Daily Archives: 2009/06/08

Usando Centros de Dados como… fontes ecológicas de energia e calor

Quem já esteve num Centro de Dados de uma qualquer grande empresa (eu vivo praticamente dentro de um) já deve ter reparado que aquilo gera mesmo muito calor e que… se o ar condicionado por alguma razão deixa de funcionar em poucos minutos não falta muito tempo para que comecem a surgir alertas de excesso de temperatura em servidores e alguns, não muito tempo depois, os mais sensíveis ir-se-ão desligando sozinhos para se defenderem de excessos de temperatura.

Segundo um relatório do “Lawrence Berkeley National Laboratory” entregue ao Congresso dos EUA, todos os centros de dados dos EUA sugariam da rede elétrica nacional um valor estimado em mais de 7 gigawatts! Sete, parece pouco… Mas está muito longe de o ser, já que por exemplo a central nuclear brasileira de Angra, com os seus geradores produz “apenas” pouco mais de 10 gigawatts por ano, quando todos estes centros de dados alcançam este valor simultaneamente, no mesmo minuto! De facto, o Laboratório estima que a cada momento, pelo menos quinze centrais elétricas – de 1.000 megawatts de potencia, cada – estejam em permanência a trabalhar para fornecerem energia a estes centros de dados.

E se alguém se lembrasse de aproveitar todo este calor para algum propósito além do de derreter processadores de servidores? Bem, foi isto mesmo que fez o laboratório de pesquisa da IBM, em Zurique que desenvolveu um protótipo que além de reduzir em metade a quantidade de calor emitida por estes centros tão sorvedouros de energia elétrica, também consegue reutilizar o calor assim produzido para aquecer os escritórios e residências nos arredores. A instalação experimental da IBM reutiliza até 85% do calor gerado no seu centro de dados, o que permite uma poupança energética de metade da energia que seria consumida em condições normais.

Fontes:

http://www.informationweek.com/blog/main/archives/2008/11/ibm_demos_reuse.html

http://www.centrodeinformacao.ren.pt/EN/Pages/CIHomePage.aspx

http://en.wikipedia.org/wiki/Angra_Nuclear_Power_Plant

http://www.spectrum.ieee.org/nov08/7007

Anúncios
Categories: Ciência e Tecnologia, Ecologia, Economia, Informática | 4 comentários

Procedimento de alteração da Office Installation Path quando a instalação do Access 2000 corrompe a do Snapshot Viewer

1. Se a abertura de um .snp pede a installation path após a instalação do Access 2000 e esta já não está disponível (pq o snp viewer está corrompido e modo de repair)

2. Copiar o kit de instalação contendo o data1.msi para disco local ou uma path de rede acessível à conta do user

3. Abrir um CMD em conta de local admin e dar o comando MSIEXEC /i \data1.msi REINSTALL=ALL REINSTALLMODE=vomus /qb

4. Após isto, aparece a caixa de repair do Office, mas como a path foi mudada no comando em 3 já encontra o data1.msi

Categories: Informática | Etiquetas: | Deixe um comentário

Quids S16: Como se chamava (nome da época) este engenho?

ddd31223

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 30 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S16 | 14 comentários

Todos os anos, são transacionados no mundo mais de 500 biliões de dólares de bens contrafeitos

Todos os anos, são transacionados no mundo mais de 500 biliões de dólares de bens contrafeitos. Tudo se falseia, desde DVDs dos últimos filmes de Hollywood até ténis Adidas e pilhas Duracell, como prova uma recente apreensão feita na Holanda. Toda esta imensa fortuna depende – assim como os lideres dos grupos piratas somalis – dos opacos e pouco escrupulosos bancos do Dubai.

Até quando? Quando serão capazes os países civilizados deste mundo de tolerar níveis de contrafação absolutamente esmagadores em países como a China e a conduta inescrupulosa dos banqueiros do Dubai?

Fonte:
Podcast de Doug Henwood

Categories: China, Sociedade | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade