A CPLP defende o envio de uma força militar internacional para a Guiné-Bissau

Militares guineenses: Quantos NÃO estão a soldo dos narcotraficantes? (http://news.xinhuanet.com)

Militares guineenses: Quantos NÃO estão a soldo dos narcotraficantes? (http://news.xinhuanet.com)

Domingos Simões Pereira, o secretário-executivo da CPLP, declarou à agência noticiosa Lusa que a CPLP iria “aumentar a intensidade” do diálogo com o governo guineense para que este possa aceitar o envio de uma “força militar de manutenção de paz”. Segundo o secretário-executivo as autoridades locais não teriam compreendido plenamente o alcance e objetivos de tal missão e por isso, estariam hesitantes quanto à sua necessidade.

O que estranha é que o governo guineense está a hesitar em aceitar esta força internacional… É sabido o estado em que se encontra as forças armadas guineenses, divididas em três fações completamente distintas, controladas por diferentes mafias narcotraficantes colombianas. Um governo verdadeiramente isento e livre destas torpes influências, teria todo o interesse em sacudir estes abutres dos galhos que frequentam. Como descrevem muitos bons conhecedores da confusa situação guineense, a melhor opção só pode passar pela dissolução das Forças Armadas, pela transferência das suas missões para uma Força de Paz, idealmente Lusófona, como ESTA que aqui defendemos e num modelo de estabilização do país conforme a ESTE aqui enunciado.

Fonte:
http://aeiou.expresso.pt/guine-bissau-cplp-vai-dialogar-de-forma-mais-intensa-com-bissau-para-envio-de-forca-militar=f520902

Categories: DefenseNewsPt, Defesa Nacional, Lusofonia, Política Internacional, Portugal | Etiquetas: | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “A CPLP defende o envio de uma força militar internacional para a Guiné-Bissau

  1. Revoltado

    Caro Quintus,

    O ideal seria uma missão acordada somente entre os estados lusófonos, sem nenhum tipo de ingerência da ONU, UE e outras associações imperialistas.
    Mas penso que estamos longe disso. Portugal e o Brasil são liderados por internacionalistas a soldo de uns quantos.
    Entretanto, há uma notícia interessante que nada tem a ver com o tópico que deveria ser melhor investigada e vou te passar:

    http://whitewraithe.wordpress.com/2009/06/27/austrian-journalist-files-charges-against-who-u-n-and-several-highest-ranking-government-and-corporate-officials-for-bioterrorism-and-attempts-to-commit-mass-murder/

    O mundo está ficando cada vez mais complicado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: