Boicote à GALP !

1. Porque é impossível um movimento espontâneo e não coordenado acertar datas de boicote
(1, 2 e 3 Junho ou outras)

2. Porque a GALP lucra diáriamente 1,2 milhões de euros

3. Porque é a maior petrolífera nacional

4. Porque é a petrolífera que mais vende em Portugal

5. Porque as petrolíferas – ainda que comprem o crude mais caro – estão a registar lucros recorde e estes vêm dos nossos bolsos e não de ganhos de eficiência

6. Porque só assim poderemos fazer o Governo a fazer algo, além de se banquetear com os rendimentos crescentes (proporcionais!) do ISP!

Faça algo por si!

Boicote!

(se a “Petição contra as comissões sobre levantamentos em ATMs (Multibanco)“, já recolheu mais de 270 mil assinaturas, é porque há na sociedade portuguesa uma imensa e desperdiçada vontade de intervir nas coisas que a todos dizem respeito… E, logo, este boicote será um estrondoso sucesso. Veremos.)

Anúncios
Categories: Economia, Política Nacional, Sociedade Portuguesa | Etiquetas: | 42 comentários

Navegação de artigos

42 thoughts on “Boicote à GALP !

  1. Apoiado.
    Apesar da ideia de 1,2,3 não ser uma má ideia.

    Contudo para começar a história de 1,2,3 não é má ideia.

    E as razões aqui apontadas são extremamente correctas.

  2. é verdade.
    num país onde a população civicamente está tão dormente (basta ver a abstenção crescente) estes movimentos de revolta indicam que há energias adormecidas que estão prontas a vir à superfície nos casos mais flagrantes.
    esperemos que esta erupção se confirme e que o Governo faça algo (pela via fiscal) e pressionem que de direito (as petrolíferas, GALP e além dela) a conterem a sua sofreguidão pelo Lucro.

  3. cravo

    As intenções são boas mas não passam daí. Nos ultimos dias recebi este email e mais três emails idênticos a este, um com a palavra BP no sítio de Galp, outro com a palavra Repsol no sítio de Galp e outro com uma data diferente.
    É evidente que para as gasolineiras é muito fácil anular completamente o efeito deste ataque. Basta enviarem o mesmo email com outras gasolineiras como alvo. A partir daí gera-se a confusão, as pessoas já não sabem quem é o alvo, torna-se tudo pouco claro e desistem. Isto acontece sucessivamente. A melhor maneira de anular uma tentativa com um objectivo claro é criar várias réplicas com alvos diferentes. É como se na tropa não houvesse um comandante e os soldados tentassem organizar-se distribuindo panfletos onde se apela para atacar determinado inimigo em determinado momento. Ao inimigo basta distribuir mais panfletos visando outros inimigos à mesma hora e já ninguém sabe quem é para atacar.
    Estas iniciativas particulares não dão em nada, não passam de uma ingenuidade sem efeitos práticos. Tem de haver liderança clara. O que era preciso era que alguma entidade oficial, a ANAREC por exemplo, liderasse uma camapanha deste género a nível nacional. Mas obviamente que atacar uma marca assim passa os limites da legalidade e tal não é possível.
    Tem de ser o governo a pôr a mão neste problema, mas o governo tem as mãos ocupadas a esvaziar os nossos bolsos.

  4. Anónimo

    “Companheiro PTtista”, a esquerda internacional em seus diversos matizes é a causa do atraso e da miséria. Esse discurso falacioso é o mesmo que acusa o Biocombustivel de causar a fome. A esquerda quer a pobreza imperando para fazer valer suas idéias,ela é contra a prosperidade e a paz.

  5. num ponto tens razão: elas podem anular, dispersando este esforço. mas repara que o boicote poderá ser eficaz, se concentrado numas poucas, especialmente nas maiores e naquelas que mais lucram (BP e Galp).
    É claro que o melhor é fazermos todos os que pudermos algo bem mais radical: deixar o carro em casa e usar transportes públicos. Muitos de nós, podem fazê-lo, mas não o fazem para sairem de casa 15 minutos mais tarde, por comodidade, etc. É certo que muitos outros, ou não têm redes de transporte eficientes, ou perto ou em horários úteis. Mas nem todos…
    Pessoalmente, uso diariamente a CP, por isso sei que hoje os comboios da linha de sintra andam com muito baixas taxas de ocupação… e lembro-me como eles eram na década de 80! Muitíssimo diferentes! O que mudou: mais gente segue hoje o mesmo percurso, mas de carro.

  6. Anónimo:
    Nada há que reprovar ao lucro, excepto quando este resulta do monopólio, do cartel e não do aumento de eficiência das empresas. E muito mais há a criticar quando ele radica na pura e vazia especulação bolsista.
    Ora é o caso (todos os listados) neste presente aumento de preço do crude.
    É isso que devemos combater.

  7. Bernardo

    Dicas que algumas pessoas podem utilizar para reduzir custos
    Quando compensar deslocar-se em:
    -Transporte público
    -Transporte público até onde pode depois apanhar boleia de um amigo
    -Boleia de familiar ou amigo até transporte público
    -Carro de familiar ou amigo e dividir despeza
    -Uma semana utilizar o caro de um outra semana o do outro.
    Também a forma de utilizar o automóvel pode contribuir para a economia de consumo de combustivel, como por exemplo:
    -Tentar fazer as deslocações em periodos de menor trânsito. Por vezes é preferivel iniciar a viagem depois da hora de ponta. Trabalhar até mais tarde uma ou duas horas e chegar a casa quase à mesma hora.
    As hipotesses são diversas para reduzir custos e amigas do ambiente.

  8. correcto.
    e…
    comprar híbridos, carros económicos
    andar a pé, etc, etc

  9. Boicotes de 3 dias não têm qqr efeito prático!
    Depois a Galp tem muitos protocolos (cartões frota, etc) que obrigam a abastecer lá. A Repsol também tem acordos de parceria para reduções de preço (por. exemplo com o ACP).
    Logo sugiro que ATÈ OS PREÇOS BAIXAREM, ninguém faça QUALQUER abastecimento na BP.
    Acreditem que, se formos capazes, isto vai resultar!!

  10. Rodrigo Lopes

    Acho bem a iniciativa, mas sim é verdade, os portugueses não se mobilizam para nada, povo queixoso por natureza. Mas é uma questão de se tentar, não por 3 dias mas por um mês talvez, todo o mês de Junho, façam um mail mais formal para dar a conheçer o boicote e divulguem, eu estou disponivel para enviar a mailings lists, e publicidade na rua, apelem ao abastecimento em postos alternativos à Galp, assim vamos direito à grande potência, atingindo a Galp, atingimos todas..

    Cumprimentos

  11. manel

    eu nos dias 1,2 e 3 vou precisar de abastecer na galp por causa de um protocolo com a empres, mas se mudarem para outra petrolifera na mesma data ou para depois do dias 15 contem comigo

  12. mergulho

    Portugal é o único país no mundo em que a concorrência implica aumento dos preços.
    São os resultados do xuxalismo ou xuxal-democracia selvagens.
    A manelinha leite está quase a descobrir o que é um cartel, que génia! “his master`s voice”, vamos lá a ver se não lhe mostram o rabo outra vez.
    Ó socretino, para quem não sabe fo… , até os co… empatam. Até a DECO já tinha avisado à meses que o cartel era chefiado pela “GOLP” e eles são….

  13. mergulho

    E o burro sou eu!

  14. sa morais

    Já tem o meu apoio e já está no ideias!

  15. COSTA CARLOS

    Meus amigos,chegou a altura de acabarmos com as
    divisões entre nós,e pegar de facto o touro pelos cornos.Quem detem o monopólio dos preços em alta? Quem fixa as novas tarifas para os combustiveis
    sem o minimo de moralidade,só se preocupando com os lucros?Óbviamente, duas empresas principalmente.Quem são elas? BP e GALP, vamos
    todos evitar ao máximo ,o abastecimento nessas gasolineiras,com efeito imediato!
    Hoje 26/05/8 as acções da galp, ao meio dia já tinham caído perto de 3% e só estamos a começar.
    Vamos ver quem mais ordena!

  16. Andre Castro

    A vergonha continua e só os burros se deixam levar! Vamos todos deixar a passividade de lado e mostrar àqueles senhores que sem clientes nem a maior empresa do Mundo sobrevive.

    A Galp e a BP vão servir de exemplo para todas as petrolíferas aprenderem a lição!

    Todos nós temos a ganhar com isso!

  17. Mónica Almeida

    Pessoal,

    Eu já tenho colado no vidro do meu carro uma folha A4 onde se pode ler: NA GALP NÃO.

    E a única forma de vermos se o povo está realmente unido.

  18. é preciso passar a mensagem
    manter a pressão
    e ensinar estes senhores que ganhos financeiros sem ganhos de eficiência, são anti-económicos (cartéis de preços e monopólios) e que, afinal, em vez que aumentarem os lucros, podem até contribuir para o seu afundamento!

    mas sobretudo…
    todos nós temos que passar a consumir menos gasolina!
    porque é que os transportes públicos estão hoje menos ocupados do que há 20 anos? Porque é que a Carris regista todos os anos, taxas de ocupação sucessivamente inferiores?
    os que de entre nós, têm essa opção, devem usar os transportes públicos, isso sim, é que seria uma grande chapada no rosto anafado destes Senhores.

  19. Sérgio Silva

    Bom dia,
    Quanto a mim já estou a meter gasóleo em Espanha pois tem em certos postos quase 0.40 cêntimos de diferença, em litro de gasóleo.
    E vou meter em Espanha não só por ser mais barato mas é mais uma forma de protesto e porque tenho deposito para 80 litros.
    Mas acho que deveriamos realmente acabar com esta situação. Está intolerável.
    Boa sorte para os dias 1,2 e 3.

  20. a opção certa (até para dar uma ensinadela ao Governo)!
    infelizmente, inviável para a maioria de nós, longe da raia castelhana…

  21. Pingback: Por mim, insista-se que todos somos poucos. « Suck and Smile

  22. pintoribeiro

    Linkado, naturalmente.

  23. movimento civico

    O que constato é que em Portugal ha um deficiente movimento civico capaz de mobilizar as massas, veja-se no estrangeiro..fazem manifestações nas ruas com centenas de milhares de pessoas…100 mil..300 mil..etc, capazes de abanar um governo. E em Portugal? só se for em maio e em Fátima….

  24. COSTA CARLOS 2

    Meus amigos chegou a altura de acabarmos com as divisões entre nós, e pegar de facto o touro pelos cornos!
    Quem detém de facto o monopólio da fixação dos preços?
    Quem estabelece de facto as novas tarifas para os combustíveis, sem o mínimo de moralidade nem pudor, preocupando-se unicamente com os milhões de euros de lucros, (há quem lhe chame outro nome) que diariamente vão auferindo, em detrimento das economias particulares e empresariais de Portugal?
    Quem são essas (empresas)? GALP e BP, obviamente. Mas atenção, há mais meninos no “CORO”. O Sr. Sócrates, à revelia do seu homónimo grego, não revela tudo o que sabe, senão como compreender o silêncio da autoridade da concorrência e preços, quando todos os Portugueses suspeitam de cartelização entre as principais empresas petrolíferas?
    Como entender, que hajam postos de abastecimento que praticam preços cerca de 10 a 15 % mais baratos, do que os das empresas acima referidas, sabendo nós que esses produtos têm todos a mesma origem?
    Vamos todos, evitar ao máximo, o abastecimento nessas gasolineiras, com efeitos imediatos, optando por empresas que tenham os carburantes mais acessíveis, nem que para isso tenhamos que esperar alguns minutos p/fazer o abastecimento.
    Dia 26/05/08, às 12,00h as acções da “GALP” já tinham caído cerca de 3%, .
    Hoje 27/05/08 às 18,00h as mesmas acções voltaram a cair 3,34% ,vamos apertar um pouco mais o cerco!
    A procissão já deu o 1º passo…
    Vamos mostrar a esses senhores de facto, quem é que “MAIS ORDENA”.

    Manda esta mensagem aos teus amigos.

    Um por todos,todos por um!

  25. sim!
    vamos dar uma lição de cidadania ás petrolíferas e aos políticos (lembrem-se que a liberalização dos preços, que prometia descê-los foi criação do governo Barroso!!! e que o “milagre” da redução do deficit encontra aqui uma grande explicação…

  26. calcaratos

    O boicote é um início, mas eles vão continuar a lucrar com os derivados do petróleo e com os cartões de frota.
    Os Portugueses por serem burros , iletrados e subservientes vão continuar a penar.
    Isto só lá vai há porrada.
    Se isto acontecesse no Afeganistão ou no Iraque o Bin Laden e os seus amigos já tinham puxado fogo aos poços de petróleo.
    A questão é se os portugueses estão dispostos a andar a pé ou de transportes públicos que mais parecem transportes de animais.
    Claro que não!
    O Português é calão e não quer andar a pé.
    O Português é explorado pelo patronato e tem de chegar a horas ao trabalho.
    O Português tem de chegar a horas ao infantário para ir buscar o filho.
    O Potuguês tem de acelarar e imaginar-se o Fitippaldi.
    O Português tem de ir ao supermercado , a 3 metros de casa , para ter uma cervejas para ver o Benfica.

    O mal não está neles, está em cada um de nós que pemite que sejamos explorados , enrabados e escravizados.

    Por isso eu digo: O Povo também quer comer bife do lombo!!!!!!

  27. Carlos santos

    Boas, pois o meu boicote vai do dia 1 ao 31 e por ai fora…cmds

  28. Eu e meu marido à largos meses que boicotamos estas marcas mais poderosas, temos duas viaturas em que só levam combustiveis dos postos dos hipers.
    Nosso boicote é permanente e apoiaremops todas as iniciativas de protesto sobre os preços altos dos combustiveis.
    Os portugueses têm de abrir os olhos.

  29. a paciência dos tugas está a cheagr ao limite. Neste e noutros domínios.
    A represa do “poder” há de romper por qualquer lado. Até pode ser por este.
    lembram-se da Ponte?

  30. LC 2008

    Bons dias, meus Senhores,
    O que mais me chateia nisto tudo é este país, infelizmente, ser um país de carneiros. Cheios de medo, andam uns atrás dos outros.
    Começando pelos nossos governantes, não surge ninguém com eles no sítio para fazer algo de útil (quiçá radical) pelo nosso país.
    Vai daí, toda a gente tem medo de se revoltar.
    Isto só lá vai à bruta !
    Não me venham com histórias anti-violência e blá blá blá, que é mesmo de porrada que isto precisa.
    Vejam o exemplo de outros países. Eu queria ver se esse pseudo-engenheiro não passaria a ter mais respeito por todos nós e a pensar duas vezes antes de tomar qualquer decisão.
    Se isto fosse um país unido, era juntarmo-nos bastava cerca de 500 pessoas em torno de um posto de combustível e partir aquela merda toda, só poupavamos a vida aos funcionários que estão ali porque precisam de trabalhar.
    Garanto-vos que a polícia nem tinha tempo de aparecer com elementos suficientes.
    Noutro dia, fazia-e o mesmo de surpresa noutro posto de combustível. and so on, and so on. Guerra civil contra esses ladrões !!
    Ok ok, enquanto não formos os suficientes, sempre podemos boicotar as idas a essas duas marcas.. Aproveitamos e vamos aqui ao lado lavar os olhinhos com nuestras hermanas, lol.
    Aproveitamos e vamos todos colocar um papel no vidro de trás do nosso carro a dizer : EU NÃO VOU À GALP E BP !!
    Aproveitamos e vamos todos andar mais de transportes públicos.
    Aproveitamos e vamos todos passar a andar de scooter, bicicleta, etc.
    Ou então aproveitamos e fazemos como muitos (se é que já não o deviamos ter feito), embrulhamos a trouxa e emigramos.
    Cumprimentos.
    LC

  31. Nuno Fernandes

    CUIDADO COM ESSE BOICOTE! A Galp está a fechar postos de abastecimento porque tem diminuido as vendas. Ora, ao boicotá-la corremos o risco de nºao baixar o preço da gasolina mas promover o desemprego.

  32. Bernardo

    Lamento que sejam os jovens os menos responsáveis por tudo o que está a acontecer no país e ao mesmo tempo os que mais poderão vir a sofrer nos próximos anos, porque sem querer ser alarmista tudo indica que o descontrolo a que estamos a assistir se vai prolongar por alguns anos.
    Durante muitos anos que a conjugação de vários factores têm contribuído para o que está a suceder. No que toca aos combustíveis e aos automóveis é através dos impostos sobre os mesmos que o Estado arrecada uma boa fatia para fazer face à alimentação do “animal”. Tal como tem sido noticiado, a redução de consumo de combustíveis e outros derivados do petróleo é significativa o que leva as petrolíferas a praticar aumentos que lhes garantam um volume de receitas superior às que auferiam anteriormente: -Que lhes permita criar infra-estruturas de armazenamento e aumento de stocks. Por seu lado o Estado faz incidir os impostos também sobre os aumentos, na tentativa de não perder receitas. No entanto a redução de receita pode mesmo assim acontecer se a redução de consumo se continuar a acentuar. Se tal acontecer poderemos não estar livres de mais aumentos de impostos.
    Tenho pena, de ter de terminar por agora, sem aliviar esta dose de pessimismo, no entanto acredito sinceramente nos jovens que tal como no passado, sem radicalismos, vão ser capazes de fazer renascer este país. Não será fácil mas vamos conseguir.
    Cumprimentos.
    Bernardo

  33. penso que é aí que está o cerne da questão:
    para compensar a quebra das vendas, as gasolineiras aumentaram as margens, de forma a manter (ou até subir) os lucros.
    esse factor não é desprezível, assim como o (principal) da especulação bolsista (responsável tb ela pela alta dos alimentos).
    esse último factor só seria combatido por uma taxa tobim…
    mas que, em suma, seja estranho que em época de crise, as empresas de um sector (as gasolineiras) estejam a registar lucros recorde, indica claramente que o seu papel na alta de preços não é tão inocente como querem fazer crer…

  34. Odysseus

    Viva Clavis, posso usar estes seis motivos no meu blog, no meu post q vou colocar anti Galp?

    Cumprimentos

  35. é claro que sim, Odysseus!
    vamos divulgar isto o mais possível!

  36. Obrigado, já coloquei lá no blog, se puderes dá um olhinho. Cumps

  37. CC

    Caros amigos, o governo deste País, continua a fazer dos Portugueses , uma Nação de estúpidos e ignorantes! Se não vejamos:
    Quando o movimento de boicote à GALP / BP, começa a fazer sentir os seus efeitos este mesmo governo, em vez de agilizar o trabalho da autoridade de concorrência e preços, vem anunciar medidas intimidatórias, de fiscalização através da ASAE e DGCI, contra as empresas distribuidoras de combustíveis , que tendo obviamente o seu
    lucro, praticam preços mais baratos!..(Claro que os seus administradores não devem ganhar 40 000,00/mês ,que se saiba, como os quadros superiores da Galp)
    Por tudo isto, não resisto a transcrever esta PÉROLA JORNALISTICA, publicada no JN em 30/05/08, da autoria do jornalista Manuel António Pina:

    Deambulando ociosamente pela NET para tentar saber quantas vezes terão
    aumentado hoje a gasolina e o gasóleo, dou com uma inesperada notícia da
    LUSA: A Comissão Europeia aplicou uma multa de 8,6 milhões de euros à
    GALP, por concertação de preços com, entre outras, a BP e a REPSOL. Mas
    então, pergunto-me, os aumentos mais ou menos simultâneos dos preços dos combustíveis não são, afinal, coincidência ? Estarão GALP, BP e REPSOL
    combinados para, como diz a comissária europeia da concorrência, Neellie
    Kroes, enganar “os consumidores, as autoridades e os contribuintes”? E, espera
    lá, não é só terça-feira que a Autoridade da Concorrência revelará os resultados
    da investigação sobre a concertação de preços que não há entre as petrolíferas
    para enganar “consumidores”,autoridades e contribuintes e serem todas felizes
    nos negócios ao mesmo tempo? Só depois reparo que a notícia é de Outubro do
    ano passado e se refere a um cartel que durante 12 anos, partilhou o mercado e
    combinou os preços do betume para asfalto em Espanha. Uff! Por pouco perdia a inabalável confiança que tenho na honestidade comercial da GALP, BP e REPSOL! Afinal foi em Espanha, estou certo que GALP, BP e REPSOL não
    fariam uma coisa dessas em Portugal. E que, se o fizessem, nunca se descobriria.

    Portugueses, tirem as devidas ilações…

    Uma grande vénia ao SNR. JORNALISTA!

    Sábado 31 de Maio de 2008

  38. Nunca serão encontradas, atas de reuniões, mensagens de mail, documentos escritos, etc, que provem o cartel, claro.
    e sem ele, nada mudará.
    por isso, temos que agir, e do lado que mais lhes dói:
    o lado do Boicote!

  39. CC

    NET VERSUS GALP – QUEM FALA VERDADE?

    Caros concidadãos:
    Tem sido frequentemente noticiado em diversos orgãos de comunicação social, que a GALP, tem exportado para os Estados Unidos, derivados do petróleo já refinados, nomeadamente gasolina. Uma vez que essa exportação é do conhecimento público,e a posição da GALP e do Governo Português convergem perfeitamente, afirmando e reafirmando que não há especulação nem cartelização nos preços dos combustíveis, refinados e distribuidos pela GALP e BP, eu como cidadão do meu País,não quis deixar de dar o benefício da dúvida a estas duas entidades, principais responsáveis pela fixação do preço dos carburantes em Portugal. Assim, decidi fazer através da NET, uma pequena investigação sobre o mercado dos combustíveis nos “States” e cheguei a uma conclusão que me deixou intrigado! Parte das gasolinas vendidas nos postos de abastecimento de Nova Iorque, por exemplo, terão origem nas refinarias de Sines ou Matosinhos. Pois para meu espanto, constatei que a gasolina sem chumbo, custava hoje 03/06/08 nessa mesma cidade 3,97 doláres / galão, (um galão = 3,78 litros),o que perfaz 0,95 US doláres/litro. Uma vez que a Europa compra o petróleo em doláres e vende os seus sucedâneos em Euros, teriamos com a cotação de hoje do dolár face ao euro, o preço de 0,60 euros / litro de gasolina!
    Se neste valor, constatarmos que já inclui; os lucros da Galp enquanto entidade refinadora e
    fornecedora, o frete dos navios tanque que fazem o respectivo transporte, os impostos Norte-Americanos, os lucros das empresas importadoras e por fim as mais valias dos postos de abastecimento, temos que concluir que, das duas uma: Ou a Galp anda a pagar aos Americanos para trabalhar para eles, ou está de caras a enganar os Portugueses!
    Mas há mais; ao preço de 0,60 euros / litro de gasolina pode-se acrescentar o famoso ISP e o
    Respectivo IVA, (impostos que não contesto dadas, as dificuldades que o País atravessa), que mesmo assim o valor final para a gasolina s/chumbo seria de aproximadamente de 1,039 euros/litro!… 0,60 + 66% = 0,99 + 5% = 1,039 euros!
    SNR.1º MINISTRO , POR FAVOR DÊ INDICAÇÕES À GALP P/ REIMPORTAR O COMBUSTÍVEL QUE ESTA EXPORTOU PARA OS ESTADOS UNIDOS !…

    PORTUGAL REAL, 03 DE JUNHO DE 2008
    Bibliografia: GOOGLE / USA GASOLINE PRICE / “GASOLINE AND DIESEL FUEL UPDATE”

  40. CC:
    Bem apanhado, CC: “gasolina sem chumbo, custava hoje 03/06/08 nessa mesma cidade 3,97 doláres / galão, (um galão = 3,78 litros),o que perfaz 0,95 US doláres/litro. Uma vez que a Europa compra o petróleo em doláres e vende os seus sucedâneos em Euros, teriamos com a cotação de hoje do dolár face ao euro, o preço de 0,60 euros / litro de gasolina!”

    e note-se como no site da GALP desde Agosto de 2007 que não há notícias sobre as exportações para os EUA…
    um silêncio suspeito…

  41. Balde Runner

    Irmãos portugas, será que ainda ninguém percebeu que a gasolina é uma droga? – Sim porque estamos todos dependentes dela. Apesar de existirem “dealers” que a vendam mais barato, sei que geralmente continua a haver um enorme desperdicío de energia. Se realmente queremos que tudo isto acabe porque não cortamos o mal pela raíz? Juntos vamos mas é pressionar todos os construtores de veículos a instalarem motores movidos com outros combustivéis (verdes) que estamos ao mesmo tempo a ajudar o nosso planeta. Falam no futuro e nos nossos jovens, – então que futuro melhor para eles do que um em que eles não fiquem “viciados” na gasolina/gasóleo como nós já estamos. Com outro tipo de motores os usuais combustíveis de hoje seriam rapidamente supérfulos, e é disso que precisamos, mais nada. Sirvam-se da Net mas pensem em grande. Em Portugal somos poucos mas a uma escala mundial seremos muitos a fazer face aos cartéis do petróleo.
    Vejam todos o famoso filme dos anos 80 que deu fama a Mel Gibson – “MAD MAX 2, the road warrior” onde o realizador australiano George Miller revela um futuro sombrio mas muito verosimil em relação a este assunto de dependência. Vejam tb “SIRIANA” onde explica os monstrusos interesses desta indústria.

  42. CC

    NET VERSUS GALP – QUEM FALA VERDADE?

    Caros concidadãos:
    Tem sido frequentemente noticiado em diversos orgãos de comunicação social, que a GALP, tem exportado para os Estados Unidos, derivados do petróleo já refinados, nomeadamente gasolina. Uma vez que essa exportação é do conhecimento público,e a posição da GALP e do Governo Português convergem perfeitamente, afirmando e reafirmando que não há especulação nem cartelização nos preços dos combustíveis, refinados e distribuidos pela GALP e BP, eu como cidadão do meu País, não quis deixar de dar o benefício da dúvida a estas duas entidades, principais responsáveis pela fixação do preço dos carburantes em Portugal. Assim, decidi fazer através da NET, uma pequena investigação sobre o mercado dos combustíveis nos “States” e cheguei a uma conclusão que me deixou intrigado! Parte das gasolinas vendidas nos postos de abastecimento de Nova Iorque, por exemplo, terão origem nas refinarias de Sines ou Matosinhos. Pois para meu espanto, constatei que a gasolina sem chumbo, custava hoje 03/06/08 nessa mesma cidade 3,97 doláres / galão, (um galão = 3,78 litros),o que perfaz 0,95 US doláres/litro. Uma vez que a Europa compra o petróleo em doláres e vende os seus sucedâneos em Euros, teriamos com a cotação de hoje do dolár face ao euro, o preço de 0,60 euros / litro de gasolina! Se neste valor, constatarmos que já inclui; os lucros da Galp enquanto entidade refinadora e fornecedora, o frete dos navios tanque que fazem o respectivo transporte, os impostos Norte-Americanos, os lucros das empresas importadoras e por fim as mais valias dos postos de abastecimento, temos que concluir que, das duas uma: Ou a Galp anda a pagar aos Americanos para trabalhar para eles, ou está de caras a enganar os Portugueses! Mas há mais; ao preço de 0,60 euros / litro de gasolina pode-se acrescentar o famoso ISP e o Respectivo IVA, (impostos que não contesto, dadas as dificuldades que o País atravessa), que mesmo assim o valor final para a gasolina s/chumbo seria de aproximadamente de 1,045 euros/litro!… 0,60 + 66% = 0,99 + 5% = 1,045 euros!
    SNR.1º MINISTRO , POR FAVOR DÊ INDICAÇÕES À GALP P/ REIMPORTAR O COMBUSTÍVEL QUE ESTA EXPORTOU PARA OS ESTADOS UNIDOS !… OU PELO MENOS, NÃO DEIXE QUE ESTA EMPRESA INSULTE A INTELIGÊNCIA DAQUELES QUE O ELEGERAM, E QUE ACREDITARAM NO ENTÃO MINISTRO DO AMBIENTE DO GOVERNO “GUTERRES”,OBRIGANDO A GALP, A EXPLICAR AOS PORTUGUESES, COMO É POSSIVEL QUE A SUA GASOLINA SEJA VENDIDA NOS POSTOS DE ABASTECIMENTO NORTE AMERICANOS A 0,60 EUROS / LITRO!

    PORTUGAL REAL, 03 DE JUNHO DE 2008
    Bibliografia: GOOGLE / USA GASOLINE PRICE / “GASOLINE AND DIESEL FUEL UPDATE”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: