Introdução: Parágrafos agostinianos de pensamento político em “Ir à Índia sem abandonar Portugal”

Nos próximos parágrafos iremos comentar alguns segmentos de texto de teor político, económico e social que podem ser encontrados numa interessante obra intitulada “Ir à Índia sem abandonar Portugal – Considerações – Outros textos” editada pela Assírio & Alvim em 1994.

A primeira parte deste pequeno livro de apenas 140 páginas recebeu o título de “Ir à Índia sem abandonar Portugal” e consiste na passagem a escrito de uma conversa de Gil de Carvalho e Manuel Hermínio Monteiro com o professor Agostinho da Silva. A segunda parte do livro, é formadas pela reunião de:
“Considerações”, uma edição de autor de 1944; “Aqui falta saber, engenho e arte, O tempo e o modo”, n.31/Out. 1965;
“De como os portugueses retomaram a Ilha dos Amores”, Lisboa, Bairro Alto, 1982;
“Portugal ou Cinco Idades”, Lisboa, Bairro Alto, 1982;
“Fantasia portuguesa para orquestra de História e de Futuro”, Cultura Portuguesa, Lisboa, 1982.

Ainda que não seja propriamente um escrito de Agostinho da Silva, nem que os textos que o incorporam sejam dos mais citados, são uma fonte importante para compreendermos a visão que o Professor tinha do futuro e do papel que nele iria desempenhar o “homem político”… Sem nunca ter militado em nenhum partido, nem proferido apoios ou desapoios a nenhum partido ou movimento cultural, Agostinho da Silva nem por isso deixava de considerar os temas políticos como os seus favoritos, discorrendo abundantemente sobre eles.. Como veremos nos próximos parágrafos agostinianos de pensamento social e político…

Anúncios
Categories: Movimento Internacional Lusófono, Nova Águia | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: