Sobre a escalada recente de ataques dos piratas somalis

Piratas somalis, prestes a abordar um cargueiro em http://www.javno.com

Piratas somalis, prestes a abordar um cargueiro em http://www.javno.com

A atividade dos piratas somalis não tem parado de aumentar, este ano… Recentemente, um navio grego com 22 tripulantes foi capturado e pouco antes, um cargueiro com bandeira do Togo, sofria idêntico destino. No dia anterior, o mesmo tinha acontecido a dois pesqueiros egípcios, factos que aconteciam praticamente ao mesmo tempo em que eram anunciadas operações militares francesas e norte-americanas contra piratas que lograravam libertar reféns, à custa de baixas entre os piratas e raptores. Esta vaga de ataques recente indica que a atividade pirata está muito longe de abrandar e as atividades militares francesas e norte-americanas parecem estar em vez de dissuadir futuros ataques, ter acirrado ainda mais a vontade dos piratas somalis. De facto, um tal de Jama Si’ad, um líder pirata sediado na cidade costeira de Harardhere, onde estão sediados a maioria dos bandos de piratas somalis declarou que “agora vamos retaliar contra alvos norte-americanos” e adiantou ainda que nacionais franceses e norte-americanos que os seus homens viessem a capturar seriam executados e os seus corpos mostrados aos meios de comunicação.

Perante tal escalada – bem provável – a curto prazo há apenas como resposta um aumento do esforço militar na região, assim como uma maior racionalização dos consideráveis meios aqui já empenhados por diversos países (20 navios de quase 10 países!)… A estratégia de deter os piratas para os soltar a seguir ou entregá-los às “autoridades somalis” (uma ficção) tem também que ser alterada e a decisão da Administração Obama de levar até aos EUA o pirata capturado no resgate do comandante americano e julgá-lo aqui é correta, já que combate este sentimento de impunidade que grassa ainda entre os piratas somalis.

Existem atualmente perto de 12 navios capturados em portos somalis, com quase 200 reféns a bordo, aguardando o pagamento de resgates, sendo na sua esmagadora maioria nacionais de países do Índico ou do Extremo Oriente, cujas marinhas de guerra não estão presentes neste cenário e que portanto estão completamente desprovidos do mesmo tipo de proteção que mereceu o comandante do cargueiro americano…

Fontes:
http://www.voanews.com/english/2009-04-14-voa17.cfm?rss=topstories http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1374218

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: | 6 comentários

Navegação de artigos

6 thoughts on “Sobre a escalada recente de ataques dos piratas somalis

  1. Pegasus

    Esses piratas estão pedindo!
    Depois não vão dizer que os outros estão exagerando quando começarem a explodir eles com barquinhos e tudo sem levar em conta se são pescadores ou verdadeiros piratas.
    O que esta acontecendo cheja ser surreal, esfarrapados chantageando potencias mundiais com sequestros e saindo ilesos, os ultimos acontecimentos estão indo contra tudo o que tem acontecido nos ultimos tempos, digo, em termos de resposta armada.
    Talvez seja a brecha que estão esperando, e esta sendo dada, a empresas de proteção privadas com a famigerada Blackwater e outras que poderão ganhar muito se for declarado que cada compania tenha que providenciar sua propria proteção.
    Mas reclamar do que?Se a Blackwater ganhar esse filão, quem sabe o Brasil ate venda mais Super Tucanos pra eles.( para quem não entendeu, estou falando com ironia)

  2. Eles estão enfrentando uma grande esquadra, internacional, e conseguindo ; é bom que ONU tbm apresente uma solução financeira p/ os somalis…talvez assim, acbe e ou diminuia os ataques aos navios mercantes.

  3. pegasus:
    não creio que vá chegar a esse ponto… muito bom já seria se cada pescador apanhado com armas no seu barco de “pesca” fosse detido num país vizinho, ou mesmo num navio-prisão em águas internacionais (onde foi apanhado).
    e é inevitável que essas “empresas de segurança” tenham aqui um papel cada vez mais ativo… quando as seguradoras que estão a perder milhões (não são os armadores) disserem que chegou o momento de parar.

  4. essa situacao nao sera resolvida enquanto a somalia nao for restabelecida como um estado soberano e sem um firme acao da comunidade internacional

    ps.: destestei o novo visual do site é horrìvel.

  5. ok!
    pronto!
    já percebi!
    vou mudar…

  6. Pegasus

    E muito dificil tornar Somalia uma nação so por decreto, esse pais , como tantos na Africa, sofre de um problema de dificil solução, que é a divisão etnica.Mesmo que se definam fronteiras, as guerras tribais parecem interminaveis.

    PS:Concordo com o Fadrini quanto ao visual novo, mas vai ver que é só acostumar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: