Mari Alkatiri defende o envio de uma força de manutenção de paz para a Guiné-Bissau

Mari Alkatiri

Mari Alkatiri

Mari Alkatiri, enviado especial do Presidente de Timor-Leste à Guiné-Bissau, declarou que o período pós-eleições presidenciais “o mais crítico” e advogou um “plano de contingência” capaz de garantir padrões de estabilidade e paz mínimos exigidos para que o país lusófono deixe o estado caótico em que se encontre e reencontre o caminho do desenvolvimento económico e social.

“Quando as pessoas dizem que devemos ter um tipo de força para proteger os candidatos durante o período eleitoral, para proteger as personalidades políticas, eu diria que devemos ter alguma coisa preparada em termos de plano de contingência para apoiar as autoridades legitimamente eleitas a implementarem os seus programas”, acrescentou Alkatiri.

O que nos remete diretamente para a:

Petição em prol da Construção de um Estado de Direito Democrático na Guiné-Bissau

Já assinou?

Fonte:

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Interior.aspx?content_id=1218353

Categories: Política Internacional, Portugal | Etiquetas: | 7 comentários

Navegação de artigos

7 thoughts on “Mari Alkatiri defende o envio de uma força de manutenção de paz para a Guiné-Bissau

  1. pedronunesnomundo

    *CP, de tanto me cruzar com esta personagem, tenho de – totalmente à margem do conteúdo do teu post! – deixar-te uma luz a piscar sobre um nome: Maggiolo Gouveia. “Eventualmente” associado pela História de Timor a este cavalheiro e suas proezas.*

  2. http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Interior.aspx?content_id=765839
    desconhecia esse episódio (triste) da história de Timor…
    obrigado pela informação, Pedro!

  3. Será mt triste que o mesmo fique = à somalia, é o BRASIL pode fazer alguma coisa pelos mesmos, temos de ter nosso “Orgãos” + a ONU p/ dar legalidade a qualquer intervenção em outro país soberano.

  4. havendo a dúvida de saber se o atual ou futuro governo guineense terá a liberdade (dos narcotraficantes) suficiente para fazer esse apelo… o que duvido.

  5. Fenix

    Á sectores dentro da Guiné Bissau que não querem essa entervenção.O nacrotrafico é mais uma maneira de alguns politicos e militares corrupos ganharem dinheiro ás custas do povo.Mas africa está cheia corrupos e de ditadores,assim como em paises ditos mais ivoluidos também os há, e alguns eleitos democraticamente á custa dos lobby empresas e da banca.Vivemos realmente em democracia ou apenas nos deitão areia para os olhos?! Temos o exemplo da união europeia que o seu maximo representante é eleito por deputados mas não eleito por votos da polulação universal.Os eurodepotados sao eleito para defender cada pais mas realmente é isso que eles fazem?!Não eles apenas defendem uma ideia imposta pelas grandes potencias da economia europeia.Cada pais é trado de maneira diferente devião todos ser tratos da mesma maneira.´Tratados impostos pelo medo de a solida europa ruir,mas ela vai ruir,com o seu proprio peso das sua imposições.

  6. Cadê a ONU para convocar países = ao BRASIL p/ acabar com essa coisa…vai virar uma bola de neve, se ñ ocorrer punições, um estado sitiado e infiltrado. É a derrocada moral.

  7. fenix:
    não, eles (os eurodeputados) defendem sobretudo os interesses dos seus partidos e dos seus lobbys que os financiam e só depois, muito depois, os interesses dos seus eleitores.
    Por isso defendo candidaturas independentes à Assembleia e ao PE.

    Carlos:
    A ONU tem que intervir. Mesmo se o expresso aval do “governo de transição” guineense, já que este é demasiado fraco e dependente dos interesses das narcomafias que controlam o exército e a polícia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: