Vai ser construído um novo cofre em torno do reactor 4 da central nuclear de Chernobyl

(Cobertura metálica do novo cofre do reactor 4 de Chernobyl in http://arkiblog.net)

Finalmente, depois de décadas de hesitações e recuos, a central nuclear de Chernobyl vai ter um novo cofre para abrigar o seu famoso 4º reactor, o tal que explodiu em 26 de Abril de 1986… O cofre anterior foi construído à pressa, sobre a pressão do momento e sem qualquer tipo de preparação ou planeamento e à custa do sacrifício de muitos militares soviéticos que com tal deram a vida e pagaram o preço de uma morte atroz.

(Estado atual do cofre de cimento do reactor in http://blog.kievukraine.info)

(Equipamento militar radioactivo abandonado após ter sido usado na contenção do reactor in http://eyeball-series.org)

Ora o cofre atual começava a dar sinais da passagem do tempo… as fissuras acumulavam-se e a necessidade imperativa de construir uma nova protecção ao reactor acidentado era cada vez maior… O novo cofre foi criado para durar pelos menos cem anos. O projecto foi entregue pelo Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento (BERD) ao consórcio francês Novarka e o projecto foi delineado por engenheiros franceses, precisamente aquele país que tem hoje a melhor tecnologia nuclear do mundo.

O novo cofre deverá custar perto de 1 bilião de dólares e foi financiado por vários países e vai consistir num arco de cem metros de altura com uma extensão de quase 250 metros e vai deslizar por um conjunto de ralis de forma a cobrir o cofre de cimento construído em 1986 o qual abriga o conteúdo perigoso de 200 toneladas de combustível radioativo. Uma vez coberto este cofre com mais de 20 anos, terá início a delicada tarefa de desmontar o cofre de cimento e chegar ao combustível radioativo de forma a extraí-lo do reator.

Os desafios impostos pela alta do preço dos combustíveis fósseis levaram muitos países a reforçar a produção eléctrica a partir de fontes nucleares. Tal foi o caso da França, que hoje produz assim 87% da sua energia e, mais recentemente, da Rússia que decidiu construir até 2020 sete novas centrais.

A tecnologia nuclear russa, entretanto, está a progredir e garantir níveis de segurança inéditos… Os seus últimos reactores têm “unidades de contenção”, construídas por debaixo do reactor e que devem servir como formas de recolher o conteúdo do reactor, em caso de fissão descontrolada (“meltdown”) do núcleo tendo sido o primeiro sistema destes instalado na central chinesa de Tianwan. Por outro lado, os reactores modernos são muito mais fiáveis que os da geração dos de Chernobyl, estimando-se que a probabilidade de um acidente seja hoje inferior numa parte de um milhão.

Fonte:

http://www.energy-daily.com/reports/Outside_View_Work_on_Chernobyl_continues_999.html

Categories: Economia, Política Internacional | Etiquetas: | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “Vai ser construído um novo cofre em torno do reactor 4 da central nuclear de Chernobyl

  1. Que engraçado, não foi dita única palavra sobre a Ucrânia. Parece que o Chornobyl nem é uma tragedia ucraniana…
    /…sacrifício de muitos militares soviéticos…/
    e o sacrifício dos bombeiros ucranianos? Todos eles morreram em menos de um ano. E os moradores de Kyiv (capital da Ucrânia, 2.5 milhões de habitantes, 180 km do Chornobyl)???
    Acho o artigo vergonhoso e tendencioso.

  2. Jest:
    Você sabe que na época os ucranianos serviam como bombeiros soviéticos e como militares soviéticos.
    Tendo tido lugar este acidente na então república soviética da Ucrânia, obviamente que muitos dos que aqui sacrificaram a vida em prol de milhões de outros eram ucranianos.
    Não reconhecer isso é sinal de má fé.

  3. Muito bom esse artigo, parabéns!

    Tento ler tudo sobre o desastre e nunca tinha escutado falar sobre esse novo sarcófago e achei interessante a proposta de construção de um novo, mas isso de desmontar o primeiro, aparentemente parece ser muito arriscado, pois 200 toneladas de material radioativo é muita coisa… Tenho receio disso dar um merda.

    Ah… falando nesse acidente… O Discovery Channel fez um documentário que na minha opinião, ficou o mais completo de todos já feito, alguém assistiu?

    Outra coisa. Posso copiar esse artigo para meu blog?

  4. não vi, não… e tenho pena.
    e é claro que está autorizado.
    peço apenas que mencione todas as fontes, só isso.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: