Da demanda do príncipe dom Pedro pelos arquivos templários de Chipre

Quando em 1425, Pedro visita Nicosia, no Chipre, visita o mesmo local onde, segundo uma tradição citada por Henry Corbin, se teria refugiado o conde de Beaujeu, com outros nove cavaleiros templários com documentos secretos, a coroa do rei de Jerusalém, o candelabro de sete braços do Templo de Jerusalém. Aqui este património secreto da Ordem do Templo teria sido confiado aos cónegos do Santo Sepulcro, uma ordem que se teria fundido com a do Templo, na altura da sua fundação. Com a queda de Jerusalém, os “cónegos do Santo Sepulcro” teriam ganho novamente autonomia e assentado sede em Chipre, onde Pedro os teria visitado.

Que tipo de informação buscaria aqui o infante Pedro? Porque teria empreendido uma viagem tão longa e perigosa num mar infestado por piratas berberes, até um país se relações formais com Portugal? Só uma coisa o poderia ter atraído aqui… A existência de informações que não existiam em mais lado nenhum: arquivos templários que poderia cruzar com outros já conservados em Tomar.

Anúncios
Categories: História, Mitos e Mistérios | Etiquetas: | 5 comentários

Navegação de artigos

5 thoughts on “Da demanda do príncipe dom Pedro pelos arquivos templários de Chipre

  1. HSMW

    Arquivos Templários em Tomar?

  2. Sim, é minha convicção de que o tesouro templário está ainda algures num dos subterrâneos de Tomar e que é constituído sobretudo por documentos, trazidos da Terra Santam, via Chipre… documentos coevos de Cristo, talvez Essénios ou até alguns originais (não distorcidos) dos Evangelhos…

  3. Gostei do não distorcido”, sinal de alguém, algures,a serviços de , ou dos,colocou uma virgula ou até mesmo palavra (s ) no livro sagrado…O pior que isto possivelmente tenha ocorrido.

  4. Fenix

    O que era tomar na altura da construção do convento era nada talvez um conjunto de casa humildes.E porque a construção de tão grande convento no meu do nada?!Devia de ser para guardar alguma coisa de importante e muito sagrado para os tempelarios o que não sei….escritos sagrados…o santo gral…acho que o governo devia mandar explorar local.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: