Os talibãs aproximam-se de Islamabad e das… armas nucleares paquistanesas

A zona em disputa em http://radioviceonline.com

A zona em disputa em http://radioviceonline.com

O Paquistão enviou forças militares para um distrito, situado a apenas 96 quilómetros da capital, Islamabad, e que os insurgentes tinham capturado parcialmente. O distrito de Buner tem estado sob assalto talibã desde o final de abril, com vários ataques a policias e militares. Atualmente os talibãs controlam cerca de 25% do distrito, segundo fontes governamentais (o que quer dizer que controlam muito mais). O movimento talibã ocorre pouco depois de um polémico (alguns chamam-lhe “rendição”) acordo negociado em que líderes tribais regionais acordaram não exibirem armas em público nem atacarem forças de polícia, tribunais, escolas, hospitais ou organizações não governamentais. Este movimento governamental foi aparentemente interpretado (da forma correta) pelos insurgentes como um gesto de fraqueza.

O comandante talibã em Buner fez-se exibir na televisão paquistanesa alegando que “viemos aqui para ensinar o Islão”. Segundo ele “trazemos armas apenas porque elas são um símbolo importante para os muçulmanos”. Os talibãs montaram entretanto postos de controlo e patrulham abertamente as estradas do distrito.

Apesar do discurso tranquilizador do governo, a verdade é que o Paquistão nunca esteve tão perto como hoje de cair sobre controlo talibã. A própria Secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, já alertou para essa possibilidade e referiu o falhanço das políticas governamentais como a causa desta situação, numa declaração que tem tão pouco de diplomática como de… Verdadeira, como demonstra o resultado do discurso conciliador que levou à queda de Buner.

Se os talibãs estão hoje a poucas horas da Capital, isso quer dizer também que estão a poucas horas das armas nucleares paquistanesas (desenvolvidas com auxílio chinês) e ninguém pode prever que uso lhe darão os talibãs se tomarem o governo no Paquistão e o transformarem num “Emirato Islâmico” ao pior modelo afegão nem o que farão se se apossarem de apenas uma das várias ogivas nucleares paquistanesas… Ainda que seja quase certo que a Índia (inimigo numero dos talibãs pela ocupação da Caxemira) não deixará de reagir a essa ameaça absoluta à sua sobrevivência. Com um ataque preemptivo…

Fonte:
www.cnn.com

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: | 7 comentários

Navegação de artigos

7 thoughts on “Os talibãs aproximam-se de Islamabad e das… armas nucleares paquistanesas

  1. Para QUE OS TALIBÃNS venha a ter acesso a armas nucleares, eles tem de terem ajuda de um ou + de dentro do Paquistão, eles estão acuados , apesar de resistirem;e ñ são tão bem aceitos , pela rigidez no cumprimento das leis do alcorão.Se os “libertadores” mudarem a ótica e o tratamento aos afegões, sendo + humanos, respeitano-os e aceitando a sua cultura, diferente + é deles, e ajudando financeiramente e em questões de saúde…vamos coopta-los .Então será nósm ocidentais e esses afegçoes contra os talibãns .É assim evitaremos males bem maiores..amrmas nucleares. Que Deus nos dê juizo e discernimento.Amém.

  2. o Paquistão está bem mais perto de se tornar um “emirato islâmico” do que os seus militares ou políticos gostam de admitir em público…
    para mal de todos nós!

  3. Luiz Ely Silveira

    A religião do Islã está famélica! Como esteve o Cristianismo na época das cruzadas e na inquisição. A tentativa de assumir o poder dar-se-á pelos meios que estiverem ao alcance. Os cristãos manipularam o poder da época, chantagearam, ameaçaram com os castigos da vida após a morte(?), com a excomunhão, etc. Os muçulmanos reprimem com violência os descrentes, oprimem as mulheres como seres inferiores e não vascilam em assassinar aqueles que os afrontam. Quem os impedirá em fazer uma escada de cadáveres para alcançar o poder de uma nação nuclear?

  4. o ânimo alcançado pelos talibãs paquistaneses ao receberem do governo central autorização para aplicarem em todo um distrito a lei islâmica (Sharia) convenceu-os de que poderão sonhar a breve prazo em fazer o mesmo em todo o país. Isso seria o fim do Paquistão Laico e o começo da entrega da arma nuclear nas suas mãos.
    o extremismo em que cai facilmente o Islão preocupa… essa gente não terá nenhum pudor em sacrificar outros seres humanos em prol de uma qualquer hipotética recompensa no além.
    estejamos muito atentos ao que se passa no Paquistão.

  5. Pegasus

    Desculpem, mas não parece muito estranho que uma força islamica esteja tão perto de dominar um pais nuclear e os americanos não estejam fazendo algo mais contundente sobre isso?
    Ja pensaram se o comando talibã entre em contato com a India e coloca que, se dominar o pais, não havera motivo pra conflito , mas de uma aproximação (usando algum argumento melhor que o meu, quem sabe).
    E se eles estiverem a ponto de dominar o pais, as autoridades Paquistaneses pedirão, quem sabe, aos EUA que levem suas armas nucleares sob custodia ou algo assm?
    Descumpem, mas pra mim esta muito confuso o que esta acontecendo no Paquistão e os rumos que estão tomando.

  6. Também acho mt confuso, é a sharia dentro de um país que se diz laico. mt perigoso, é a intervenção de terceiros poderá piorar é em mt o que já está aparentemente ruim.Que são temerário eles os são…+ até aqui são poucos os paises p/ se preocuparem , dois com certeza, se essas armas nucleares cairem em suas mão..( ianks e sionistas ) .Que Deus nos ajude é nos dê juizo. Amém.

  7. ainda não estão tão perto assim… o exército paquistanês ainda controla todas as cidades e vias de comunicação.
    o fenómeno talibã ainda é periférico.
    é preocupante porque o governo nessas regiões parece incapaz de re-assumir o controlo e sobretudo porque
    há sempre um risco de um grupo de talibãs tomar uma arma nuclear ou de um grupo de militares que a guarde se “talibanizar”…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: