f530912

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1396210&idCanal=11

http://www.guardian.co.uk/world/2009/aug/11/arctic-sea-missing-ship-pirates
http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1335139&seccao=Europa
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Internacional/Interior.aspx?content_id=1335128
http://www.portalangop.co.ao/motix/pt_pt/noticias/africa/Corveta-Marinha-portuguesa-exercicios-com-fuzileiros-cabo-verdianos,3030db43-33fd-4190-9791-8e3a79491f92.html

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 18 comentários

A Índia vai lançar o seu rover lunar Chandrayaan-II em 2013

O rover lunar indiano (http://www.thejes.com)

O rover lunar indiano (http://www.thejes.com)

A segunda missão lunar indiana, a Chandrayaan-II será lançada em 2013 segundo o responsável da agência espacial indiana, G. Madhavan Nair: “A Chandrayaan-II
Deve ser lançada em 2013. A nossa primeira missão lunar, a Chandrayaan-I, permitiu-nos aprender muito sobre o delicado processo de colocar uma sonda em órbita lunar. Mas garantir a aterragem em segurança na superfície lunar é ainda um obstáculo. A Lua não tem uma atmosfera pelo que não poderemos usar pára-quedas. Estamos agora a explorar outras alternativas
.”

O diretor da agência admitiu que a maior dificuldade que a missão teria que vencer era a aterragem do rover. Reconheceu também que a missão indiana a Marte estava atrasada porque faltavam técnicos, empenhados totalmente na missão lunar. De qualquer forma, o plano lunar está a correr segundo os parâmetros esperados e se a Índia conseguir igualar o feito soviético da década de sessenta, com os seus Lunakhod, ganhará uma vantagem significativa sobre a sua rival espacial China…
P.S.: Um dos rumores que corria era que dentro do Lunakhod estava um agente do KGB em missão suicida…
Fonte:
http://www.moondaily.com/reports/Chandrayaan_II_To_Be_Launched_By_2013_999.html

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | 3 comentários

Quids S16: Que rover maior é este?

ssssse

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 30 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S16 | 8 comentários

Estaria um atentado a Pablo Dreyfus na base do “acidente” do voo AF447?

Uma das hipóteses sobre o acidente do voo AF447 da Air France (segundo um artigo do Sunday Herald de 6 de junho) poderia ser a presença nesse voo de destacadas figuras do combate ao tráfego internacional de armas e drogas. Tratava-se de Pablo Dreyfus que viajava no voo com a sua esposa. Ambos tinham trabalhado em conjunto com as autoridades brasileiras no trafego e droga e armas nas favelas do Rio de Janeiro.

Com Dreyfus viajava também Ronald Dreyer, um diplomata suíço e coordenador da Declaração de Genebra sobre “Violência Armada”.

Antes da sua morte Dreyfus, que era assessor do governo moçambicano tinha começado a trabalhar com o governo angolano, país que tem um extenso arsenal de armas, excessos da guerra civil entre o governo e a UNITA.

Tendo em conta a falta de escrúpulos dos traficantes de armas, a facilidade com que teriam acesso a um engenho explosivo e à forma de o fabricar e instalar num avião, será que a presença de Dreyfus e do diplomata suíço são simples coincidências ou… Algo mais?

Fonte:
Más Alla, junho de 2009

Categories: Brasil, DefenseNewsPt, Mitos e Mistérios | Etiquetas: , | 1 Comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade