Daily Archives: 2008/05/13

Um professor chinês quer processar a CNN por 1,3 biliões de dólares: um dólar por cada chinês e… algumas confusões perigosas

(Sinoamericanos protestando frente à CNN contra Jack Cafferty in http://www.todayszaman.com)

Um professor de origem chinesa processou a CNN, nos tribunais de Nova Iorque alegando que esta estação televisiva “insultou o povo chinês” e exigindo uma compensação de… 1,3 biliões de dólares. Um valor que não é arbitrário e que resulta do pagamento de 1 dólar por cada chinês residindo hoje na China. Este processo segue-se a um outro, apresentado em Pequim, por 14 advogados chineses contra Jack Cafferty, um comentador residente da CNN que em Março teria feito declarações que “violavam a dignidade e a reputação do povo chinês”.

Ao que parece, as declarações que tanto irritaram a China e a sua diáspora nos EUA foram aquelas em que o comentador da CNN afirmou que os EUA importaram da China “lixo com tinta de chumbo sobre ele e comida de animais envenenada” e ainda: “São basicamente os mesmos goons e tughs que foram nos últimos cinquenta anos”. É certo que Cafferty pisou o risco do racismo ao proferir este tipo de generalização, já que se devia limitado a mencionar os gestores destas empresas ou os políticos que por elas respondem e que as deviam monitorizar. É claro, que posteriormente, o comentador procurou emendar a mão ao limitar as suas acusações de goons (termo insultuoso usado nos EUA para designar os chineses, desde o século XIX) e de tughes (uma palavra historicamente descontextualizada e mais conhecida em Portugal através das obras de Emilio Salgari) referindo que estas designações insultuosas se deviam limitar aos titulares do governo chinês… mas o mal estava feito.

Atualmente, o próprio ministério dos negócios estrangeiros chinês já exige da CNN um pedido público de desculpas… aproveitando o barco e procurando utilizar as palavras descabeçadas de Cafferty como forma de desvalorizar a primeira parte das suas afirmações: “lixo com tinta de chumbo sobre ele e comida de animais envenenada” , que é completamente factual e indesmentível como aliás tem sido repetidamente admitido pelas próprias autoridades chinesas que recentemente estabeleceram como uma das suas prioridades para os próximos anos aumentar drasticamente os padrões de qualidade e segurança dos produtos manufacturados na China e, consequentemente, melhor a péssima imagem que o “made in China” tem no mundo.

Este caso, e nele, a absurda indemnização pedida em Nova Iorque deve, contudo, fazer-nos pensar… Tendo em conta a multiplicidade de problemas que afecta hoje a presença da China no mundo: apoio a regimes tirânicos no Darfur, Burma e Zimbabwe; reduzidos direitos humanos e laborais; atitude predatória em relação; atitude predatória em relação às riquezas naturais de muitos países, tratamento desumano dos animais e do Ambiente; ocupação e genocídio no Tibete; destruição do tecido industrial em muitos países no mundo, e, sobretudo a detenção do desonroso título de “maior poluidor do mundo”. Todos estes problemas não nos devem levar à confusão que efetivamente transpareceu nas palavras de Jack Cafferty e que podem levar qualquer um que admita este imenso rol de crítica à China a confundir o seu governo e o seu empresariado com… o povo chinês.

Na verdade, a população chinesa está a começar a ficar descontente com a forma como as coisas correm na China… O verdadeiro desastre ambiental em que se tornaram muitas cidades e regiões na China está a criar um clima de descontentamento crescente; o desfasamento crescente entre os níveis de prosperidade nos campos e as cidades e, sobretudo, o aumento da circulação da informação (apesar de uma censura muito ampla e vigorosa), assim como o próprio aumento de prosperidade na maioria da população chinesa está a criar níveis de criticismo em relação a uma forma autoritária e centralista de governo assim como perante o monopólio da política que cabe ao partido comunista… Os chineses não são alguém que devamos “odiar” porque o seu governo ocupa o Tibete ou porque as suas empresas destroem os nossos empregos ou inundam os nossos mercados com brinquedos perigosos e de má qualidade. Os chineses são os únicos que poderão inverter este quadro de coisas. E salvar o mundo de… uma China imperial, expansionista e ignorante de direitos humanos e cívicos como aquela que vemos hoje.

Fonte:

http://www.todayszaman.com/tz-web/detaylar.do?load=detay&link=140015

Anúncios
Categories: China, Política Internacional | 3 comentários

Quids S12-6: Que divindade era esta?

Dificuldade:2

Regras:

1. Cada Quid valerá entre 1 a 3 pontos.
2. Cada pista fornecida deduzirá um ponto aos pontos correntes ao Quid, parando esta descida em 1 ponto.
3. Não serão dadas pistas no próprio dia do lançamento do mesmo, mas apenas no período seguinte (12:30-14:30 do dia seguinte, juntamente com o lançamento do Quid seguinte). Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, se pedidas.
4. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 50 pontos.

Categories: Quids S12 | 10 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade