Os EUA preparam-se para perder para a China a Corrida Espacial para a Lua

A caminho da Lua mas... só depois dos chineses em http://www.linuxdevices.com

A caminho da Lua mas... só depois dos chineses em http://www.linuxdevices.com

Segundo um especialista australiano, os EUA estariam prestes a corrida espacial para a Lua para a China. O avanço constante e cuidadosamente planeado do programa espacial chinês dará rapidamente ao país a capacidade técnica para colocar astronautas (taikonautas) na Lua antes de os EUA conseguirem regressar ao nosso satélite natural.

A China coloca homens em órbita desde 2003, fez o primeiro “passeio espacial” em 2008, na missão Shenzhou 7. Um ano antes, a China colocava uma sonda em órbita lunar e até 2011 vai enviar uma segunda misto. Os planos atuais – e nenhum anterior plano espacial chinês falhou uma data antes – preveem a colocação de um rover antes de 2020.

De facto, atualmente, até a Índia – que começou com grande atraso frente à China – está a recuperar muito rapidamente e após a sua primeira missão lunar, lançada em 2008, vai colocar um rover na Lua em 2012 e irá colocar dois astronautas em órbita antes de 2015.

Há indícios de que a China tenciona colocar um homem na Lua em 2016 e se assim for, então, a derrota norte-americana nesta nova “corrida espacial” estará consumada já que a Orion, que está a ser desenvolvida pela NASA, não estará pronta a realizar a primeira missão lunar antes de 2020. Esta tendência declinante é reforçada pela pouca importância que Obama deu à nomeação de um novo Administrador para a NASA, desde que Michael Griffin se demitiu, com os últimos cortes orçamentais da Agência (que aliás, estão por detrás do programa Orion) e pela atual recessão económica, que está a afetar todos os programas governamentais e mudará as prioridades orçamentais pelo menos durante os próximos dez anos.

Todas estas dificuldades serão aproveitadas pelos seus concorrentes e, sobretudo, pela China, que não deixará passar certamente a oportunidade de realizar um grande golpe de propaganda ao enviar primeiro homens para a Lua… A tecnologia para enviar uma missão tripulada circumlunar já está à sua disposição, e é provável (na sua tradição de “pequenos, mas seguros passos”) que a executem antes de colocar um homem no solo lunar, ou seja, antes de 2016, e nos próximos três a quatro anos. Nas barbas dos americanos, com o seu programa espacial atolado numa burocracia gigantesca, em cortes orçamentais crónicos, falta de visão e estratégia e crise económica profunda.

Fonte:
http://www.moondaily.com/reports/USA_Could_Lose_New_Moon_Race_999.html

Categories: China, Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: , | 16 comentários

Navegação de artigos

16 thoughts on “Os EUA preparam-se para perder para a China a Corrida Espacial para a Lua

  1. Deltóide Latejante

    Deixem-me lá ver se percebi… os chineses lá para 2020, vão repetir algo alcançado em 1969… e isso é uma enorme vitória? Podem ir em 2019 e assim comemoram o meio centenário da ida à Lua! Ou a ida à Lua foi também um hoax?

    http://en.wikipedia.org/wiki/Apollo_Moon_Landing_hoax_conspiracy_theories

    Aliás, esse feito foi “só” alcançado por doze homens…

  2. È isso aí…sai uma potencia e surge outra bem maior…é essa temos de torcer p/ ñ se fragmentar;quem tem de tremer será formosa …talvez o japão…quem viver verá.

  3. mas essa é que é a questão… os EUA hoje, perderam o know-how, a energia e o foco para conseguiram colocar na lua um “programa apollo recauchutado” como o Aries-Constellation.
    Conseguiram no final da década de 60, mas hoje, o programa Aries conheçe recuo após recuo, sendo o último deles a redução da tripulação de 6 para 4…

  4. Bom sem entrar em polémicas, será que os EUA foram mesmo à Lua?
    Porque motivo abrandaram a corrida ao espaço depois de 1975?
    Para mim a substituição do programa Apollo pelo Space Shuttle não foi o mais feliz.
    Não haveria riquezas maiores na Lua, que possibilitassem a exploração mineira do satélite da Terra?
    Até mesmo uma base permanente na Lua seria uma mais valia para toda a Humanidade.
    Sinceramente, espero que outras nações coloquem naves e homens no nosso satélite e que o colonizem.

    Para mim Barack Hussein Obama (CFR e Trilateral) já se revelou há muito tempo. Especialmente depois de tirar força à NASA e abandonar os programas que esta tinha para a Lua e para Marte.

    Estamos desde 2001 a combater a III Guerra Mundial Encoberta, o que dizer do Iraque? do Afeganistão? E dos Piratas da Somália?
    Quem estamos a combater?
    A Al Qaeda?
    Ou estamos a travar um choque de civilizações?
    Quem apoiamos?
    O regime tirânico e sanguinário da Arábia Saudita e das opulentas monarquias do golfo?
    Quem são os bons e quem são os maus.
    E que dizer da táctica usada pelos EUA no Irão, chama-se Guerra Suja.
    A CIA já estava há muito no terreno a preparar a bela confusão que se gerou depois das eleições.

    Agora mais homens para o Afeganistão? Para quê? Os russos saiaram vergados do Afeganistão e o mesmo vai acontecer à NATO. Em 2500 anos de História o Afeganistão proporcionou derrotas militares no terreno aos maiores exércitos do mundo e o mesmo vai suceder à Nato.

    Quanto à questão dos F-22, não estarão eles a preparar-se para os substituir por drones mais recentes?

    Desculpem o alongamento do comentário.

    O Quintus continua óptimo como sempre.

    Um abraço blogosférico.

  5. Desde que seja para vencer os “monstros” que odeiam, as pessoas não se importam de apoiar outros monstros, mesmo que ainda sejam piores…

    Outro assunto:

    Há aqui algo sobre o Irão que não entendo… Há por aí quem apoie o actual regime do Irão que, como se sabe é antisemita e até simpatizante da causa ( comum ) do nazismo. Mas no fundo são é contra os US, que se oposeram ao nazismo. Mas o que pensaria o Hitler destes morenos religiosamente fanáticos, que não são cristãos? Ah! E estamos a falar de gente fundamentalista – relativamente a uma religião. Então, quem é contra os US é a favor de um regime religioso que, por acaso, até é contra a ideologia daqueles que são contra os US… Ou quem é religioso tem de ser nazi para ser conta os US, que no fundo foram tão anti-nazis como aqueles que são anti-religiosos? Então o KKK, anti-US ( moderno ), com laivos de nazismo e antisemita seria como o Irão, mas islamitas e contra as ideologias dos que são contra os US e longe de serem cristãos…

    Vejam se deixam as propagandas…

  6. Mário:
    Foram à lua, sim… essa é a minha convicção. (um dia ainda hei de falar do “hoax” da teoria da conspiração das Apollo).
    O que encravou o programa espacial americano foi o Shuttle, primeiro, que sorveu 90% do orçamento da NASA a um ponto tal que na década de 80 apenas lançaram uma sonda, a Galileu, e mais tarde, a ISS, que a partir de então, juntamente com o oneroso Shuttle (que o Sá gosta tanto… 😉 ) levou quase todo o orçamento da agência. Isto, somando a um orçamento estagnado, atualizado apenas pela inflação desde a década de 60 deu no estado atual de coisas…


    Os nazis tinham excelente relações com o Islão… Apoiavam o mufta do Cairo, contra os britânicos e alinhavam mesmo unidades Waffen SS com muçulmanos bósnios…
    http://en.wikipedia.org/wiki/Mohammad_Amin_al-Husayni

  7. “Os nazis tinham excelente relações com o Islão…” Até já não precisarem deles… Mesmo assim só tentaste explicar uma das “equações”… EHEHEHE!

  8. André Castro

    So em pensar que o Brasil foi um dos primeros paises do mundo a ter um programa espacial ,mas nem conseguiu colocar nenhum satelite em orbita por meios proprios até agora ,já a China e a India que começaram seus programas espacias um pouco depois do Brasil ,já lançaram satelites ,sondas e ja tem planos de chegarem a lua .

    A esperamça é a ultima que morre

  9. Quem me dera que fosse o Brasil a conseguir esses feitos!!

    Rui: Os foguetões estão para a exploração espacial como os biplanos Farman estão para a aeronáutica… Os SS são o verdadeiro caminho – naves!

    Sim, sou teimoso!
    🙂

  10. André, talvez agora…
    e sim, o Brasil está a ficar claramente para trás neste domínio. A Coreia do Sul, p.ex. irá lançar brevemente o seu primeiro satélite com meios próprios…

    Sá:
    Pois, eu sei! O mesmo shuttle que arrasou financeiramente com todo o programa espacial da NASA!

  11. jampgui

    Afirmar que a China ganhará a corrida para a Lua é um exagero, como aliás já foi comentado.
    Mesmo com as dificuldades actuais a dotação financeira da NASA é muito superior à sua congénere chinesa e não é expectável que isso lhe permita grandes feitos.
    Mas claro que quem vai atrás pode aprender com os erros dos que os precederam. O caso do Space Shuttle é um exemplo: mesmo hoje não há tecnologia que permita construir uma nave de facto tão reutilizável como um avião.
    Contudo se os americanos usarem a mesma tecnologia (refiro-me a motores) do programa Apolo, mesmo assim estarão à frente dos chineses.
    Mas a questão é esta: de que serve voltar à Lua? É sobretudo uma afirmação politica.
    De qualquer modo o maior problema técnico não está em lá chegar. Está em lá ficar por tempo útil. A questão do imenso desgaste provocado pelas poeiras lunares, por exemplo, está longe de estar resolvido.
    Este grave problema, embora algo previsível, não foi revelado de imediato pelos americanos. Só agora se fala nele. Quantos outros estarão ainda mantidos em segredo e que os Chineses e outros vão “ter que pagar para ver”?

  12. é factual: se a China colocar primeiro um homem na Lua do que os EUA, ganharam essa corrida. Se ele regressa ou não, quanto tempo ficará, se deixa uma base semipermanente, tudo isso é detalhe.
    A NASA tem mais orçamento, mas gasta-o quase todo na ISS e no no Shuttle… por isso é que o Constellation anda tão atrasado: porque tem que competir por recursos a diminuir com esses dois “glutões”.
    A tecnologia do Apollo já não existe! Não existem nem os motores, nem os edificios para montar os gigantescos Saturn V, há (talvez) o know-how, em planos e blueprints, mas não há mais (sobretudo) a vontade e a dotação orçamental da década de 60…
    o desgate do regolito só é problema em missões de longa duração… este “regresso” dificilmente durará mais do que uma semana.

  13. André Castro

    Sobre o Brasil ,esta programado para o ano que vem o teste de homologação do VLS-1 mas esta tudo atrasado porque o governo brasileiro não assinou os documentos de salva-guardas de um acordo com a Russia ,o VLS-1 usa algums equipamentos russos mas sem esse acordo garantido o VLS-1 não vai poder sair do chão .Até o clonograma da Alcantara Cyclone Space esta atrasado por que as obras de infraestrutura necessarias para o Cyclone 4 no Centro de Laçamento de Alcantara esta parada porcausa da burocracia ,na verdade o maior problema do Brasil é sem duvidas a burocracia .

  14. é verdade… país singular: com dois programas espaciais paralelos, ambos com boas condições para serem bem sucedidos e ambos encalhados por razões não-financeiras, nem tecnológicas!
    Em que o caso do Cyclone é especialmente flagrante e incompreensível…

  15. “Pois, eu sei! O mesmo shuttle que arrasou financeiramente com todo o programa espacial da NASA!”

    Não tenho duvidas que o conceito do Shuttle é o certo, devia ter sido era desenvolvido para naves mais modernas e menos dispendiosas. Para mim, foguetes, fogutões e foguetinhos não são exploração espacial, são um desenrasque, um retrocesso.

    Ir á Lua em 2011 ou 2020 será sempre patético, tendo em conta a data da primeira alunagem. Nestas datas já se devia estar a pensar em Marte!

  16. eu sei… o Shuttle tal como avançou foi uma série assassina de compromissos… devia ter sido um aparelho totalmente reutilizável…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: