Já estão agendados 12 lançamentos do nº 2 da revista Nova Águia…

Lista completa de lançamentos: novaaguia.blogspot.com

ANTÓNIO VIEIRA & O FUTURO DA LUSOFONIA

ENSAIO, POESIA E OUTROS TEMAS
Começando com um texto de Adriano Moreira
Inclui O TERRITÓRIO E O MAPA, de João Teixeira da Motta
Com cartas de Agostinho da Silva, Cruzeiro Seixas, Dalila Pereira da Costa e António Quadros
Acabando com um inédito de Jean-Yves Leloup

Como é sabido, a revista A Águia foi uma das mais importantes do início do século XX em Portugal, em que colaboraram algumas das mais relevantes figuras da nossa Cultura, como Teixeira de Pascoaes, Jaime Cortesão, Raul Proença, Leonardo Coimbra, António Carneiro, António Sérgio, Fernando Pessoa e Agostinho da Silva. A ideia de relançar a revista, agora sob o nome de NOVA ÁGUIA, pretende ser uma homenagem a essa tão importante revista da nossa História, procurando recriar o seu “espírito”, adaptado aos nossos tempos. Não se trata, nessa medida, de fazer uma revista voltada para o passado, meramente revivalista. Trata-se, antes, de fazer uma revista para os tempos de hoje, para o século XXI.

Tal como n’ A Águia, procuraremos o contributo das mais relevantes figuras da nossa Cultura, que serão chamadas a reflectir sobre determinados temas. O tema do segundo número, que agora lançamos, é “António Vieira e o Futuro da Lusofonia”. Orgulhamo-nos de ter conseguido o contributo de nomes tão ilustres como Adriano Moreira, Aníbal Pinto de Castro, António Paim, António Telmo, Arnaldo do Espírito Santo, Carlos H. do C. Silva, Jean-Yves Leloup, Manuel Ferreira Patrício e Pinharanda Gomes, a par de muitos outros.

Para além disso, neste primeiro número poderá ainda encontrar uma série de outros textos, sobre outras temáticas, conforme o nosso índice:

ÍNDICE DO 2º NÚMERO

EDITORIAL, p. 5

SOBRE ANTÓNIO VIEIRA E O FUTURO DA LUSOFONIA

Adriano Moreira, O CENTENÁRIO DE VIEIRA, p. 8

Aníbal Pinto de Castro, VIEIRA, UMA PERSONALIDADE E UM TEXTO DE PERENE MARCA BARROCA, p. 9

Arnaldo do Espírito Santo, O CORPO E A SOMBRA, p. 11

Carlos Dugos, METÁFORAS DO V IMPÉRIO E DE OUTRAS UTOPIAS, p. 14

Cátia Miriam Costa, O VERBO VIEIRINO, p. 16

Dione Barreto, O SERMÃO DO ESPÍRITO SANTO E A INDIVIDUAÇÃO: AS VOZES  DE PADRE ANTÓNIO VIEIRA E C.G. JUNG, p. 18

Dirk Hennrich, AS LÁGRIMAS DE VIEIRA E A TRISTEZA TROPICAL, p. 22

J. Pinharanda Gomes, UMA «ARTE DE PREGAR» À SOMBRA DE VIEIRA, p. 24

Jorge Martins, O FILO-SEMITISMO DE ANTÓNIO VIEIRA, p. 28

José Eduardo Franco, O PADRE ANTÓNIO VIEIRA E A EUROPA, p. 33

Lélia Parreira Duarte, A ARTE IRÔNICA DE VIEIRA E O QUINTO IMPÉRIO DE PORTUGAL, p. 35

Luís Loia, O PADRE ANTÓNIO VIEIRA E O CONHECIMENTO DOS FUTUROS, p. 38

Maria Cecília Guirado, NOTÍCIAS DO BRASIL NO SÉCULO XVII: VIEIRA E A GLOBALIZAÇÃO, p. 42

Miguel Real, O CABALISMO DO ANO DE 1666 EM PADRE ANTÓNIO VIEIRA, p. 46

Nuno Rebocho, MEMÓRIA DE ANTÓNIO VIEIRA NA CIDADE VELHA, p. 49

Paulo Borges, PADRE ANTÓNIO VIEIRA: GÉNIO E LOUCURA, p. 50

Samuel Dimas, A HISTÓRIA ESCATOLÓGICA DO PE. ANTÓNIO VIEIRA: AS TRÊS VINDAS DE CRISTO, p. 52

Sérgio Franclim, A VIDA E O QUINTO IMPERIALISMO DE PADRE ANTÓNIO VIEIRA, p. 56

António Saias, UM PAPO COM VIEIRA, p. 60

AA.VV., VALEU A PENA?, p. 61

Rui Martins, DO FUTURO DA LUSOFONIA, p. 63

Ana Margarida Esteves, PORTUGAL E A LUSOFONIA COMO PROPULSORES DA INOVAÇÃO SOCIAL: A NECESSIDADE FAZ O ENGENHO, p. 69

Maria Ana Silva, A LÍNGUA PORTUGUESA É O MAR QUE UNE A TERRA: A ALIANÇA ENTRE HOMEM E DEUS, p. 72

Artur Alonso Novelhe, UMA PERSPECTIVA GALEGA DO FUTURO DA LUSOFONIA, p. 75

Cristina Leonor Pereira, 2008: É NOVAMENTE HORA!, p. 77

Eurico Ribeiro, PORTUGAL, QUE MISSÃO?, p. 78

Flávio Gonçalves, A LUSOFONIA, O PAN-LATINISMO E A EURÁSIA COMO ALTERNATIVAS AO ATLANTISMO, p. 87

Joaquim M. Patrício, REALIDADES, DESAFIOS E FUTURO DA LUSOFONIA, p. 88

Paulo Feitais, DAS FLORES AOS FRUTOS: O FUTURO DO MUNDO LUSÓFONO, p. 91

Renato Epifânio, A LÍNGUA-FILOSOFIA PORTUGUESA COMO UMA VIA ABERTA, p. 93

Rita Dixo, DA LÍNGUA PORTUGUESA COMO IMAGEM DA NOSSA ALMA, p. 95

Carlos Magno, LUSOFOBIA, p. 96

Manuel Ferreira Patrício, O PADRE ANTÓNIO VIEIRA, A LUSOFONIA E O FUTURO DO MUNDO, p. 96

AINDA SOBRE A IDEIA DE PÁTRIA

Carlos H. do C. Silva, DO INTERMÉDIO DA PÁTRIA OU DO PERICLITANTE TEMPO NACIONAL, p. 100

DA ARCA

João Teixeira da Motta, O TERRITÓRIO E O MAPA (em anexo, cartas de Agostinho da Silva, Cruzeiro Seixas, Dalila Pereira da Costa e António Quadros), p. 120

POEMÁGUIO

Sérgio Franclim, PADRE DA LOUCURA, p. 128

José Eduardo Franco, VIEIRA, O OUSADO, p. 128

Samuel Dimas, INSTANTES DE PARAÍSO, p. 129

Maurícia Teles da Silva, DA MEMÓRIA EM FEVEREIRO: HOMENAGEM E GRATIDÃO, p. 129

Alexandre Vargas, A MORTE DE PORTUGAL / VITÓRIA, ABRIL/ O ÚLTIMO PORTUGUÊS / FUTEBULIMIA, p. 130

António José Borges, A CAMÕES, p. 132

Dirk Hennrich, UM NOVO ÍCARO, p. 132

Renato Epifânio, ALJUBARROTA, 133

Carlos Lopes Pires, COMO PODE A LUZ, p. 133

Francisco Soares, NOITE ACESA, p. 134

Casimiro Ceivães, QUE TEM GOA, QUE MAGOA, p. 134

Celeste Natário, UMA ALMA AZUL, p. 135

Fernando Botto Semedo, NUMA VEEMENTE SEARA PLENA, 135

Jesus Carlos, A CRIPTA I, II e III, p. 136

Fabrício Fortes, LEMBRANÇA DE ANTES DO TEMPO, p. 137

José Smith Vargas, BAILE NO CEMITÉRIO, p. 137

Luís Carlos dos Santos, A ILHA, p. 138

Ana Margarida Esteves, FADO EMBARCADIÇO, p. 138

Maria Almira Medina, CANTIGA PARA CANTAR NA PRAIA AO ENTARDECER, 139

Saudades do Futuro, DAS SAUDADES QUE HAVIA, p. 139

Amon Pinho Davi, DE SAGRES AO SUBLIME, EXPERIÊNCIA, INSPIRAÇÃO OU IMAGENS DO FEMININO, p. 140

Joana F. D., UMA SERPENTE NO TEJO, p. 142

Manuel da Silva Ramos, PROVÍNCIA MUITO PARADA OU MORTA, p. 142

Fernando Grade, MARÃO CEDO, p. 143

Adriana Costa, O RIO CORRE, p. 143

Paulo Borges, CANTO-TE, p. 144

Duarte Drumond Braga, DOIS POEMAS DO LIVRO OITO VOTOS, p. 144

António Quadros Ferro, SEM EPÍGRAFE/ SUBIR/ A PALAVRA, p. 145

OUTROS VOOS/ OUTRAS VOZES

António Telmo, COINCIDÊNCIAS, p. 146

Gilda Nunes Barata, ACÇÕES OU VENDAVAIS COM ESPUMA?, p. 147

Donis de Frol Guilhade, DA PHILOSOPHIA SITIADA, p. 148

Sam Cyrous, SOBRE O DIÁLOGO INTERCULTURAL, p. 150

Kit-Fai Naess, CARTA A ARNE NAESS, p. 152

José Maurício de Carvalho, CONSCIÊNCIA MORAL E DESAFIO ECOLÓGICO, p. 156
Jorge Neves, SAUDADES DO FUTURO, p. 160

RUBRICAS

COISAS E LOISAS, de J. Pinharanda Gomes, p. 162

DO ESPÍRITO DOS LUGARES, de Manuel J. Gandra, p. 163

AS IDEIAS PORTUGUESAS DE GEORGE TILL, de Jorge Telles de Menezes, p. 165

PÁGINAS TEMÁTICAS

LITERATURA ORAL E TRADICIONAL, de Ana Paula Guimarães, p. 166

ARTES PLÁSTICAS, de Cristina Pratas Cruzeiro e Rodrigo Vilhena, p. 168

TEATRO, de Jorge Telles de Menezes, p. 172

MÚSICA, de Pedro Miguel (com nota introdutória), p. 174

PROJECTOS, de Firmino Pascoal, p. 176

BIBLIÁGUIO

ANTÓNIO VIEIRA, HISTÓRIA DO FUTURO, por Renato Epifânio, p. 178

ANTÓNIO BRAZ TEIXEIRA, O ESSENCIAL SOBRE A FILOSOFIA PORTUGUESA (SECS. XIX E XX), por Joaquim Domingues, p. 179

ARIANO SUASSUNA, ROMANCE D’A PEDRA DO REINO, por Romana Valente Pinho, p. 180

JOÃO RÊGO, CONTOS DA COLUNA DO MEIO, por Joaquim Domingues, p. 181

JOSÉ MAURÍCIO DE CARVALHO, O HOMEM E A FILOSOFIA. PEQUENAS MEDITAÇÕES SOBRE EXISTÊNCIA E CULTURA, por António Paim, p. 183

HELENA BELMONTE, 7 MULHERES PARA D. SEBASTIÃO, João David Pinto Correia, p. 184 (a incluir)

ADOLFO CASAIS MONTEIRO: UM CENTENÁRIO, DESDE A ÁGUIA ATÉ À NOVA ÁGUIA, por Carlos Leone, p. 185

GOLPE D’ASA

Jean-Yves Leloup, TODOS OS CAMINHOS LEVAM À PRAIA: UM NOVO INÍCIO PARA A METAFÍSICA, p. 188

SOBRE A NOVA ÁGUIA

Miguel Real, TEXTO DE APRESENTAÇÃO DA NOVA ÁGUIA, p. 190

Pedro Teixeira da Mota, DO RENASCIMENTO DA NOVA ÁGUIA, p. 192

Renato Epifânio, OS PRIMEIROS NOVE MESES DA NOVA ÁGUIA, p. 194

COLECÇÃO NA, p. 201

Anúncios
Categories: Brasil, Movimento Internacional Lusófono, Nova Águia, Padre António Vieira, Política Internacional, Política Nacional, Portugal, Sociedade, Sociedade Portuguesa | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Já estão agendados 12 lançamentos do nº 2 da revista Nova Águia…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: