Índia e Paquistão estiveram à beira da guerra por causa… de um telefonema falso


(Militares paquistaneses in http://www.armyrecognition.com
)

Um dos episódios mais curiosos e perigosos dos últimos anos ocorreu recentemente, no rescaldo dos atentados de Bombaim, quando uma chamada telefónica podia ter desencadeado um conflito nuclear entre a Índia e o Paquistão… Alguém terá telefonado no dia 28 de novembro de um número de telefone registado como pertencendo ao ministério dos negócios estrangeiros da União Indiana para o seu homólogo paquistanês, ameaçando o presidente paquistanês com a guerra, poucas horas após os ataques terroristas de Bombaim.

A chamada – que se revelou falsa – terá desencadeado a entrada em alerta máximo da força aérea paquistanesa e ilustra o quanto perto esteve o mundo de um confronto nuclear durante as sessenta horas que se seguiram aos ataques de Bombaim. Foi necessária uma intervenção da Secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice para que o Paquistão acreditasse que a chamada não tinha sido feita pelo gabinete do ministro dos negócios estrangeiros indiano, Pranab Mukherjee para o presidente paquistanês Asif Ali Zardari.

Recordemo-nos que no decurso dos incidentes de Bombaim, a Índia acusou grupos de militantes islâmicos baseados no Paquistão e exigiu a entrega de uma extensa lista de nomes de cidadãos paquistaneses às autoridades paquistanesas. O Paquistão negou qualquer envolvimento oficial, mas sabe-se que o “país dos puros” é de facto governado não por um Governo democraticamente eleito, mas por um triunvirato Governo-Exército-ISI (Serviços Secretos). O que um comanda, o outro não executa… e vice-versa. Por exemplo, o Exército nunca entregará o controlo das armas nucleares a um governo islâmico radical; o ISI nunca deixará de manter laços estreitos com os talibãs afegãos ou com os grupos que lutam pela independência de Cachemira e… o governo nunca conseguirá interferir ou anular as ações dos dois outros. Por isso, é plausível que as ordens do governo paquistanês para parar com estas ações de militantes islâmico sejam ignoradas pelo ISI e, de forma decorrente, por estes mesmos… Ainda que neste concreto, o Exército pareça alinhar com a vontade governamental.

O telefone falso parece ter sido feito por algum escriturário irado (talvez com a morte de um amigo ou familiar) que trabalha no edifício do ministério indiano e conseguiu fazer com que o Paquistão desse ordem de descolagem a vários aviões equipados com armas reais, patrulhando a sua fronteira. De igual forma, o telefonema fez também deslocar dezenas de milhar de tropas para a fronteira e colocado aviões armados no ar. Com tantos meios nervosos junto da fronteira, não teria sido impossível que alguém tivesse carregado no gatilho e desencadeado uma guerra entre estes dois velhos inimigos… por causa de um telefonema falso.

Fontes:
http://www.latimes.com/news/nationworld/world/la-fg-pakistan-india7-2008dec07,0,383051.story
http://www.guardian.co.uk/world/2002/may/25/pakistan.india

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 15 comentários

Navegação de artigos

15 thoughts on “Índia e Paquistão estiveram à beira da guerra por causa… de um telefonema falso

  1. Se algum apressadinho tivesse apertado o (s ) botão (s)..tem que se acabar com esse tipo de armas, tem de serem banidas, tornar-se crime contra todos nós, a humanidade,que Deus nos proteja e dê juizo a esses srs. da guerra.

  2. pelo menos tiveram o juízo de telefonarem antes para os EUA para que estes confirmassem o telefonema… um cuidado que pode não existir sempre.

  3. Pegasus

    Me lembro quando na decada de 90 a Finlandia fez uma deste com foguete metereologico e como é protocolo, teria manda um aviso previo de meses para a Russia, mas como aquele pais naquela epoca estava uma bagunça, o relatorio não chegou ao centro de controle de misseis para que ignorassem…resultado, o comando russo entrou em estado de alerta quando captou o foguete como uma ameaça potencialmente nuclear, o sistema foi ativado para fazer resposta imediata com ICBMs, foi ai que alguem estranhou que só havia um contato na tela do radar e os outros sinais de alerta em volta da Russia estavam em stand-by, então o foguete como estava programado, depois de um certo tempo e coletado dados da atmosfera, caiu no mar, houve um telefonema a Finlandia que confirmou o projeto e demonstrou que havia mandado um aviso previo como acordado entre as partes para evitar erros como esse.
    Devido a uma pronta resposta das potencias nucleares para assegurar destruição mutua em caso de ataque nuclear, um erro de informação quase acabou com nosso humilde planetinha…é de impressionar…ah, o programa tambem na epoca noticiou que 5 bombas nucleares portateis, em malas de executivos, haviam sumido do estoque russo.

  4. conheço esse episódio, mas de facto foi um foguetão norueguês e não finlandês:

    “January 95: Norwegian Meteorological Missile
    On 25 January, 1995, the Russian early warning radars detected an unexpected missile launch near Spitzbergen. The estimated flight time to Moscow was 5 minutes. The Russian President, the Defence Minister and the Chief of Staff were informed. The early warning and the control and command systems switched to combat mode. Within 5 minutes, the radars determined that the missile’s impact point would be outside the Russian borders.”

    por acaso, pensava que era sueco e como escreveste finlandês, vi que estávamos os dois errados! 🙂

    http://www.wagingpeace.org/articles/1998/01/00_phillips_20-mishaps.htm

    The missile was carrying instruments for scientific measurements. On 16 January Norway had notified 35 countries including Russia that the launch was planned. Information had apparently reached the Russian Defense Ministry, but failed to reach the on-duty personnel of the early warning system.”

  5. Pegasus

    Bom, é tudo escandinavo, mas muito boa correção.

  6. Melhor ainda foi o dedo ñ estar nervoso…ainda bem.Lembre-se, sempre um sai de rota, e quem ñ tem nada com isso , recebe um ,sem falar das cinzas nuclear.

  7. Pegasus:
    Sim, vai dar no mesmo… porque o que importa relevar da história é o nervosismo e o casos da Rússia da época e quaão perto estivemos de um conflito nuclear…

  8. A ONU tem de decretar o banimento desse tipo de armas,para o bem estar da humanidade, quem a possuir tem de receber punição, um dias deste um louco apressadinho ainda vai apertar o maldito botão..que
    Deus nos ajude.

  9. A ONU é regida pelos cinco países com assento permanente no CS… e todos eles estão lá porque têm a Bomba… Logo…

  10. Amigo…vc está pra de certo…os cincos monstros.

  11. Pegasus

    Caros amigos, é inevitavel um confronto nuclear no nosso mundo, a unica duvida é se sera amanhã, mes que vem ou daqui a alguns anos e com a disseminação de armamentos nucleares, é um pouco obvio que o primeiro confronto assim sera local, com paises pequenos ou medios se aniquilando, e sendo assim, como enviar socorro para as vitimas ou necessitados que sobrarem???
    Voce não pode mandar seus medicos e demais pessoal de ajuda para um local altamente radioativo, é uma visão pavorosa, saber que existem milhares de pessoas morrendo pós bombas e não poder ajudar.
    Mas o homem não intende isso e fatalmente algum holocausto nuclear em algum lugar vai ocorrer.

  12. e sendo inevitável (concordo) este cenário é de longe o mais provável para que ele aconteça…
    vamor torcer para que os radicais islâmicos nunca tomem o poder no Paquistão e para que a Índia saiba também conter os seus radicais hindus.

  13. A pergunta é “Quando isso virá a ocorrer ?” , por isso deveriamos banir esse tipo de armamento , + enquanto os membros do CS tiverem sua armas atômicas…nada vai modificar o cenário.Que Deus nos ajude.

  14. nada mesmo… até um dia…

  15. E quem deu esse telefonema falso? Essa é a típica noticia que os meios de mídia convencionais fazem total questão de ignorar, obrigado por compartilhar essa informação Clavis.

Deixe uma Resposta para Fadrini Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: