Daily Archives: 2009/07/20

Novos atrasos nas reparações do LHC

O “Large Hadron Collider” (LHC) tem estado fora de serviço desde 19 de setembro de 2008, conforme já referimos aqui várias vezes. A avaria então registada provocou extensos danos que estão a ser reparados deste então. Como as reparações estavam a correr dentro do planeado esperava-se que o LHC regressa-se à atividade em fevereiro de 2010, mas novos atrasos significam que só lá para março é que o LHC poderá tornar a ser ligado. A data estimada para o recomeço da atividade cientifica permanece a mesma: para começos de outubro.

Recordemo-nos de que o LHC só funcionou durante oito dias em 2008, após o que sofreu uma fuga de hélio líquido que danificou seriamente o acelerador. A avaria foi provocada por uma junta mal soldada, que foi reparada, assim como outras em idênticas condições.

Em agosto, o CERN estima poder já ter uma data mais concreto para o recomeço da atividade científica daquela que é a maior experiência de sempre no maior e mais caro acelerador de partículas jamais construído.

Fonte:
http://news.zdnet.com/2100-9595_22-314080.html

Anúncios
Categories: Ciência e Tecnologia | Etiquetas: | Deixe um comentário

Sobre as mordomias e impunidades (?) de Bardim Jonçalves

wehavekaosinthegarden.blogspot.com

wehavekaosinthegarden.blogspot.com

O antigo nababo supremo do BCP, um certo ultracatólico que responde pelo muito (pouco) prestigiado nome “Bardim Jonçalves” expressou recentemente a sua grande indignação pelas acusações de aproveitamento pessoal, fruto de “falsos moralismos”. Bardim reagiu assim ao pronunciamento das acusações do Ministério Público de “crimes de burla qualificada, manipulação de mercado e falsificação de documentos”.

Bardim falou ainda de “justicialismo e de demagogia condenatória” alegando que sempre regeu os destinos do BCP de forma moral e rigorosa. Ou seja, aquelas confusões com os empréstimos perdoados à filharada bardínica nunca aconteceram. As guerrilhas internas pelo poder com a sua criatura Paulo Teixeira Pinto quase levaram o Banco à ruína e levaram os seus acionistas a perderem milhões de euros, uma parte dos quais (600 milhões) o Ministério Público reclama a Jardim já para não falar dos 24 milhões em “prémios de bom desempenho” que ele e a sua cáfila de pseudo-gestores receberam indevidamente.

A estratégia da defesa de Bardim será a de evitar o julgamento a todo o custo, “investindo” parte desses 24 milhões (entre muitos mais) numa legião de mercenários jurídicos (advogados) e de fabricadores de Pareceres a metro pedindo a abertura da instrução do processo.

Entretanto, Bardim não abdicará dos 40 seguranças privados, dois por cada gato e três por cada sapato, de que se faz rodear em cada deslocação para fora da sua mansão dourada em Uagadugu (Capital do Burkina Faso, país muuuuito inseguro que requer tamanho exército privado) assim como de um Falcon 2000 que ele e a sua famelga usam para necessidades absolutamente prementes como comer vichisoises em Paris ou Hamburgueres em Nova Iorque às quartas de manhã. Tudo para pelo BCP, naturalmente.

Para além de todas estas lautas mordomias, Bardim recebe também uma reforma de babilónica, mas secreta dimensão… Se Paulo Teixeira Pinto recebe como reformado 500 mil euros anuais, o decano opusdeiano Bardim Jonçalves deve receber muito mais, como é fácil de adivinhar…

Quem sabe? Talvez haja mesmo Justiça neste país e o BCP consiga retirar a este seu reformado de ouro uma parte destas mordomias, punindo-o pela tremendos prejuízos provocados pelo seu descabelamento, para além claro, da multa de cinco milhões de euros que a Comissão de Mercados de Valores Mobiliários (CMVM) aplicou ao Banco por causa das golpadas de Bardim e demais amigos administradores com compras de ações próprias em Offshores para manipular o valor das ações do Banco. Algo que acontecerá, já que Portugal não é um país das Bananas, onde os ricos se safam sempre. Ups.

Fontes:
http://dn.sapo.pt/bolsa/interior.aspx?content_id=1281365
http://dn.sapo.pt/bolsa/interior.aspx?content_id=1278924
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1273223

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade