O Japão forneceu componentes ao programa de mísseis norte coreano

Os lançadores da Coreia do Norte em http://standeyo.com

Os lançadores da Coreia do Norte em http://standeyo.com

Um dos países mais ameaçados pelo programa balístico norte-coreano é o Japão… Constantemente sobrevoado pelos mísseis coreanos em voos de “teste”, albergando várias bases e instalações norte-americanas que são alvos potenciais para ataques balísticos com ogiva convencionais, químicas ou até nucleares e tendo uma “história antiga” nunca resolvida com a Coreia que data da Segunda Guerra Mundial, estranha-se muito a notícia segundo a qual teriam sido encontrados equipamentos de alta tecnologia fabricados no Japão e comprados através de intermediários chineses. O navio teria sido apresado em 1999, num porto indiano mas a informação teria sido mantida reservada pelos indianos, provavelmente por causa das ligações conhecidas entre a Coreia do Norte e o arquirival indiano, o Paquistão… O destino do cargueiro, naturalmente…

De novo, a China ou empresas chinesas aparecem envolvidas em operações mais ou menos escuras com o regime norte-coreano e na transferência de tecnologia balística para este país, sendo certo que se não fosse este apoio o regime de Pyongyang não teria sido capaz de progredir tanto neste campo ao ponto de se tornar atualmente num dos maiores exportadores mundiais de mísseis balísticos de médio alcance. Quanto ao Japão… talvez tenha chegado a altura de conter melhor as suas exportações para Pequim, a menos que queira que estas regressem à origem, transformadas e integradas em… mísseis que se abatem sobre as cidades japonesas.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/Japan_products_found_on_NKorea_missile_kit_vessel_report_999.html

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 6 comentários

Navegação de artigos

6 thoughts on “O Japão forneceu componentes ao programa de mísseis norte coreano

  1. Pegasus

    E viva o dinheiro, isso só vem ao encontro daquele ditado “Pagando bem, que mal tem”, etica não parece preocupar o mundo dos negocios, voce pode bloquear Cuba para ter dificuldade ate pra se alimentar, mas não impede seu aliado de passar produtos tecnologicos a um inimigo mortal.
    Por favor, gostaria muito de ler o comentario de todos porque isso não é so uma questão financeira, mas tambem etica, moral e diplomatica.

  2. estas peças podem ter sido compradadas no mercado. não excluo essa possibilidade, mas mesmo se assim foi (isto é, se o vendedor e o fabricante desconheciam o cliente final) isso levanta sempre algumas questões sobre até que ponto é realmente vantajoso este “mercado livre” que agora nos dizem ser garantia de saúde para as economias…

  3. Ai está, se ñ tem etica, se é só negocios…então está a consequência dos negocios…misseis cainso no seu mar…vai a guerra ;vai piorar as coisa… Temos de ter etica em td em nossas vidas..

  4. é isso mesmo: comércio sem valor é crime e um dano que retorna centuplicado…

  5. não é a primeira vez que isso acontece ha alguns anos vi uma material que denunciava que taiwan havia fornecido componentes para o programa de armas químicas da coréia do norte, acho que os estados unidos não tem tanto controle sobre seus aliados (com e sem aspas)

  6. Carioco

    Na verdade, não são itens “fornecidos pelo Japão à Coreia do Norte”. São compras feitas por países “amigos”, como a China, e desviadas para a Coreia do Norte. Essa é a estratégia chinesa: criar inúmeros “inimigos anões”, para despistar a atenção contra si.

Deixe uma Resposta para Clavis Prophetarum Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: