Sobre as causas da colisão entre os dois submarinos nucleares: “HMS Vanguard” e “Le Triomphant”

Le Triomphant in http://www.nti.org

Le Triomphant in http://www.nti.org

Soube-se agora que dois submarinos nucleares, um francês e outro britânico, chocaram algures no oceano Atlântico. O “acidente” terá tido lugar no começo do mês de fevereiro e envolveu os submarinos “HMS Vanguard” e o “Le Triomphant”. Segundo fontes militares, os dois submarinos carregariam o seu armamento nuclear normal e estariam em patrulha no Atlântico quando ocorreu a colisão que por ter ocorrido a baixa velocidade, provocou apenas danos ligeiros.

Não terá havido feridos nem danos no armamento ou na propulsão nuclear dos dois navios. Os sonares terão ficado danificados, sabendo-se que o submarino francês regressou à sua base escoltado por uma fragata. O submarino britânico parece ter ficado em pior estado, tendo sido rebocado até à sua base com sinais evidentes de danos no casco.

Segundo a Royal Navy – ligeiramente mais informativa – a colisão teria ocorrido quando o seu submarino estava em “patrulhas nacionais de rotina”.

A colisão é estranha. Estranha porque ambos os países fazem parte da NATO e ainda que a sua operação seja secreta e, sobretudo, a sua localização exata, existem protocolos que impedem que estes navios se aproximem demasiado e algo, na sua aplicação, correu mesmo muito mal… Ambos os navios possuem também dos sonares mais sofisticados do mundo, mas sendo navios tão furtivos, estes podem não ter sido suficientes para detectar o seu parceiro, especialmente se ambos os navios navegavam em modo “furtivo” como indica a baixa velocidade da colisão. Todos estes factos apontam para que os dois navios estavam a jogar um perigoso “jogo do gato e do rato”, numa provocação que parece ter ocorrido perto (ou no limite) das aguas territoriais britânicas, como indica a lacónica declaração britânica e que reflete que a velha rivalidade naval entre britânicos e franceses está ainda hoje muito longe de ter ido ao fundo em Trafalgar…

É uma sorte para todos nós que nada de mais grave tenha acontecido. Alguma mais velocidade – em qualquer dos dois navios – podia ter provocado uma catástrofe nuclear única, tal é a carga nuclear dos dois navios. A perda dos dois navios seria também uma redução dramática da capacidade das duas marinhas, tendo o Reino Unido apenas quatro submarinos nucleares. Para a França, a situação de perda do Le Triomphant seria ainda mais grave.

Fontes:

Bbc.co.uk
Euronews – 2009

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “Sobre as causas da colisão entre os dois submarinos nucleares: “HMS Vanguard” e “Le Triomphant”

  1. não parece que é o britânico que esta mais ferrado>http://noticias.terra.com.br/mundo/interna/0,,OI3586196-EI8142,00-Danos+de+submarino+frances+sao+mais+graves+diz+jornal.html

  2. é o que dá se espionarem desse jeito…e um autêntico Dejavú

  3. adagar:
    “A publicação destaca que a colisão não provocou apenas danos na esfera que protege o sonar do navio, como indicou a marinha francesa, mas também o “kiosco” e o leme horizontal de estibordo, que serve para modificar a profundidade do submarino.”
    ou seja, esteve mais perto de ir ao fundo do que o afirmado…
    também ele, já que o inglês, os danos são particularmente evidentes.

    Juca:
    sim, o gaitero também já introduziu essa importante (mas não decisiva) notícia:
    http://movv.org/2009/02/15/pequena-atualizacao-sobre-o-programa-f-x2-brasileiro-super-hornet-rafale-ou-gripen/#comment-98486

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: