Lost S05E10 “He’s Our You”

Evangeline Lilly, a Kate Austen de Lost em http://www.olivarkamprojo.com

Evangeline Lilly, a Kate Austen de Lost em http://www.olivarkamprojo.com

1. Quando Sayid – a soldo de Ben – mata Andropov um dos membros do grupo de Widmore observamos num edifício uma inscrição (em círilico) “Oldham Pharmaceuticals”. Isso significa que há uma relação entre esta empresa farmacêutica e o grupo Widmore. Sabemos, mais tarde no episódio que existe um membro da Dharma Initiative com esse mesmo nome, o que não é certamente fruto de coincidências (nada o é, em Lost) e que este “Oldham” da década de 70 utiliza químicos para extrair a verdade de sujeitos interrogados pela Dharma. Oldham é uma figura curiosa, porque não vive na Cidade da Dharma (as “Barracks”) e habita uma tenda que faz lembrar aquelas que Locke gosta de construir para encontrar respostas para os seus problemas. Mais tarde, Oldham utiliza em Sayid algo que faz lembrar LSD pela forma (sobre um cubo de açúcar) com que é ingerido. É claro que o LSD não leva ninguém a ceder em confissão… Só mesmo o Sodium Pentathol.

2. Porque é que Ilana apareceu em episódios anteriores como guarda de Sayid? Inicialmente, pensei que fosse uma elemento de uma agência federal, mas com o decorrer dos episódios faltam referências explícitas a essa pertença, pelo que começo a acreditar que é de facto um agente de Widmore ou até do próprio Ben… De Widmore é possível porque ao fim ao cabo foi Sayid que andou pelo mundo fora (como quando abateu Andropov) assassinando os agentes de Widmore.

3. Após ter sido salvo pelo jovem Benjamim Linus, Sayid diz-lhe “Tinhas razão sobre mim. Eu sou um assassino”, disparando sobre o peito de Ben e, aparentemente, provocando a sua morte. Como Ben sobreviveu até à idade adulta, esta sua morte enquanto jovem levanta a questão de saber como vão lidar os argumentistas com este paradoxo temporal. O assassinato de Sayid é exatamente igual ao velho paradoxo de saber o que acontece se alguém viajar para o passado e matar o seu pai, antes deste o ter concebido juntamente com a sua mãe. O assassino continuaria a existir? De certa forma, Daniel Faraday já respondeu a este paradoxo noutro episódio da Temporada 5 quando disse que pouco importava o que fizessem numa das varias deslocações ao passado porque isso não iria influir no futuro: Faraday é assim de opinião (como muitos outros físicos) que não haveria paradoxos, porque em cada viagem ao passado seriam criados novos universos paralelos, não-comunicantes e existindo em linhas temporais distintas e isoladas: numa Ben seria morto por Sayid, noutra, paralela, crescia até à idade adulta até tornar-se o líder dos Outros. Esta será a tese adoptada pelos argumentistas de Lost, e aposto que Faraday vai aparecer brevemente para explicar isto mesmo…

Anúncios
Categories: LOST (Perdidos) | Etiquetas: | 15 comentários

Navegação de artigos

15 thoughts on “Lost S05E10 “He’s Our You”

  1. Numa óptica mais simplista nós vemos Ben a ser alvejado por Sayd, no entanto nada nos diz que Ben morreu de facto. Pode ter sobrevivido aos ferimentos. Nao existe ninguém mais frio e “die hard” do que Ben em Lost!

  2. Archeogamer

    Já vi até ao 12, e realmente creio que tens razão como sendo a ilha o que resta da civilização dede Mu. Que por sua vez os seus sobreviventes podem ter ido para o antigo Egipto. Vê-se claramente agora o templo por dentro, com hieróglifos e a estátua de Anubis, se não me engano, que sabes bem o que representa. 🙂

  3. o 11 já tem comentário escrito e aguarda publicação… o 12 vi-o hoje e sim… que episódio!
    e sim, cada vez é mais claro que se trata de Mu, e que os temas egipcios, são isso mesmo, a origem da civilização egipcia
    Anubis… sim, o mundo do Mortos!
    http://pt.wikipedia.org/wiki/An%C3%BAbis

  4. Anocas:
    bem…. agora já se sabe que sobreviveu (algo no Templo, o salvou, penso que o monstro) e que não se lembra de quem disparou sobre ele, o que arruina um tanto a minha tese das timelines isoladas…

  5. Archeogamer

    Não sei se viste, ou seguiste/ a série do Stargate SG-1,a original, havia aquele dispositivo de cura e ressurreição dos mortos,visível no filme, mas mais detalhadamente em vários episódios da série. Somente quando muito usado, mudava a personalidade tornando-os pessoas com menos sentimentos, proporcionando também o prolongar da juventude do corpo físico. Temos então no Lost o personagem Alpert, alguém que não muda de aparência ao longo dos anos, e que disse, quando levou o Ben, em miúdo, para dentro do templo que ao curá-lo ele não seria mais o mesmo. Seria um deles, que supostamente são conotados de selvagens e pessoas violentas e sem sentimentos.Curioso as semelhanças.

  6. essa segui, sim, e muito… só perdi o rasto foi às últimas sequelas, que vi de forma mais intervalada.
    lembro-me bem do sarcófago, cuja forma aludia ao egipto… e sim..,. tens toda a razão, é bem provável que seja essa a forma de Alpert se manter jovem e de Ben aparecer curado… bem pensado!

  7. Archeogamer

    Somente acho estranho uma coisa, porquê só o Alpert??? Será que é algo que cabe só ao lider? E se assim for, como é que os outros aceitam envelhecer e ele ficar sempre jovem.? Há qualquer coisa que não faz sentido, se é que ele é mesmo humano…já não digo nada. Só não me recordo é se o sarcófago na série estava associado a Anubis.

    Já agora, lembras de que época era o barco encontrado no meio da ilha?? Não sei porquê sempre me deu para associar o Alpert ao navio,sempre achei que ele tinha ar meio de corsário e pode ter ido parar lá tipo no século 19….

  8. porque, para mim… Alpert é o único dos Outros que data de Mu… Sim, é um “muano”, puro… Poderia ser membro do Black Rock, claro, mas isso não bastaria para explicar essa diferença dos demais (que serão sobreviventes de outros – mais recentes – naufrágios na Ilha e selecionados pelo Monstro para a defender).
    O barco era um navio esclavagista do século XIX.
    E Jacob, da única vez que apareceu, fugazmente, parecia ter vestido roupagens do século XVIII…

  9. Archeogamer

    Ele aparece por vezes de forma quase imediata,quando precisam dele, já reparaste?. Se for um muano então terá milhares de anos, o que é inimaginável, sendo o original não vejo a lógica de escolherem outro líder, ou será que o líder é o líder somente para os “outros” humanos, sendo ele visto como um semi-deus? Que achas?

  10. Sim… o que achas? que é apenas uma materialização do Monstro, como Alex, o pai de Jack, etc? Isso é uma excelente tese e uma explicação fácil para o seu não-envelhecimento…

  11. Archeogamer

    Se ele é uma materialização, então existe na ilha componentes nano tecnológicos altamente evoluídos, uma coisa é projectar um mostro de fumo, outra seria um ser humano. Mas se for, como explicaríamos materialização do pai de jack, ou nas visões dos perdidos??? Como consegueguiria saber o que iria no sub-consciente das mesmas pessoas para recriar outras??? E como explicas que o Alpert aparecesse nos EUA quando o Locke era miúdo, se fosse materialização?? Pode ser tanta coisa. Às vezes penso é que a ilha, como sendo a chave de uma civilização superior, ainda é monitorizada pelos antigos que através de um qualquer sistema evoluído. Sendo Alpert, chamado para orientar conflitos e situações de disputa e decisões que tenham a ver com o futuro da mesma.

  12. não, isso não… ainda na Season 1 os produtores, num podcaste disseram que o monstro não era composto por nanomáquinas, assim tão claro como isto… e como até agora têm mantido tudo o que disseram, podes excluir essa tese (que até ai era a minha favorita para descrever o monstro)
    eu não excluiria… a tese sobrenatural… lembra-te que Miles ouve mortos na Ilha, e logo, o mundo de Lost comporta a certeza na existência de vida para além da morte e dos consequentes (?) fantasmas… Sim. Alpert pode ser isso, e o monstro também: fantasmas como poderes cinéticos, como os poltergeists

  13. pedrocanuto

    Clavis, já assistiu ao 13? explica melhor como é a comunicação entre Miles e os mortos, além de revelar praticamente tudo sobre sua personagem. A respeito do monstro de fumo, para mim está claro que ele é a representação de cerberus pelo q vimos no ep 12, inclusive, depois de ter visto aquele desenho de anubis e de algo q só pode ser o monstro. Sobre Alpert, acho q esse mistério só será revelado com a aparição pra valer de Jacob. Mas duvido q ele seja um fantasma, apesar da tese ser muito boa. Vale lembrar q a biblia, ciência e mitologia aparecem muito na série e sendo assim, a Bíblia faz muitas referências a seres q viviam 300, 400, 500 anos. O q acha?

  14. “eu não excluiria… a tese sobrenatural… lembra-te que Miles ouve mortos na Ilha, e logo, o mundo de Lost comporta a certeza na existência de vida para além da morte e dos consequentes (?) fantasmas… ”

    Como já foi dito o ep13 fala de Miles e ele proprio diz que na condicao dos mortos o cerebro ja nao funciona e por isso nao há conversa com mortos, ao contrário do “louquinho” Hurley. Há apenas o que ele pode sentir que foram as vidas dessas pessoas até o ponto em que expiraram (lhes saiu a vida), ou seja, o que Miles tem é como um “sétimo sentido” sensorial que o faz saber quem a pessoa era, etc.

    é certo que a série está profundamente envolvida em temas Biblicos: o facto de que Enoque na Biblia viveu 800 anos assim como Noé que tb viveu outras centenas está envolvido com a perfeicao de Adao e Eva (viveriam para sempre se nao tivessem desobedecido a Deus). Se remetermos isso para o Lost entao é como se Alpert fosse uma especie de homem perfeito ou descendente de alguem perfeito. Existem várias referencias a passagens biblicas, o personagem de Ecko….

    Este monstro de fumo tem muito que se lhe diga, e o facto de aparecer ligado ao Anúbis pode levar a pensar que tem a ver com a condicao dos mortos, no entanto isso pode ser apenas para causar temor e respeito aos habitantes da ilha. De certo que houve alguém que criou o monstro e este funciona como uma sentinela para impor a ordem na ilha. O Ben foi o sucessor de Widmore como lider da ilha e foi “ordenado” pelo monstro.
    Nao quero acreditar em hipoteses de fantasmas, acho demasiado básico e ridiculo para uma série tao rica em enredo.

  15. pedrocanuto, em Abril 20th, 2009 às 04:08 Disse:
    “Clavis, já assistiu ao 13? explica melhor como é a comunicação”
    > Já… Brevemente publicarei aqui o meu comentário ao dito.

    “entre Miles e os mortos, além de revelar praticamente tudo sobre ”
    > Sim… tudo, até a sua (previsível) paternidade e o regresso da velha ligação que há entre todos os personagens da Ilha…

    “sua personagem. A respeito do monstro de fumo, para mim está claro que ele é a representação de cerberus pelo q vimos no ep ”
    > Ele É o cerberus… o guardião (o termo mitológico, de guardião do Inferno é bem adequado)

    “12, inclusive, depois de ter visto aquele desenho de anubis e de ”
    > O Deus dos Mortos… Cerberus, o guardião do mundo dos Mortos…

    “algo q só pode ser o monstro. Sobre Alpert, acho q esse mistério só será revelado com a aparição pra valer de Jacob. Mas duvido q ele seja um fantasma, apesar da tese ser muito boa. Vale lembrar q a biblia, ciência e mitologia aparecem muito na série e sendo assim, a Bíblia faz muitas referências a seres q viviam 300, 400, 500 anos. O q acha?”
    > Tipo matusalém… ainda que se a sua vida se possa dever a um erro de tradução.
    > Acho que sim, que pode ser uma longevidade tipo “graça divina”. Mas Lost parece meio “ateu”, pelo que votaria mais por uma solução mais “tecnologica”, se é que me faço explicar.

    Anocas, em Abril 20th, 2009 às 10:05 Disse:
    “Como já foi dito o ep13 fala de Miles e ele proprio diz que na condicao dos mortos o cerebro ja nao funciona e por isso nao há conversa com mortos, ao contrário do “louquinho” Hurley. Há”
    -> Sim, ele diz que consegue “ouvir” os derradeiros pensamentos do falecido. Isso retira validade à tese do “mundo dos mortos” e dos fantasmas (Jacob) e devolve valor à tese da reconstrução dos corpos dos mortos: Ben e Locke, p.ex pelo Monstro ou por algo com ele relacionado. as nanomáquinas que os produtores diziam na Season 1 não existirem em Lost?

    “é certo que a série está profundamente envolvida em temas Biblicos: o facto de que Enoque na Biblia viveu 800 anos assim como Noé que tb viveu outras centenas está envolvido com a perfeicao de Adao e Eva (viveriam para sempre se nao tivessem desobedecido a Deus). Se remetermos isso para o Lost entao é como se Alpert fosse uma especie de homem perfeito ou descendente de alguem perfeito. Existem várias referencias a passagens biblicas, o personagem de Ecko….”
    > O que não percebo é como é que Alpert, sendo tão perfeito (longevo) se reporta a outros… Jacob, Ben e até a uma tal de “Elly”…

    “Este monstro de fumo tem muito que se lhe diga, e o facto de”
    > Muito mesmo. É o mistério mais intrigante da Ilha, além dos construtores de todos os artefactos antigos que aqui existem (Mu?)

    “aparecer ligado ao Anúbis pode levar a pensar que tem a ver com a condicao dos mortos, no entanto isso pode ser apenas para causar temor e respeito aos habitantes da ilha. De certo que houve alguém que criou o monstro e este funciona como uma sentinela para impor a ordem na ilha. O Ben foi o sucessor de ”
    > Ele é mais um “sistema de segurança” contra os tesouros (antiguidades e ruínas?) da Ilha… mais do que uma sentinela.

    “Widmore como lider da ilha e foi “ordenado” pelo monstro.
    Nao quero acreditar em hipoteses de fantasmas, acho demasiado básico e ridiculo para uma série tao rica em enredo.”
    > E desornedado… porque Ben o expulsou impunemente. Aparentemente, pisou o risco ao dar ordem de morte a um bebé (Alex)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: