O Iraque está a recuperar a sua produção petrolífera…

(http://www.thecolorawards.com)

O Iraque esta a colocar quantidades crescentes de petróleo nos mercados internacionais, à medida que a situação de segurança interna estabiliza. O pais alcançou novos recordes de produção, desde a invasão norte-americana e estes novos níveis de produção têm muito a ver com a colocação em pleno funcionamento do oleoduto do norte, na região autónoma do curdistão. Sendo que este oleoduto é agora seguro em grande medida porque as tribos sunitas que antes o atacavam agora são pagas para… O proteger. Dando razão aqueles que acreditavam que a chave para o problema iraquiano reside não no empenho de mais forcas estrangeiras, mas na “localização” da guerra civil e, sobretudo, fazendo com que as populações locais sejam as primeiras beneficiarias das riquezas do subsolo.

Atualmente, as exportações iraquianas pelo norte ultrapassam já o limite dos dois milhões de barris diários e continuam a subir a ritmo constante. A sul, o Iraque tem mais campos e reservas mais generosas, mas a produção esta ainda estagnada nos 1,92 milhões de barris diários, devido à existência de uma situação de segurança ainda critica.

Estas noticias – que não têm merecido o devido foco mediático – são importantes porque indicam que numa época em que o consumo de hidrocarbonetos começa a ser mais intenso que a produção, existem países com capacidade para injetar mais petróleo no mercado. As noticias de ataques de rebeldes na Nigéria, de tempestades no Golfo do México ou de ataques iminentes (mas nunca realizados) contra o Irão, contribuem, a cada noticia ou rumor, para um aumento dos preços do barril de crude e para a dilatação escândalos dos lucros de especuladores e intermediários. Mas existe um silenciamento quase suspeito das boas noticias – como esta – que fariam diminuir a febre nas bolsas e descer os preços – muito inflacionados – do petróleo… Haverá relação entre este silenciamento e o facto de a maior parte dos grupos de media (que compraram hoje quase todos os media independentes) serem detidos direta ou indiretamente por grande grupos financeiros com grandes presenças nas Bolsas de todo o mundo?

Fonte:

http://www.energy-daily.com/reports/Analysis_Security_allows_Iraqi_oil_output_999.html

Anúncios
Categories: Economia, Política Internacional | Etiquetas: , | 5 comentários

Navegação de artigos

5 thoughts on “O Iraque está a recuperar a sua produção petrolífera…

  1. Fred

    E a Petrobrás já anunciou que não vai mais voltar a operar no Iraque!

  2. Revoltado

    Ainda mais estranho é o facto dos grandes media ignorarem as descobertas de petróleo no Colorado. Pesquise acerca disso. Há indícios de que lá há reservas oito vezes maiores que as da Arábia Saudita.
    Parece que interessa há muitos fazer com o petróleo o mesmo que foi feito com o mercado de diamantes.
    Outra coisa interessante é que há teorias que lançam a hipótese de que o petróleo não é um combustível fóssil.
    Um abraço.

  3. Revoltado

    Caro Clavis,

    tenho que me desculpar por ter tratado tõ mal o português. ” Parece que interessa ‘há’ muitos” foi um lapso imperdoável.

    Um abraço

  4. E tem e gente dilapidando o lucro conseguido com o petróleo. povo sofrido, 12 anos de embargo, com + de 250.000 mortos civil, fora os mutilados..O + triste é o silêncio dos Sauditas a carnificina perpetrada pelos ianks aos seus co-irmãos..sindrome de amélia..e os palestinos…Cadê a ONU e p/ ditar dia e hora p/ eles sairem , largar o osso? É o TPI, hein?….Q Deus os Ajude.

  5. alguém já escreveu que nada pior para um país do que ter recursos minerais ricos… já que isso potencia muito a mais erupção de classes corruptas, muito mais do que os países que fazem a sua economia do comércio ou da indústria…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: