Da Nacionalização do BPN e do papel de Vítor Constâncio nesta triste história

A presente nacionalização do BPN não é surpresa nenhuma para quase ninguém. Excepto para Vítor Constâncio, claro. Sim, porque certamente que o governador do BdP desconhecia em absoluto todos os negócios escuros que andavam pelo BPN até hoje de manhã, caso contrário teria exercido algum do poder regulador e fiscalizador que tem.

Por isso: ou foi incompetente e não fiscalizou quando devia tê-lo feito. Ou foi incompetente e fiscalizou, ficou a saber o que passava e não fez nada.

Num e noutro caso, deve ser demitido e acusado de “gestão danosa” da coisa pública e remetido diretamente para a Cadeia por não ter sabido ou não ter querido gerir o património público e a saúde financeira de todos nós.

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | 6 comentários

Navegação de artigos

6 thoughts on “Da Nacionalização do BPN e do papel de Vítor Constâncio nesta triste história

  1. M4Jor

    Vitor const é há mt o maior incompetente da história da economia e finanças em portugal.

    pessoalmente ele repugna-me e se pudesse cospia-lhe na cara, desde os tempos do lerdas do sampaio, mas prontos..

  2. M4Jor

    ps. fui pai há pouco e vim procurar os podcasts..

    Grande e forte abraço sr clavis.

  3. e pensar que ainda mantêm aquela injustificada “auréola” de competência… o que se passou com o BCP já o devia ter levado à demissão.
    É sem dúvida o pior governador do BdP que poderíamos ter em funções nesta turbulenta e perigosa época.

    pai? parabéns, hem!
    e boas noites, avisando desde já que se avizinham os melhores e mais memoráveis anos da tua vida… pelos quais já passei duas vezes, sempre com grande alegrias e felicidades e algumas… noites não dormidas até aos 3 anos.

  4. Concordo. Esse senhor já lá não devia estar há muito tempo. Mas é o que convem ao sistema.

  5. Pegaso

    A culpa também é nossa que votamos ora ps ora psd ou mesmo cds nunca como agora fez tão sentido ser de esqueda mesmo cumonista porque são eles que defendem o trabalhados porque o estado de os ricos os banqueiros os peseudo empresarios que esplorão empregados como escravos basta .

  6. e atenção que este BPN está recheado de ex-quadros do PSD… O Banco teria sido nacionalizado e os seus acionistas estariam em vistas de serem indemnizados se este não fosse o banco dos boys laranjas?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: