Daily Archives: 2008/12/24

Segundo um estudo da Universidade de Lincoln, no Reino Unido, os cães seriam capazes de identificar emoções nos rostos humanos.

Segundo um estudo da Universidade de Lincoln, no Reino Unido, os cães seriam capazes de identificar emoções nos rostos humanos. O processo parece ocorrer de forma semelhante à forma como entre os seres humanos, onde o lado direito do rosto humano é processado primeiro e mais demoradamente por quem o observa. O processo verifica-se nos seres humanos apenas quando encontramos novos rostos e segundo este estudo da equipa do professor Kun Guo, também se observa nos cães.

A equipa de investigadores mostrou 17 imagens de rostos humanos, de cães e macacos, filmando os movimentos dos olhos dos canídeos e identificando que estes começavam sempre pelo lado direito dos rostos observados quando estes eram humanos, mas não quando não o eram. Guo sugeriu que talvez depois de milénios de associação com os seres humanos, os cães possam ter desenvolvido a habilidade para interpretar as nossas emoções de forma mais perfeita.

Fonte:
N.2680 da revista New Scientist magazine, pagina 14

Anúncios
Categories: Ciência e Tecnologia | 1 Comentário

SOBRE O PENSAMENTO POLÍTICO DE AGOSTINHO DA SILVA

Para o Clavis, em jeito de comentário geral à última série de textos que ele aqui publicou. E em homenagem ao seu grande empenhamento neste projecto.

1. Que Agostinho da Silva teve um pensamento político, isso é inegável. Esse pensamento político decorre, muito simplesmente, da sua visão de Portugal, da Comunidade Lusófona e do Mundo. Ora, como sabemos, Agostinho da Silva foi um homem coerente e consequente – logo, não poderia ficar apenas no plano “cultural” e “espiritual”. Para mais, porque ele foi tanto um homem de pensamento quanto um homem de acção. E o melhor contra-exemplo para quem acha que há alguma incompatibilidade entre esses dois planos…

2. Tendo tido um pensamento político, esse pensamento não se encaixa nos mais vulgares quadros mentais – que tudo dividem entre “esquerda” e “direita”. E, por isso, de facto, Agostinho foi olhado com profunda desconfiança e suspeição quer pela “direita” quer pela “esquerda”. Porque, em última instância, estava para além de uma e de outra. Porque, desde logo, conseguia ser simultaneamente de esquerda – sobretudo, no plano social – e de direita – sobretudo, no plano cultural…

3. Desde logo por isso, o seu comprometimento com o jogo político nunca foi muito efectivo. Mas também não exageremos – no Brasil, Agostinho da Silva foi assessor do Presidente Jânio Quadros, tendo antes apoiado um concorrente deste. Em Portugal, é certo que nunca apoiou expressamente nenhum candidato e/ ou partido. Mas o próprio explicou porquê: tinha regressado a Portugal depois de 25 anos fora; não se queria indispor com ninguém (há uma “Conversa Vadia” em que ele diz isso claramente). E por isso também chegou a recusar uma candidatura própria à Presidência da República…

4. E quanto ao MIL? O MIL tem uma visão de Portugal, da Comunidade Lusófona e do Mundo. Logo, tem uma perspectiva política. Em que medida será coerente e consequente com ela, isso, depois, ver-se-á. Acho que não nos devemos precipitar a esse respeito. O MIL, enquanto tal, não tem sequer um ano de vida…

5. Algo, contudo, posso desde já antecipar, com toda a certeza (porque te conheço, e porque, conhecendo-te, sei que és uma pessoa coerente e consequente). Se algum dia chegarmos a esse patamar mais declaradamente político, tu serás um daqueles que estarás a bordo…

Bom Natal para ti. E para todos os membros e amigos do MIL e da NOVA ÁGUIA…

Categories: Agostinho da Silva | Deixe um comentário

Mail que nos chegou…

.

Sinceros parabéns por tudo quanto fizeram neste ano em sua atividade intelectual.

Parabéns pelo MIL; por sua campanha pela Lusofonia .

Parabéns pela Nova Águia e pelo espírito criativo.

Muito oportunas as matérias do nº 1 e do nº 2.

Parabéns pela peregrinação que fizeram para divulgar a NOVA ÁGUIA;

Parabéns pelos trabalhos em prol, de Agostinho da Silva;

Parabéns pela participação e atuação no Congresso Internacional do P. Antônio Vieira.

Vocês, com suas equipes, trabalharam com afinco, dedicação e qualidade.

Neste ano, vocês fizeram história levantando bandeiras cívico-culturais que estavam meio dispersas, embora desabrochando por toda a parte, como deve continuar…

Parabéns por essa exemplar união de forças em prol do bem-comum e da lusofonia, por uma civilização mais humanizada….

A pátria e a lusofonia ainda podem esperar muito de vocês.

Cordiais saudações.

Feliz Natal e Próspero Ano Novo com muita saúde e produtividade.
São Paulo (BR) 23 de dezembro de 2008
São os votos de J. Peralta e Família (São Paulo – Brasil)

Categories: Nova Águia | Deixe um comentário

Conclusão: Parágrafos agostinianos de pensamento político em “Ir à Índia sem abandonar Portugal”

Talvez cause espanto a alguns a profundidade e a extensão desta visão política de Portugal e do futuro do mundo que Agostinho da Silva dá mostras possuir nestas simples e apenas exemplificativas frases. De facto, a preocupação por temas de índole política, social e económica atravessa praticamente todas as intervenções públicas, orais e escritas do Professor, em Portugal e no Brasil, e ignorá-la, como têm feito alguns “estudiosos de Agostinho” não deixa de ser curioso… Tão curioso, como o comportamento sectário daqueles que sempre tentaram enclausurar o pensamento agostiniano nos esquifes “direita” ou “esquerda”, identificando aqui e ali, as opiniões que mais se conformavam aos seus desígnios e ignorando aquelas que mais se aproximavam da corrente contrária. Agostinho aliás brincava com estas tentativas dizendo que “os de Direita acusam-me de ser de Esquerda, e os de Direita, de ser de Esquerda”…

O dualismo Esquerda-Direita é aliás hoje praticamente obsoleto… Como se observa facilmente pela dificuldade em separar os discursos e políticas de PS e PSD, por exemplo… Não que se possa falar de um “partido agostiniano”, ainda que o seu pensamento político fosse consistente, profundo e extenso, se Agostinho não gostava do termo “discípulos” ou de ter “seguidores”, então nunca poderia ter formado um núcleo para um futuro partido político. Contudo, este pensamento tem as bases suficientes para constituir um alicerce para um conjunto de propostas políticas, consistentes, visionárias e alternativas à estafada dicotomia Esquerda-Direita. Esta poderá aliás a ser uma das formas de manifestação do MIL: Movimento Internacional Lusófono, por enquanto apenas movimento cultural e cívico, de futuro um movimento de intervenção também política advogando as ideias que Agostinho da Silva defendia:

Reunião com a Galiza,
Sociedades gratuitas,
Descentralismo municipalista,
União lusófona,
Libertação do trabalho material,
Rei simultaneamente hereditário e eletivo sem capital própria,
Comunitarismo agrário e pastoril,
Posse coletiva das terras e dos instrumentos de trabalho,
Economia de mercado,
Desenvolvimento da ciência e das técnicas,
Escola da experiência e o aprendizado dos misteres,
Reuniões de Cortes, com representantes democraticamente eleitos dos municípios federados

Se estas frases (algumas delas citações literais e todas presentes nos acima listados parágrafos agostinianos) não são um programa político… Então a cegueira de quem as lê está muito para além de qualquer limitação do órgão de visão.

Categories: Agostinho da Silva | Deixe um comentário

França e Brasil reforçam os laços de cooperação estratégica e militar

Os chefes de Estado do Brasil, Lula da Silva e de França, Nicolas Sarkozy confirmaram a robustez da aliança estratégica entre os dois países através da assinatura de um pacote de dez acordos – sobretudo militares – e da tomada de posições comuns no domínio de estratégias para lidar com a crise financeira mundial.

Estes acordos confirmam a já conhecida decisão de transferir para o Brasil a construção de quatro submarinos Marlin e o casco do primeiro submarino nuclear de ataque brasileiro. O encontro serviu também para confirmar a construção local de 50 helicópteros. Para além destas confirmações, foi também anunciada a construção de um novo estaleiro e de uma base naval, empregando ambas tecnologia francesa.

A França e o Brasil assinaram também um abrangente plano de ação que vai estabelecer linhas para uma acao conjunta no campo político, cooperação económica, comercial, militar, nuclear, ambiental, educativa e até espacial… Ficando assim aberta a possibilidade de cooperação no desenvolvimento do foguetão brasileiro VLS, ficando por saber como se enquadra o já assinado acordo com a Ucrânia.

Um outro ponto importante foi aquele em que Sarkozy defendeu a presença mais ativa no Brasil na cena internacional, nomeadamente através da sua inclusão enquanto membro permanente do Conselho de Segurança da ONU e incluído igualmente numa extensão do atual G8 a um eventual G14.

A aproximação entre França e Brasil é importante quer no domínio estratégico para a afirmação deste BRIC na cena internacional e para que este país Lusófono assuma finalmente um protagonismo que se ainda não cumpriu nas ultimas décadas, quer nos fóruns internacionais como o CS da ONU, quer num eventual G14. Do ponto de vista tecnológico, no campo aeroespacial, naval, nuclear e espacial, pode revelar-se determinante para tornar a tecnologia brasileira nestes campos paritária com aquilo que de melhor se faz na Europa e no mundo. Do ponto de vista estratégico, a aproximação é útil para ambos os países, dada a continuidade da presencia da Franca na Guiana – com fronteira com o Brasil – e no Pólo Sul.

Fonte:
http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL933487-5602,00-LULA+E+SARKOZY+REFORCAM+ALIANCA+COM+ACORDOS+MILITARES+E+POLITICOS.html

Categories: Brasil, Ciência e Tecnologia, DefenseNewsPt, Movimento Internacional Lusófono, Política Internacional, SpaceNewsPt | 19 comentários

Quids S15: Que míssil é este?

dddd3ile

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 50 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S15 | 10 comentários

O “Mars Science Laboratory”, a próxima missão da NASA a Marte foi adiada para 2011


(O
“Mars Science Laboratory” (MSL), a próxima missão da NASA a Marte in http://www.aerospaceguide.net)

A NASA anunciou um atraso de 26 meses para a sua próxima missão para o Planeta Vermelho. O programa também recebeu um reforço orçamental de mais 400 milhões de dólares, chegando agora o custo total aos 2,3 biliões de dólares. Embora fosse ainda possível lançar a missão em 2009, esta opção foi afastada porque implicaria um risco demasiado alto, dado o presente estado de atraso do projeto. Assim, o lançamento do “Mars Science Laboratory” (MSL) foi adiado para 2011, a próxima “data de oportunidade” já que a Terra e Marte se encontram em órbitas mais próximas apenas de 26 em 26 meses.

Espera-se que esta missão repita o extraordinário sucesso dos rovers Spirit e Opportunity, que ainda que tenham sido colocados em Marte em 2004, continuam aqui ativos e resistindo a condições extremamente duras. Com a obrigação de manter este tipo de registo, o MSL será um rover maior e mais pesado do que qualquer um dos MER (Mars Exploration Rover).que fizeram em 1 de janeiro de 2009 cinco anos de atividade no planeta, ou seja, mantendo-se ativos muito para além dos três meses previstos (ver AQUI).

Uma vez colocado no solo, o MSL irá recolher amostras de solo e rocha, analizando-as e procurando por compostos orgânicos e por condições ambientais que tenham permitido o suporte à vida no passado do Planeta Vermelho. O rover terá seis rodas e várias câmaras, tendo um raio de ação estimado de mais de 40 km. Espera-se que fique ativo pelo menos durante dois anos terrestres, graças a um reator nuclear que lhe servirá de fonte de energia, o que lhe permitirá resistir melhor que os rovers atuais e que o defunto Phoenix Mars Lander que ao dependerem da radiação solar ficam fragilizados quando esta diminui no Inverno ou devido a tempestades de areia…

Apesar da má notícia, o MSL é a missão mais interessante que será enviada para Marte nos próximos anos… Se tudo correr como previsto, deverá estar ainda ativo quando o rover europeu ExoMars fôr lançado e… com um pouco de sorte talvez estejam os dois ativos sobre a superfície marciana com… quem sabe os dois resilientes MER ainda fazendo das suas! Veremos!

Fontes:

http://www.marsdaily.com/reports/NASA_delays_Mars_mission_until_2011_999.html

http://marsprogram.jpl.nasa.gov/msl/

http://www.aerospaceguide.net/mars/science_laboratory.html

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1354818&idCanal=13

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade