Daily Archives: 2009/08/10

Quids S16: Que lançamento (nome de missão) foi este?

aaasa47

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 30 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…


NOTA:

O regresso dos Quids!… Sejam bemvindos!

Categories: Quids S16 | 8 comentários

Sobre o protocolo de cooperação entre os presidentes da Junta da Galiza e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte de Portugal (CCDR-N) e a Euroregião Galiza-Norte de Portugal

Foi assinado na cidade do Porto um protocolo de cooperação entre os presidentes da Junta da Galiza e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte de Portugal (CCDR-N). Segundo este protocolo, as duas regiões poderão passar a negociar diretamente a atribuição de fundos comunitários, entre 2014 e 2020, sem que tal processo passe por Lisboa ou Madrid.

O protocolo contêm uma alínea de extrema importância ao definir que a “Comunidade de Trabalho Galiza-Norte de Portugal” a função de se assumir como órgão político com a poderes de interlocução diretos para com a União Europeia.

O protocolo foi celebrado entre o presidente do governo galego, Alberto Nuñes Feijóo e o presidente da CCDR-N, Carlos Lage que no ato referiram a longa história comum entre as duas regiões, assim como os laços linguísticos que unem a Galiza a Portugal. Enfim, Feijóo referiu o “norte de Portugal”, porque sendo um centralista do PPdG (Partido Popular da Galiza) não é propriamente um galeguista autonómico e como a todos os Espanholistas (que acreditam que a Galiza só pode existir como parte subalterna de Espanha), nunca poderia digerir a aproximação entre a Galiza e Portugal, mas apenas com uma região de Portugal…

Carlos Lage, pela CCDR-N, sublinhou as vantagens competitivas desta integração regional, no campo cientifico e económico, no que foi coadjuvado pelo representante da Junta galega. Em suma, ambos concordaram em que os agentes económicos, culturais e científicos deviam encarar a Euro-região como “um espaço unificado, com iniciativas e oportunidades conjuntas”.

O presidente da Junta da Galiza acrescentou ainda que: “Juntos, o Norte de Portugal e a Galiza representam bem mais que a soma das partes, e isso significa que devemos olhar em conjunto para o que se passa com as mudanças nos mercados internacionais”. Acrescentou no final – no Porto, note-se – uma frase que talvez não queira tornar a repetir na Galiza: “a Euro-região tem uma natural vantagem competitiva que ainda não soubemos rentabilizar devidamente”. Sublinhe-se neste contexto que Feijóo é o presidente galego mais espanholista e menos favorável a uma política de defesa da língua portuguesa da Galiza (a “língua galega” dos espanholistas que a classificam erradamente como um “dialeto do castelhano”). Assim, é muito irónico ver Feijóo referir as vantagens competitivas da integração da Galiza no espaço lusófono, já que a tese oficial da Junta é que a Galiza não faz parte deste espaço! Ou já faz quando se trata de abrir aos empresários galegos os mercados dos países da CPLP, mas não quanto se trata de admitir a evidência de que português e “galego” são duas faces da mesma língua?

Fonte:
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1390811

Categories: Galiza, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy