Daily Archives: 2009/05/24

UnitedLex: O Outsourcing indiano de… advogados

Se pensavam que, na Índia, o outsourcing se limitava à área das tecnologias de informação… desenganem-se. Uma próspera empresa indiana está a resistir particularmente bem à presente recessão mundial e não oferece serviços de call center ou de outsourcing informático mas… serviços jurídicos. Trata-se da UnitedLex, uma empresa que está não somente ao abrandamento da economia indiana, como até a aumentar o ritmo do seu crescimento porque o seu core business é a prestação de um novo termo designado por “legal outsourcing”. A oportunidade de negócio aproveitada pela UnitedLex consiste no reconhecimento de uma estratificação da área legal, com diferentes níveis de serviço e graus de exigência.

As maiores clientes atuais da UnitedLex são grandes e médias empresas norte-americanas que procuram assim reduzir os custos dos seus departamentos legais. A empresa indiana tem 70% dos seus colaboradores com graduações dos prestigiados IITs (institutos de tecnologia) indianos, tem vários médicos, especializados em casos clínicos. A empresa segue os mesmos exigentes padrões de admissão das universidades indianas, já que em cada vaga de novos candidatos (entre 100 e 200 de cada vez) apenas 10 são admitidos.

No total, a empresa acolhe 240 advogados indianos, com formações universitárias de 3 ou 5 anos, um número que cresceu 400% desde o ano passado estando hoje a maioria empenhada em tarefas relacionadas com a atual crise financeira.

Não deixa de ser curioso que o conceito de Outsourcing comece a extravasar da área das Tecnologias de Informação até outras áreas de atividade, como a advogacia. Sobretudo porque durante muito tempo estes profissionais se julgavam imunes a esta Tempestade que ia varrendo áreas inteiras de TI nas organizações… No concreto, estes advogados da UnitedLex – assim como os de outras empresas semelhantes que agora começam a surgir – terão que acumular os seus anos de ensino jurídico na Índia com outros anos de adaptação aos regimes jurídicos dos países a quem prestam serviços em Outsourcing. Como todos têm mestrados, isto implica que cada um deles acumula quase dez anos de ensino superior, numa sociedade onde este é extremamente exigente e onde a margem para a indulgencia que caracteriza cada vez os sistemas de educação ocidentais é nula. A Índia – ao contrário da China – já percebeu à muito tempo que é na qualificação das suas pessoas que irá assentar cada vez mais o seu progresso social e económico. É certo que a sociedade indiana, com mais de 500 milhões de pessoas no mundo rural, vivendo na mais básica miséria, com um cruel e obsoleto sistema de castas e com níveis de infraestruturas indignos de qualquer país desenvolvido, tem ainda grandes problemas a resolver. Mas, ao contrário dos paradigmas neoliberais que acreditam que o futuro da indústria são os baixos salários (China), e a tercialização das economias (Ocidente) a Índia compreendeu bem que o futuro são as Pessoas.

Fonte:
http://www.unitedlex.com/unitedlex-news/media-coverage/

Anúncios
Categories: Economia, Política Internacional, Sociedade | Etiquetas: , | Deixe um comentário

A Tailândia escolhe o Saab Gripen

Saab Gripen

Saab Gripen

Não é segredo para ninguém que – apesar de fabricar um dos melhores aviões do mundo, na sua classe – o sucesso comercial do Saab Gripen tem sido, na melhor das leituras, modesto. Para além da própria força aérea sueca, apenas a República Checa, a Hungria e a África do Sul operam o aparelho.

Por esta razão, a decisão tailandesa de favorecer o aparelho sueco numa disputa que envolvia também o sempre muito difícil de bater Sukhoi SU-30, o MiG-29 (com um preço muito competitivo) e o eterno derrotado em concursos deste género, o Rafale francês é importante para a Saab e terá que despertar a atenção de países que também estão a avaliar o aparelho, como o Brasil. De permeio, a poderosa influência económica e política dos EUA também se fazia sentir, com o F-16 alinhando-se como favorito… O facto da Força Aérea Tailandesa operar 50 F-16 A e B (Block 10 e 15), reforçava ainda mais a proposta da Lockheed Martin, assim como o facto dos aviões a serem substituídos serem uma frota envelhecida de caças F-5 B e E. Assim, a proposta sueca teve que apresentar um fortíssimo pacote de contrapartidas industriais para vencer este duro concurso algo que se terá devido a um generoso pacote de contrapartidas industiais, contratos de manutenção, cooperação logística, transferência de tecnologia e científica.

O competitivo pacote sueco inclui numa primeira fase a entrega de 6 gripen, com peças sobresselentes e treinamento, assim como um Saab Ereiye S-2000 AEW.  Nesta fase 1, a Tailândia vai investir 600 milhões de dólares, a pagar até 2012. Na fase 2, serão entregues mais 6 Gripen, novamente com peças e treino, assim como um segundo avião AEW, mas desta feita por apenas 500 mlhões de dólares, a pagar entre 2013 e 2017.

Fontes:
http://www.gripen.com/en/MediaRelations/News/2007/071017_thai.htm

http://en.wikipedia.org/wiki/JAS_39_Gripen

http://en.wikipedia.org/wiki/Royal_Thai_Air_Force#Aircraft_inventory

Categories: Brasil, DefenseNewsPt | Etiquetas: , , , | 1 Comentário

O netbook “Magalhães” da JP Sá Couto inicia a sua carreira internacional…


(Netbook “Magalhães” da JP Sá Couto em http://globpt.com)

Um protocolo recentemente assinado entre o Ministério da Educação e Ensino Superior de Cabo Verde e a empresa norte-americana Intel vai permitir que o projeto caboverdiano “Mundu Novo” utilize equipamentos Classmate, conhecidos em Portugal sob a designação “Magalhães”. Estes “netbook” são fabricados pela empresa portuguesa J. P. Sá Couto que introduziu modificações locais em parceria com a empresa portuguesa CEIIA introduzindo no Classmate um novo design, um écran de maiores dimensões, mais memória e opções de conectividade adicoonais como o 3G ou o WiMAX.

O programa caboverdiano inspira-se no “e-escolinhas” português e, como ele, ambiciona entregar aos alunos do ensino básico o computadores portáteis de baixo custo participando no “Mundu Novo” também o governo português que em março, aquando da visita de Sócrates a Cabo Verde terá oferecedo 60 “Magalhães” a alunos de duas escolas cabo-verdianas.

O plano é instalar uma ligação à Internet em todas as escolas do país lusófono até 2011 e disponibilizar mais de 150 mil “Netbooks”, dos quais, um número incerto será “Magalhães”.

Atualmente, existem contratos assinados de exportações do Netbook português para o Brasil e para a Venezuela, havendo negociações em curso com Angola e Líbia. Há também alguns contactos estabelecidos, segundo a administração da empresa portuguesa com Bélgica, Luxemburgo, Hungria, Roménia, Moçambique, Argentina, Emirados Árabes Unidos, Macau e Cabo Verde.

Fontes:

http://www.portatilmagalhaes.com/mundo/lista-de-paises-interessados-no-magalhaes/

http://www.portatilmagalhaes.com/mundo/brasil-belgica-e-luxemburgo-querem-computador-portugues/

http://www.intel.com/pressroom/archive/releases/20090109comp.htm?iid=SEARCH

http://tek.sapo.pt/noticias/computadores/magalhaes_e_peca_central_do_mundu_novo_em_cab_990497.html

Categories: Ciência e Tecnologia, Educação, Informática, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade