Daily Archives: 2008/07/19

A polícia chinesa expulsa os repórteres estrangeiros das zonas onde ocorrem protestos contra o governo

(Pai chorando sobre as ruínas da escola onde morreu o seu filho, em Sichuan in http://www.cbc.ca)

Uma notícia que não mereceu o devido destaque no Ocidente e, sobretudo nos media portugueses, foi aquela que deu conta da expulsão de repórteres estrangeiros pela polícia da cidade de Dujiangyan, onde o colapso estrutural de várias escolas provocou a ira de familiares contra as administrações locais acusadas de laxismo e incompetência… A expulsão – que colide com promessas governamentais por uma total abertura – reflete um tique totalitário por parte de um dos regimes mais autoritários do mundo que recentemente a propósito das Olimpíadas de Pequim tinha prometido uma maior abertura.

A medida reflecte quão superficial é e a “abertura” chinesa e a nova capacidade da sua população para se manifestar contra a incompetência e a corrupção que contaminam ainda muitos escalões da administração local chinesa.

No total, estima-se que mais de sete mil escolas tenham ruído na afectada província de Sichuan, tendo a maioria delas desabado enquanto edifícios privados, mais antigos, se mantinham de pé, uma anomalia que desde cedo levantou serias dúvidas sobre a qualidade da sua construção. Estes sinais de que algo de muito errado se passa com a construção de escolas na China foram aliás confirmados pela ordem emitida em Julho pelo governo de Pequim para que as autoridades locais da China verificassem a capacidade anti-sísmicas das suas escolas, indicando que a ma construção destes edifícios não se limita apenas a Sichuan e que a ordem de Deng para que “enriqueçam” tem sido seguida de forma demasiado literal e amoral por muitos membros da administração e do empresariado chineses, a custa do sacrifício da sua própria população e da morte de dezenas de milhar de crianças no terremoto de Abril, em Sichuan…

Fonte:
http://news.yahoo.com/s/afp/20080612/wl_asia_afp/chinaquakemediacensor

Categories: China, Política Internacional | 3 comentários

Os satélites TESS: Descobridores especializados de planetas a lançar em 2012

TESS
(Um satélite TESS in http://web.mit.edu)

Uma equipa do MIT (“Massachusetts Institute of Technology”) liderada pelo professor George R. Ricker está a desenvolver aquele que é um dos projectos que potencialmente poderá ser mais importante para a da humanidade: uma rede de satélites capaz de vigiar todo o céu em busca de planetas extra-solares que passem à frente de estrelas. O sistema será suficientemente sensível ao ponto de poder detectar planetas semelhantes à Terra, isto é… Com as condições devidas para poder gerar e albergar vida semelhante à terrestre.

O curioso nesta história é que o projecto está a ser parcialmente financiado pela Google e que graças ao seu novo “Google Sky” já mostra o firmamento aos seus utilizadores e agora vai pagar pelas câmaras de grande angular que vão equipar estes satélites. A Google vai também contribuir com a sua equipa de engenheiros para desenvolver formas de processar os grandes volumes de informação gerados por essas câmaras.

O satélite TESS (“Transiting Exoplanet Survey Satellite”) deverá ser lançado em 2012 e deverá começar a produzir quase imediatamente dados que vão localizar planetas semelhantes à Terra… Até agora já se conhecem mais de 200 planetas extra-solares, mas são quase todos planetas gigantes, como Júpiter, mas este sistema vai fazer subir este número já que em vez da técnica de detecção mais comum que passa pela observação de alterações gravitacionais nas órbitas estelares, o sistema será capaz de detectar as ínfimas alterações de luz quando um pequeno planeta passa à frente de uma estrela, fazendo com que o número de 20 planetas descobertos até hoje com essa técnica suba exponencialmente.

As câmaras do TESS terão a espantosa resolução de… 192 megapixels (192 vezes mais que a câmara do meu qtek 9100…) e serão capazes de cobrir todo o firmamento, incluindo assim mais de dois milhões de estrelas, esperando-se que o TESS seja capaz de identificar entre estes dois milhões mais de mil sistemas planetários em apenas dois anos.

Fonte:
MIT

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | 6 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade