Até 2020 será possível abastecer 60% de todos os lares da Europa com energia elétrica gerada a partir de aerogeradores

A “Associação Europeia da Energia Eólica” acredita que até 2020 será possível abastecer 60% de todos os lares da Europa com energia elétrica gerada a partir de aerogeradores. Para chegar a este valor, seria preciso produzir 230 gigawatts por via eólica. Em 2008, em toda a Europa já se registou um valor de 8454 MW de eletricidade gerada pelo vento, mais do que o valor gerado por qualquer outra fonte isolada e que correspondendo a 65 GW (em toda a Europa) permite já abastecer 4.2% de todos os lares europeus.

A aposta na eólica continua a ser prioritária em praticamente todos os países do continente e em 2008, com o petróleo a 147 dólares o barril (entretanto a aproximar-se dos 30) houve uma poupança de 5.4 biliões de euros em importações e em 2,4 de emissões de CO2. É certo que os preços desceram e isso diminuiu o interesse económico imediato de todas as energias alternativas, eólica inclusive. contudo, dado o facto de ser chegado ao pico da produção, é evidente que logo que a recessão amainar os preços elevados irão regressar, podendo inclusivamente fazer regressar o clima depressivo se entretanto não tiverem sido encontradas alternativas aos combustíveis fosseis. Por isso é que é importante montar agora as estruturas energéticas alternativas, aproveitando as oportunidades deste momento de crise, ideal para justificar e motivar a grandes alterações estruturais.

Todos os recursos que a Europa está a consumir em importações de gás e petróleo deve ser investido em energias alternativas que garantam não somente a autonomia continental, mas sobretudo a autonomia local em formas de energia. Neste contexto, o papel dos investimentos em eficiência  são tão fundamentais quanto a construção de centrais eólicas, de biomassa, de energia das ondas e de minihídricas. Toda esta dispersão favorecerá a resistência ao impactos de qualquer desastre natural (seca, inundações, etc) e dispersando geograficamente as fontes de energia, criamos emprego e empresas locais e reforçamos a resiliência de uma rede de distribuição de energia que depende hoje excessivamente de grandes centrais de geração de energia elétrica.

Fontes:

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1369554
http://www.ewea.org/index.php?id=60&no_cache=1&tx_ttnews[tt_news]=1463&tx_ttnews[backPid]=1&cHash=c6c8965b88

Anúncios
Categories: Ciência e Tecnologia, Ecologia, Economia | Etiquetas: | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Até 2020 será possível abastecer 60% de todos os lares da Europa com energia elétrica gerada a partir de aerogeradores

  1. Mt bom, mt bom mesmo é o planeta só agradecem sem contar que serve de exemplo é mostra que esse progeto é viável.

  2. progeto= leia-se” projeto”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: