Daily Archives: 2009/05/30

Verifique o que anda a atrasar e a tornar lento o seu Blog…

Se acha que o seu blog está particularmente lento experimente aceder a

http://tools.pingdom.com introduza o endereço do seu blog, p.ex. http://movv.org em “URL:” e clicar em “Test Now”.

Observe, no fim da página o tempo de carregamento total da página (a minha ronda os 7 segundos, o que é bom) tendo em atenção as barras maiores que serão os links, imagens e páginas que atrasam mais o seu site. Se tiver algumas que destoam das demais e atrasam a página, remova-as. Por exemplo, no meu caso, há duas imagens externas que ocupam quase 3 segundos desses sete e que são bons candidatos a sair fora… Tenha especial atenção a links a vermelho (geralmente imagens) que estão “mortos” ou seja, que foram apagados e que estão apenas a atrasar a sua página.

Categories: Blogging, Blogs, Informática | Deixe um comentário

Quem votou e em que direção no “Pacote das Telecomunicações” que foi a plenário no Parlamento Europeu?

Talvez se recordem que recentemente apoiei muito veementemente uma campanha de envio de mails para as caixas de correio dos nossos eurodeputados, pressionando-os para que votassem contra esse afrontamento que era o “Pacote das Telecomunicações“. Ora, na altura andei pelo site do Parlamento Europeu em busca da direção dos votos de cada eurodeputado português, procurando saber quem tinha votado a favor do interesses das empresas de acesso à Internet e quem tinha votado contra nós, consumidores e utilizadores. A informação não estava disponível e continuava não estando nos dias seguintes…

Felizmente, o blog http://cabalas.blogspot.com conseguiu cumprir essa missão e graças à nossa comentadora habitual Nehalen (bem haja!) eis então o sentido dos votos dos senhores eurodeputados:

A Favor (dos internautas portugueses)

GUE/NGL: Ilda Figueiredo (PCP), Miguel Portas (BE), Pedro Guerreiro (PCP)
PPE-DE: Ribeiro e Castro (PP)
PSE: Ana Gomes, Armando França, Edite Estrela, Elisa Ferreira, Emanuel Jardim Fernandes, Francisco Assis, Jamila Madeira, Joel Hasse Ferreira, Manuel dos Santos, Paulo Casaca (PSs)

Contra (os internautas portugueses)

PPE-DE: Assunção Esteves, João de Deus Pinheiro, Vasco Graça Moura (PSDs)

Abstenções:

PPE-DE: Duarte Freitas, Luís Queiró, Sérgio Marques, Silva Peneda (PPs e PSDs)

Daqui se infere rapidamente que quando o Pacote das Telecoms regressar ao plenário a força do seu Lobby irá abater-se sobre os deputados que se abstiveram, ou seja, sobre os deputados que se afastaram do voto pró-empresas do PSD e contra o PP… Será da banda da direita portuguesa que poderão vir os “vira-casacas”. Estejamos portanto atentos a “viragens ideológicas” destas bandas e preparemos-nos para a mesma logo que… forem eleitos a 7 de junho de 2009!

Não nos esqueçamos também de recordar – através do nosso voto – os votos dos senhores do PSD que alinharam – contra nós – a favor das empresas de telecomunicações…

Categories: Ciência e Tecnologia, Economia, Informática, Movimento Internacional Lusófono, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: , | 4 comentários

Três Questões sobre o “Caso Alexandra Zarubina”: A Questão Político-Diplomática; A Questão do “Descrédito na Justiça” e A Questão da “Má Lei”

1. A Questão Político-Diplomática: Como no ainda muito vivo na memória de todos nós, “Caso Maddie”, este “Caso Alexandra Zarubina” parece ter um carácter político muito vincado. A pressão que a Embaixada russa exerceu junto da mãe para que esta alterasse a decisão inicial de regressar à Rússia sem a filha, conseguindo que esta mudasse a posição inicial foi um primeiro indício… A súbita e a contracorrente decisão do juiz de Guimarães fez também com que muitos acreditassem que houve pressões aos mais altos níveis entre a Rússia e órgãos do governo portugueses para que este Tribunal alterasse a decisão das instância anteriores a favor do interesse russo. Se assim foi, será que os altos contactos da família de Gerry McCann no Partido Trabalhista e as suspeitas de que terão havido telefonemas para Lisboa, pressionando para que a investigação fosse desviada de rumo, têm também aqui, no “Caso Alexandra” fundamento?

2. A Questão do “Descrédito na Justiça”: O sistema judicial em Portugal atravessa a sua maior crise de sempre. Não há dúvidas absolutamente nenhumas disso. Um tal descalabro, uma tão generalizada descrença na Justiça, nos seus agentes e no próprio conceito está a minar a partir dos mais fundos alicerces as bases de toda a sociedade portuguesa e este é, atualmente, mais que o Desemprego, mais do que a Crise, mais do que qualquer outra questão, o principal problema da atualidade. As causas são diversas e concorrentes, acumulando hoje, uma miríade de erros do passado, que não conseguiríamos apresentar aqui de forma exaustiva… Mas exprimem-se numa multiplicidade de decisões judiciais que a opinião pública não reconhece como justas; em erros judiciais flagrantes e quase diários; a atrasos criminosos em processos de Trabalho e de Família; a faltas de educação e respeito das mais básicas expressas em acórdãos das mais altas instâncias; à utilização da Justiça como palco de guerras corporativas em torno de privilégios injustos e obsoletos; à escassez de meios generalizada; ao desleixo e impreparação de muitos; à pressa com que as últimas fornadas de juízes foram saindo do Centro de Altos Estudos Judiciários, etc, etc, etc.

3. A Questão da “Má Lei”: Parece evidente que a lei da Adoção tem graves lacunas. A sua omissão de concreto no campo da “defesa dos melhores interesses” da criança deixa aos juízes mais imaturos ou insensíveis demasiada margem de manobra e coloca frequentemente em risco os ditos melhores interesses da criança. Urge despertar os nossos deputados das suas estéreis guerrilhas partidocratas e obrigá-los pela via peticionária a mudar esta lei cega e cruel que não respeita os laços afetivos e as emoções e sentimentos das crianças assinando ESTA petição, e forjando assim um quadro legal que impeça os dramas de novos “Casos Alexandra”.

Fonte:

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1383809

Categories: Política Internacional, Política Nacional, Portugal, Sociedade, Sociedade Portuguesa | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Carta Aberta ao candidato a Deputado Europeu Miguel Portas (Bloco de Esquerda)

Miguel Portas em http://copy.pnn.pt

Miguel Portas em http://copy.pnn.pt

Carta aberta ao candidato a deputado europeu Miguel Portas

Senhor Miguel Portas

Recentemente tive o desprazer de ler numa entrevista sua ao jornal “Sol” que o senhor reconhecera nunca ter tomado a palavra no Parlamento Europeu, nem que ali apresentara uma única proposta de lei, moção, etc. Nela, o senhor admitia que “o povo o haveria de julgar”, falando de barriga cheia e parecendo alimentar uma crença desproporcionada nas sondagens que dão como certa (?) um reforço substancial na votação no Bloco de Esquerda.

Caro senhor candidato. Não tome como certa a sua eleição, que muitos convencimentos semelhantes jazem hoje na poeira da História, de Pirro a Napoleão. Não creia na acefalia do povo português, na sua crónica incapacidade de separar um “voto de protesto” num Governo e no seu desconhecimento da sua nula carreira parlamentar no PE. Não creia, mas tenha como certo que se eu sei aquilo que (não) andou a fazer no PE, outros também já o sabem e se uns sabem, muitos poderão saber e… Quem sabe? Talvez sejamos suficientes para lhe dar o banho de realidade que está a precisar tomar.

P.S. Esta mensagem foi enviada diretamente para a caixa de correio eletrónico de Miguel Portas, no Parlamento Europeu. Como anteriormente, aquando da votação do “Pacote das Telecomunicações” não houve qualquer resposta – nem sequer automática – não duvidamos que a esta teremos como resposta novo lacónico, mas bem eloquente, silêncio…

Categories: Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade