Sobre a relação (científica) entre a masturbação e o cancro da próstata

“Um estudo insiste, porém, em que masturbar-se mais que uma vez por semana aumenta o risco de cancro da próstata. Publicada em janeiro no “British Journal of Urology International”, a análise dos hábitos íntimos de 840 homens é categórica. (…) E é a masturbação frequente. Não o número de relações sexuais, que pesa no risco. “É provável que haja uma relação entre necessidades sexuais fortes e uma taxa elevada de hormonas masculinas, factor de risco do cancro da próstata”, explica Polyxeni Dimitropoulos epidemologista da Universidade de Cambridge. Passados os 50 anos, a masturbação parece ter um efeito protector, ao libertar toxinas. (…) Já as relações sexuais só tem vantagens. Protegem contra doenças cardiovasculares, depressão e excesso de peso. Na dúvida, vale mais tirar partido do sexo a dois do que a sós!”

Pois. Portanto não existe propriamente uma relação direta entre a pratica onanista frequente (que nos estudo parece ser aquela que é praticada todos os dias) e o tumor na próstata. A relação é indireta, já que é a existência de elevados níveis de hormonas masculinas no sangue que está por detrás de uma alta probabilidade de contrair cancro na próstata e não a própria prática masturbatória. Podemos assim ser o mais puritano dos monges, inscrevermos-nos em todos os clubes de virgens que há na Terra, que isso de nada vale: não é o excesso de masturbação que cria o cancro da próstata, são as altas concentrações de testosterona no sangue e essas, são de origem genética e impossíveis de conter. A menos que… Injetemos em nós hormonas femininas e esperemos pelos efeitos colaterais da opção…

Fonte:
Courrier Internacional, abril de 2009.
Em
Science Journal, Montreal

Categories: Ciência e Tecnologia, Saúde | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Sobre a relação (científica) entre a masturbação e o cancro da próstata

  1. pedronunesnomundo

    bem, mal por mal…
    😆 😆

  2. por mal… mais vale cortar mesmo e assim garantir que não há hormonas a mais, certo?
    dizem que só doi nos primeiros 40 anos, depois, mal se nota…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: