Daily Archives: 2008/11/26

Quids S15: Que carro é este?

sss12ra

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 6:00 e as 10:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 50 pontos.

6. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

RÉPLICAS LENTAS !!! Não sei quando chegarei a um computador com internet…

Categories: Quids S15 | 6 comentários

Está a funcionar a primeira central de carvão CCS: que injecta CO2 no solo em vez de o emitir para a atmosfera…

Entrou em funcionamento na Alemanha uma central de energia a carvão que promete vir a revolucionar essa tecnologia e reduzir drasticamente as emissões de CO2 que geralmente estão associadas a este tipo de instalações. A unidade de produção de energia a partir do carvão foi construída pela empresa sueca Vattenfall e tem uma capacidade modesta – mas significativa para uma primeira instalação – de 30 megawatts.

A empresa encara o seu sistema CCS “Carbon Capture and Storage” como uma resposta revolucionária para o problema do Aquecimento Global que, nos próximos anos, será ainda mais importante do que a multiplicação de geradores eólicos que já começou a disparar em países como Portugal e a Alemanha. A instalação tem a capacidade única de recolher todo o carbono produzido durante a ignição de lenhite e guardá-lo, sem o emitir para a atmosfera, como fazem as centrais convencionais. A central não emite dióxido de carbono para uma chaminé, como é usal nestas instalações, sendo este canalizado, comprimido e enviado para rochas porosas, no subsolo. A central usa o método de queima Oxyfuel para queimar carvão com oxigénio puro e nitrogénio.

Por isso, a instalação de Schwarze Pumpe (ver AQUI) é  tão importante para a empresa, já que é a primeira CCS que entra em atividade em todo o mundo. A unidade custou mais de 70 milhões de euros e a sua viabilidade económica decorre fundamentalmente da adesão europeia ao Acordo de Quioto segundo o qual, cada empresa europeia que queira emitir carbono tem que comprar uma licença para tal. Cada tonelada custa entre 30 a 35 euros e esta poupança irá compensar rapidamente o maior custo de instalação desta central CCS. Além desta primeira instalação, a Vattenfall vai construir mais duas centrais de demonstração da tecnologia CCS, uma segunda na Alemanha, dez vezes maior do que esta e uma outra na Dinarmarca, ambas até 2015. A primeira instalação industrial deverá estar operacional até 2020.

O sistema não é, contudo, isento de defeitos… O transporte do carvão até à central, a sua exploração e o próprio processo de canalização e armazenamento consomem muita energia e como a maior parte desta ainda provém de fontes não-renováveis, o balanço energético final não é famoso. Desde logo, porque a sua forma de queima de carvão implica uma produção de energia 10% inferior aos métodos convencionais, e depois porque por causa do armazenamento e injeção em rochas, o custo operacional é muito mais elevado do que nas centrais normais. Apesar destas reservas, há planos para que a União Europeia apoie a construção de entre 10 a 12 centrais CCS na Europa, como parte da resposta europeia para reduzir as emissões de CO2 em 2020 até 20% menos dos valores de 1990.

Fontes:
http://www.dw-world.de/dw/article/0,2144,3628912,00.html
http://en.wikipedia.org/wiki/Kraftwerk_Schwarze_Pumpe
http://euro-med.dk/?p=1711

Categories: Ecologia, Economia | 1 Comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy