A Embraer reviu o design do C-390

//www.jrlucariny.com)

(O novo design do C-290 in http://www.jrlucariny.com)

A Embraer reviu a sua concepção do transporte militar C-390, respondendo a um pedido da Força Aérea Brasileira, que prefere um avião com uma maior capacidade de carga que a inicialmente estimada pela empresa aeronáutica brasileira para o C-390.

A nova concepção terá uma fuselagem mais ampla, motores a turbofan de maior potência (de um tipo que será seleccionado no começo deste ano) e uma cauda em T. Sobretudo, o avião será capaz de transportar até 19 toneladas de carga militar.

Estas adaptações não chegam contudo, isentas de custos… A concepção inicial pretendia aproveitar a máxima semelhança possível com o Embraer 190, um avião comercial de grande sucesso. Isto permitira produzir um avião militar de baixo custo de construção e manutenção. A nova concepção aproxima agora o C-390 dos seus concorrentes mais próximos, como o C-17. A Embraer continuará a integrar o máximo de componentes do 190, mas em numero inferior.

O avião será capaz de cumprir missões de transporte de tropas e carga, mas também foi concebido para missões de evacuação medica. A Embraer estuda também a possibilidade de o aparelho poder ser abastecido no ar.

Esta alteração aumenta as possibilidades de a FAB ser o primeiro cliente do aparelho… Após o primeiro voo de um protótipo em 2013, e a partir de 2015, onde começará a receber os 22 que a Embraer espera vender à FAB.

Fonte:
Air Forces Monthly, janeiro de 2009

Categories: Brasil, DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 20 comentários

Navegação de artigos

20 thoughts on “A Embraer reviu o design do C-390

  1. Um pouco + caro + muito melhor … é por aí o caminho..e se possivel com condições de aterrisar n’água..hidroplano.A EMBRAER , está de parabéns. Agr, e fazer sucessivos pedidos p/ manter a mesma viva e em condições de modernizar o mesmo.PARABÉNS.

  2. gaitero

    22 unidades????

    Esperava mais, muito mais, esperaa quase o dobro…

  3. sim, o número é curto, mas é o publicado pela revista inglesa ainda que a expressão exata seja (“at least”) o que sempre alimenta a esperança de uma encomenda mais ambiciosa…

  4. gaitero

    Tenho certeza que com todas as versões passará de 40…

  5. veremos… tens alguma outra fonte que mencione números de aparelhos?

  6. gaitero

    Já comentei com pessoas ligadas à embraer e eles citaram aproximadamente 50 unidades em todas as versões, mas ninguem disse que seria feita toda por parte da FAB, existem alguns países colo a Colombia interessadas no Avião, talvez possa então haver outros países ligados à compra inicial de aeronaves.

    Mas vamos aguardar em breve saberemos….

  7. O GLOBO quinta-feira, 7 de agosto de 2008

    “PANORAMA POLÍTICO
    Ilimar Franco
    Joint-venture

    A Colômbia vai investir no projeto de construção do avião C-390 da Embraer. O presidente
    Álvaro Uribe tem interesse em equipar suas Forças Armadas com um avião de porte médio para
    transporte militar.”

    Mas “investir” é mais construir em parceria do que comprar aviões fabricados no Brasil…

  8. Ronaldo

    Caro Clavis,
    A fotografia logo abaixo do texto NÃO reflete ou melhor não é a foto da nova versão do C-390. A nova versão tem cauda em ” T” , cujas asas trazeiras estão na parte superior do estabilizador do leme. Fica, então, muito semelhante ao cargueiro japonês Kawasaki C-X .
    Quanto as quantidades pretendidas pela FAB, segundo pessoal interno e que comenta estes assuntos em outros fóruns, seria inicialmente, de apenas 22 unidades. Comentou-se que a EBC (Correios) teria a disposição de também adquirir até 12 unidades. A EBC nunca confirmou publicamente.

    Sds.

  9. gaitero

  10. gaitero

    Explicado porque a cauda foi alterada.

    A empresa americana Hitco Carbon Composites assinou um acordo de longo termo com a Denel Saab Aerostructures para fornecer seções produzidas em materiais compostos para a fuselagem posterior e cone de cauda do projeto para aeronave de transporte militar Embraer C-390.

    A empresa é baseada em Los Angeles no estado da Califórnia e atualmente fornece partes do Boeing C-17, e empregará um novo processo de produção dos compostos de fibras em curvas complexas, como a fuselagem posterior, disse Mike Kokosinski.
    Com o acordo a Hitco irá fornecer um número não determinado de estruturas para a seção posterior e cone de cauda para a Denel Saab Aerostructures da África do Sul onde os sistemas serão instalados disse Kokosinski.
    A estrutura completada será enviada por navio a Embraer para montagem final nas instalações da empresa brasileira, onde se unirá a outras seções.

    A Embraer espera lançar o projeto C-390 com um cliente militar em breve disse Kokosinski.
    A Hitco está se preparando para entregar a primeira seção e componentes em aproximadamente dois anos a partir do programa lançado “se as coisas correrem a contento” durante a fase de projeto disse ele.
    A Denel Saab Aerostructures parceira da Embraer que atualmente produz estruturas para o Airbus Military A400M, disse no início do ano passado desejar fazer parte do projeto de risco C-390.

  11. o “cliente militar” é a FAB, segundo tudo indica… ou haverá outra fonte?

  12. Que venha logo esses 45 C390 , a FAs estão precisando mt..p/ ontem.

  13. “estimativa da Embraer é que com uns 80-90 aviões produzidos o projeto deo C-390 se pague… ”
    http://www.alide.com.br/wforum/viewtopic.php?f=24&t=1564&start=47
    o problema é que para já não há sustentação para esse número… nem contando com os 15-20 aparelhos para os Correios…
    Esperemos que surjam clientes exteriores e que… não venha do norte nenhum veto!

  14. Tem a Colômbia , aliada dos ianks…outros com certeza virão..só ñ podemos vender p/ a Venezuela…cara tá arriscado ao baraque autorizar , só pra que eu fique envergonhado…sacana.

  15. sendo que os colombianos parecem mais interessados em parcerias de construção que em comprar aviões completos…

  16. Luís Fernando

    Olha o armée de l’air! Será que estão interessados?

    “Na programação, um voo em R-99, uma visita ao CTA e uma apresentação sobre o projeto C-390 da Embraer

    Entre 4 e 8 de fevereiro, o Chefe de Estado Maior da Força Aérea Francesa (CEMAA du Armée de l’air), general Stéphane Abrial, realizou visita oficial ao Brasil, sendo recebido pelo seu homólogo da Força Aérea Brasileira, o Tenente-Brigadeiro-do-Ar Juniti Saito, comandante da FAB.

    O CEMAA visitou a Base Aérea de Anápolis (BAAN), que abriga o 1º GDA, equipado com caças F-2000 ex-Armée de l ‘air (onde eram denominados Mirage 2000 RDI). O general também realizou um voo a bordo de um R99 do 2º/6º GAV (Obs: embora a matéria original do site da Força Aérea Francesa não tenha tenha especificado em qual versão da aeronave foi realizado o voo, a reportagem era acompanhada de uma foto da versão A).

    Em seguida, o CEMAA visitou São José dos Campos, onde conheceu o CTA e a Embraer. Nesta última, o general assistiu a uma apresentação sobre o projeto C-390. Vale lembrar que 2009 é o ano da França no Brasil.

    Fonte: site da Força Aérea Francesa (Armée de l’air)”

  17. Será que os franceses se interessaram pelo C 390? Mt bom se for isso; fiquei assustado com a evasão de cerebros da EMBRAER para o canadá, + especificamente , para a Bombardier….quem pagou a formação deles?

  18. Fred

    O Brasil claro, mas eles tem família e ninguém paga as contas deles, se pagarem mais eles vão mesmo. 🙂

    Vou dar um exemplo, meu cunhado fez o doutorado dele na Alemanha e o pós doutorado dele no MIT, quando voltou ao Brasil depois de publicado seu artigo ele ficou…. desempregado! Agora ele está lecionando em uma universidade federal, mas tem muita gente de nível, como ele, desempregada, e ai?
    Quem não aceitaria uma proposta para sair do país?

  19. RoBru

    como similar ao C-17, o payload é mais de 77 ton!!!!

  20. Sou um entusiásta do C390 , é espero q o mesmo seja uma decisão de estado e comercial, vai colocar o país em patamar próprio..Sem + lerolero e atrasos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: