Daily Archives: 2009/01/25

Sobre a extraordinária performance dos SU-30 indianos no Red Flag

No exercício “Red Flag”, realizado recentemente nos EUA, os Sukhoi SU-30MKI da IAF não empreenderam combate 1v1 nem usaram o seu impulso vectorial em Nellis. Os combates 1v1 ocorreram apenas em Mountain Home AFB. Em nenhum dos dois encontros os SU-30 se revelaram vulneráveis ou foram abatidos.

Em Mountain Home, os SU-30 demonstraram capacidade virar com impulso vectorial 20 graus por segundo, um valor impressionante e não muito distante dos 28 graus por segundo do F-22A, que não participou do “Red Flag“, apenas aparelhos F-15 e F-16.

O radar dos SU-30 revelou-se muito superior ao dos F-15 e F-16 da USAF, isto apesar dos aviões da IAF terem usado os seus radares apenas no “modo de treino”, que lhe reduz as suas capacidades.

No “Red Flag”, os aviões indianos exibiram uma certa taxa de abates de aviões amigos. Isso foi atribuído ao facto dos aviões da IAF terem cumprido as suas missões simuladas sem estarem ligados “networked” entre si. Os indianos voaram também sem AWACS e sempre a partir do apoio do controlo de terra norte-americano. Foram reportados vários erros do controlo de terra que entendia mal as instruções dos pilotos indianos e os problemas decorrentes do sotaque inglês foram recorrentes, o que explica a taxa de abates fratricidas. Por outro lado, a taxa foi idêntica à sofrida pelos aviões norte-americanos ainda que estivessem completamente “networked”, o que foi alvo de diversos embaraços na USAF…

Por fim, a taxa de “kill ratio” em Mountain View AFB foi impressionante: 21:1 a favor dos Sukhoi indianos e no fim…isso é que conta verdadeiramente.

Fonte:
Air Forces Monthly, janeiro de 2009

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 32 comentários

Mãos quentes… fazem as pessoas generosas. Diz um estudo da Universidade de Yale

//www.trooper.ca)

(Dois apreciadores de café que estavam muito generosos naquele dia in http://www.trooper.ca)

Uma pesquisa recente indica que as pessoas que seguram as suas chávenas de chá ou café quentes tendem a ser mais generosas do que aqueles que seguram chávenas geladas! O mesmo estudo indica que as pessoas de mãos quentes encaram os outros como sendo mais dignos de confiança e que são mais atenciosos com estes. Por detrás deste mecanismo parece estar algo que se encontra profundamente enraízado no nosso ser, talvez recuando tão longe como a época em que enquanto bebés eramos levados aos colos quentes das nossas mães. A associação entre amor paternal e maternal e o calor, terá assim ficado registada no nosso inconsciente determinando alguns dos nossos (e dos outros) comportamentos sem que tenhamos consciência dos mesmos. Até agora, indicando que antes de pedirmos um aumento ao nosso chefe, devemos levar-lhe uma chavenazinha de café quente…

O estudo englobou 41 estudantes, 27 dos quais eram mulheres, os quais deviam segurar uma chávena de café quente ou gelado, enquanto estavam no elevador, passando de um andar para o outro. Com as chávenas nas mãos, os estudantes eram questionados com uma bateria de perguntas pré-programadas de forma a aferir traços de personalidade, sobretudo aqueles que mais diretamente podem ser ligados com o alvo do estudo: generoso-sovina; feliz-infeliz; amável-irritável; sociável-antisociável, etc.  O estudo foi conduzido pela Universidade de Yale, nos EUA.

Fonte:
http://news.yahoo.com/s/livescience/20081023/sc_livescience/warmhandsmakepeoplegenerous

Categories: Ciência e Tecnologia, Saúde | 2 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade