Sobre as causas da colisão entre os dois submarinos nucleares: “HMS Vanguard” e “Le Triomphant”

Le Triomphant in http://www.nti.org

Le Triomphant in http://www.nti.org

Soube-se agora que dois submarinos nucleares, um francês e outro britânico, chocaram algures no oceano Atlântico. O “acidente” terá tido lugar no começo do mês de fevereiro e envolveu os submarinos “HMS Vanguard” e o “Le Triomphant”. Segundo fontes militares, os dois submarinos carregariam o seu armamento nuclear normal e estariam em patrulha no Atlântico quando ocorreu a colisão que por ter ocorrido a baixa velocidade, provocou apenas danos ligeiros.

Não terá havido feridos nem danos no armamento ou na propulsão nuclear dos dois navios. Os sonares terão ficado danificados, sabendo-se que o submarino francês regressou à sua base escoltado por uma fragata. O submarino britânico parece ter ficado em pior estado, tendo sido rebocado até à sua base com sinais evidentes de danos no casco.

Segundo a Royal Navy – ligeiramente mais informativa – a colisão teria ocorrido quando o seu submarino estava em “patrulhas nacionais de rotina”.

A colisão é estranha. Estranha porque ambos os países fazem parte da NATO e ainda que a sua operação seja secreta e, sobretudo, a sua localização exata, existem protocolos que impedem que estes navios se aproximem demasiado e algo, na sua aplicação, correu mesmo muito mal… Ambos os navios possuem também dos sonares mais sofisticados do mundo, mas sendo navios tão furtivos, estes podem não ter sido suficientes para detectar o seu parceiro, especialmente se ambos os navios navegavam em modo “furtivo” como indica a baixa velocidade da colisão. Todos estes factos apontam para que os dois navios estavam a jogar um perigoso “jogo do gato e do rato”, numa provocação que parece ter ocorrido perto (ou no limite) das aguas territoriais britânicas, como indica a lacónica declaração britânica e que reflete que a velha rivalidade naval entre britânicos e franceses está ainda hoje muito longe de ter ido ao fundo em Trafalgar…

É uma sorte para todos nós que nada de mais grave tenha acontecido. Alguma mais velocidade – em qualquer dos dois navios – podia ter provocado uma catástrofe nuclear única, tal é a carga nuclear dos dois navios. A perda dos dois navios seria também uma redução dramática da capacidade das duas marinhas, tendo o Reino Unido apenas quatro submarinos nucleares. Para a França, a situação de perda do Le Triomphant seria ainda mais grave.

Fontes:

Bbc.co.uk
Euronews – 2009

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “Sobre as causas da colisão entre os dois submarinos nucleares: “HMS Vanguard” e “Le Triomphant”

  1. não parece que é o britânico que esta mais ferrado>http://noticias.terra.com.br/mundo/interna/0,,OI3586196-EI8142,00-Danos+de+submarino+frances+sao+mais+graves+diz+jornal.html

  2. é o que dá se espionarem desse jeito…e um autêntico Dejavú

  3. adagar:
    “A publicação destaca que a colisão não provocou apenas danos na esfera que protege o sonar do navio, como indicou a marinha francesa, mas também o “kiosco” e o leme horizontal de estibordo, que serve para modificar a profundidade do submarino.”
    ou seja, esteve mais perto de ir ao fundo do que o afirmado…
    também ele, já que o inglês, os danos são particularmente evidentes.

    Juca:
    sim, o gaitero também já introduziu essa importante (mas não decisiva) notícia:
    http://movv.org/2009/02/15/pequena-atualizacao-sobre-o-programa-f-x2-brasileiro-super-hornet-rafale-ou-gripen/#comment-98486

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: