Bono: Façam o que eu digo, não o que eu faço: Fuga aos Impostos e Imagem Pública

Embora Bono, dos UE, tenha uma imagem pública bastante positiva e que resulta fundamentalmente da sua participação em campanhas públicas a favor do combate à pobreza (ver AQUI), nem todos os aspectos da personagem são assim tão positivos e não é preciso escavar muito para encontrar sérias contradições entre a atitude pública e a vida privada e empresarial do cantor irlandês… Não foi ainda há muito tempo que os U2 transferir a sua editora da Irlanda para a Holanda como forma a fugirem ao pagamento de metade da sua devida carga fiscal… Precisamente no mesmo momento em que Bono apelava aos governos do mundo para reforçarem a sua contribuição para o combate à pobreza em África. Aparentemente com os nossos impostos, já que os dele são agora cobrados nas Antilhas Holandesas.

Quando confrontado diretamente com estas contradições, Bono declarou “O nosso negócio é um negócio muito complexo. É claro que tentamos ser tax-efficient. Que não o tenta ser?” (ver AQUI). É claro que se todos foram assim tão eficientes como os U2, então os mesmos governos que Bono quer pressionar ficariam sem recursos para aplicar essas medidas. E não falamos de pouco dinheiro! Só em 2005, estima-se que a banda irlandesa tenha facturado mais de 110 milhões de dólares e destes… 55 já não vão para os cofres do governo irlandês, onde poderiam ser reinvestidos na tal ajuda a África que Bono diz defender…

Fonte:
http://www.guardian.co.uk/commentisfree/2006/oct/22/comment.theobserver

Categories: Sociedade | Etiquetas: , | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “Bono: Façam o que eu digo, não o que eu faço: Fuga aos Impostos e Imagem Pública

  1. Nito

    reinvestir em ajuda para Africa com os impostos dos outros não com os dele… perdão reinvestir em ajuda, não é investimento é uma doação…

  2. alguma estava a soar a falso em Bono, desde aquele episódio do “abandono do índio”…
    mas depois que soube destas “manobras fiscais”, alinhei definitivamente o tipo na minha lista pessoal dos “salafrários”. DIto.

  3. Rui de Brito Mendes

    Bem… A Irlanda é uma República. Duvido que fossem para os cofres de sua majestade… seja lá quem for essa majestade

  4. ups
    correcção feita (e evidente)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: