Daily Archives: 2008/09/01

Licenças de detective para… Técnicos de reparação de computadores (só no Texas, claro!)

(Texas Rangers ontem... Hoje... Técnicos de reparação de computadores in http://www.legendsofamerica.com)

Uma lei recentemente aprovada no Estado norte-americano do Texas pretende responder a todos aqueles que tendo que levar o seu computador avariado a uma loja de reparações dos mesmos… ficaram a pensar se não teriam algo no seu disco rígido que não gostaria que encontrassem… alguns, tipo Carla Matadinho acabaram por lucrar com foco mediático dessas descobertas, mas outros… viram a sua vida devassada e fotografias privadas suas à solta na Internet… Nunca tal me aconteceu, porque das minhas máquinas trato eu, mas segundo ESTA lei do Texas os funcionários das lojas de reparação de computadores terão que ter uma licença de detective privado. Para obter tal licença, o candidato tem que receber uma formação em justiça criminal e participar num seminário de 3 anos. Todas as lojas que recusem inscrever os seus funcionários nestes programas terão que encerrar e quem fôr encontrado reparando computadores sem esta licença poderá ser preso até… um ano, estando inclusivamente previstas penalidades para clientes que aceitem serviços de lojas não certificadas!

Um exemplo a seguir entre nós?… Sem dúvida que sim… E não falo de fotografias íntimas, que aqui a consequência pode ficar-se “apenas” pela humilhação pública, mas de registos bancários, passwords de ebanking, números de contas bancárias, etc. Todos estes dados não deviam estar na maioria dos pcs domésticos, mas estão, em folhas de Excel (algumas com passwords que se quebram em dois minutos), em ficheiros de Word zipados com palavra-chave (que se quebram em três minutos) ou simplesmente desprotegidos.

Um conselho: se tem fotografias ou dados deste tipo no seu computador… Tire-os. Mais vale guardá-los no Google Docs (desde que não grave a password) ou que os conserve num USB stick (com backup noutro) e guarde estes num local seguro do que deixá-los no PC… Por mim, cumpro sempre um princípio: nada neste pc onde escrevo estas linhas tem importância e tudo (dados e documentos) são guardados algures, online. Assim, posso sobreviver facilmente a uma avaria de disco ou a um furto de equipamento, perdendo apenas o tempo da instalação de novo Ubuntu…

Fonte:
http://www.pcmag.com/article2/0,1895,2324220,00.asp

Categories: Informática, Política Internacional, Sociedade | 2 comentários

Comunidade Orkut: MIL – CPLP – Lusofonia

Conhece a comunidade Orkut: MIL – CPLP – Lusofonia ?

http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=48333286

Adira e participe !

Eu já lá estou…

Categories: Brasil, Informática, Movimento Internacional Lusófono, Portugal, Sociedade | 1 Comentário

No longer made in China… Steiff e o começo da reversão do processo da Globalização?

O conhecido fabricante alemão de brinquedos Steiff vai deixar de fabricar os seus muito conhecidos ursos de peluche na China devido a preocupações ligadas com a qualidade dos produtos. Segundo o CEO da empresa alemã, conhecida pelos seus peluches para os segmentos sociais mais abastados: “estamos a retirar da China passo a passo. Para brinquedos de alta qualidade, a China não é simplesmente uma fonte fiável.” Segundo o gestor, os fabricantes chineses não conseguiam fabricar os modelos mais complexo da marca com os elevados padrões de qualidade exigidos pela empresa alemã nem sequer cumprir os apertados prazos impostos pela marca, algo que se tornou patente quando numa encomenda recente, o fabricante chinês demorou três meses a entregar as 80 mil unidades prometidas aquando de um lançamento especial do urso “Knut”.

A Steiff começou a fazer outsourcing da sua fabricação em 2004, como forma de reduzir custos alegando que as suas fabricas na Alemanha não conseguiam competir no mercado global.

Um dos problemas que a Steiff encontrou nos seus parceiros chineses foi a elevada taxa de rotação do pessoal e os efeitos que esta tem na qualidade dos produtos manufacturados. A empresa estima que são necessários 8 a 12 meses para que um funcionário seja devidamente treinado de forma a responder aos padrões milimétricos exigidos pela firma alemã. Os problemas impostos pela distancia entre os mercados consumidores destes artigos de luxo (no Ocidente) e a fabricação no Oriente e pela explosão dos custos de combustível e do transporte marítimo pesaram também nesta decisão…

Esta decisão não quer dizer que a Steiff vai simplesmente deixar de fazer outsourcing da sua produção. Significa apenas que vai deixar de fazer outsourcing para a China. Assim, há planos para transferir essa produção em 2009 para a Tunísia e para… Portugal, assim como para fazer uma certa deslocalização de volta para a Alemanha.

Este movimento de relocalização esta a percorrer praticamente todas as multinacionais, sobretudo nos sectores têxtil e dos brinquedos, e tem sido propulsionado pelos aumentos dos combustíveis, pelo aumento dos salários na China e também pelos sistemáticos casos com fraca qualidade e com baixos níveis de segurança que afectaram muitas empresas multinacionais, como a poderosa Matell, por exemplo… No global, os preços de fabricar algo na China terão aumentado 30 por cento apenas nos últimos meses. Isto representa boas noticias para países intermédios – em custos e distancia – como os países balcânicos, do norte de África e para Portugal, como reflecte esta decisão da Steiff e é um movimento que foi obviamente atentamente observado por muitas outra multinacionais e que pode representar o começo de uma reindustrialização da economia portuguesa.

Fontes:
http://www.thelocal.de/12857/20080702/

http://uk.biz.yahoo.com/04072008/399/outsourcing-bear-steiff.html

Categories: China, Economia, Política Internacional | Etiquetas: | 1 Comentário

Quids S12-68: Como se chamava este homem?

Dificuldade: 3

Regras:

1. Cada Quid valerá entre 1 a 3 pontos.
2. Cada pista fornecida deduzirá um ponto aos pontos correntes ao Quid, parando esta descida em 1 ponto.
3. Não serão dadas pistas no próprio dia do lançamento do mesmo, mas apenas no período seguinte (12:30-14:30 do dia seguinte, juntamente com o lançamento do Quid seguinte). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, se pedidas.
4. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 50 pontos.

Categories: Quids S12 | 21 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade